7 minutos

Published On 04/10/2016 | Vila Belmiro
Por Ronaldo Silva
São Paulo, 04/10/2016

Rodeado de expectativas, os líderes do Campeonato Paulista de 1964 se encontrariam pela antepenúltima rodada do primeiro turno em plena Vila Belmiro.
Frente a frente os velhos rivais Santos e Corinthians, uma partida que arrebatava todas as atenções dos amantes do futebol com a presença do esquadrão santista que encantava o mundo comandado por Pelé contra um adversário que sofria com a falta de títulos e buscava novamente vencer o Santos, algo que não acontecia desde 1957.

Em pé: Ismael, Zito, Lima, Geraldino, Olavo e Gylmar. Agachados: Peixinho, Gonçalo, Toninho, Pelé e Pepe.


O JOGO
O grande interesse pelo confronto dos alvinegros se confirmou e uma multidão rumou à Vila Belmiro naquela tarde que contou com a presença de 32.986 pessoas fora aproximadamente duas mil torcedores que ficaram do lado de fora do estádio. Com isso foi registrado o recorde de público da história do estádio santista.
20161003_214002Como todo grande clássico este iniciou estudado por ambas as partes, mas com apenas 7 minutos de bola rolando um forte barulho no estádio, houve a queda dos alambrados da Vila Belmiro e o árbitro Armando Marques de imediato paralisou a partida, assim relatou o acidente o jornal Folha de São Paulo, em 21/09/1964: “Segundo as autoridades médicas, o tumulto foi mais uma vez o grande causador da tragédia. Quando eram decorridos 7 minutos da partida o alambrado dos fundos do estádio, devido em primeiro lugar as recentes construções que ali se verificaram e ao grande número de assistentes que nele se apoiavam, cedeu vindo ao solo. Essas pessoas formaram um verdadeiro “bolo humano” que se ampliou cada vez mais com a correria nas gerais. O acidente não teve maiores proporções devida a grande intervenção por parte dos elementos da Guarda Cívil, Força Pública, Polícia Marítima e até mesmo da Polícia do Exército”.
Contabilizados 181 feridos e felizmente não foi registrada nenhuma vítima fatal desse grande incidente fruto da superlotação da Vila Belmiro. A partida foi encerrada pelo árbitro e foi novamente disputada após 10 dias no estádio do Pacaembu registrando empate em 1×1.

20161003_213908

O momento em que o Árbitro encerrou a partida! (Foto/Arquivo Santos FC)

FICHA TÉCNICA:
20/09/1964 – Santos 0 x 0 Corinthians
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Paulista (jogo anulado)
Renda: Cr$ 19.397.600,00
Público: 32.986 (20.888 arquibancadas; 9.528 sócios; 1.908 numeradas e 662 numeradas)
Árbitro: Armando Marques
SFC: Gylmar, Ismael, Olavo e Geraldino; Zito e Lima; Peixinho, Gonçalo, Toninho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
SCCP: Heitor; Eduardo e Oreco; Augusto, Clóvis e Amaro; Manuelzinho, Ferreirinha, Flavio, Luisinho e Lima.
Técnico: Roberto Belangero
DEZ DIAS DEPOIS, A PARTIDA REMARCADA
30/09/1964 – Santos 1 x 1 Corinthians
Gols: Flávio (f) aos 5min e Pelé aos 37min do segundo tempo.
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo.
Competição: Campeonato Paulista
Renda: Cr$ 24.839.600,00
Público: 28.571
Árbitro: Armando Marques
SFC: Gylmar; Ismael, Mauro e Geraldino; Zito e Haroldo; Peixinho, Lima, Toninho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
SCCP: Heitor; Augusto, Eduardo e Oreco; Amaro e Clóvis; Ferreirinha, Luisinho, Silva, Flávio e Lima. Técnico: Roberto Belangero

Fontes e Referências:
Almanaque do Santos F.C.;
Jornal O Estado de São Paulo;
Jornal Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *