A Fita Azul em 1972!

Published On 13/11/2014 | Feitos Históricos
A Fita Azul era um título honorífico concedido pela CBD (Entidade antecessora da atual CBF) e posteriormente pelo Jornal A Gazeta Esportiva, aos clubes Brasileiros que retornavam invictos de excursões no exterior, com pelo menos 10 partidas a critérios da CBD e posteriormente 6 partidas, pelo menos, a critérios do Jornal. Em outras palavras, era uma espécie de “Medalha de Honra ao Mérito” entregue aos times Brasileiros que representassem com excelência o Brasil no exterior.
Acredita-se que o nome veio devido à maioria das excursões quando criada a faixa terem sido feitas por viagens em navios e por simbolismo, fita azul é o termo usado a descrever algo, de alta qualidade. O uso veio da banda azul, um prêmio concedido, por linhas de passageiros, a barcos que cruzavam em menor tempo o oceano atlântico ou ao primeiro barco a cruzar a linha de chegada em uma regata.
Nos anos 70, mais precisamente o ano de 1972, o Santos FC parte para a terceira e ultima excursão daquele ano, esta por sinal, histórica, para o clube e para o futebol brasileiro. Não apenas pela honra concedida de sua excelente excursão, ao qual o clube foi condecorado com o Troféu Independência, a famosa “Fita Azul Internacional de futebol”, mais pelo fato do clube se tornar o primeiro time brasileiro e um dos poucos (apenas Santos e Vasco), a jogar em todos os continentes possíveis do mundo em sua história. Américas (Sul, Central e Norte), Europa, Ásia, África e Oceania, eram os continentes visitados pelos famosos Globetrotters Brasileiros.
O primeiro grande jogo da famosa excursão de 1972 ocorreu no Japão, cidade de Tóquio. No dia 26 de maio daquele ano, o clube foi dignamente recepcionado pelos japoneses (em especial o casal de príncipes Akihito e Michiko que cumprimentaram o elenco). No jogo, o Santos enfrentou a Seleção do Japão e venceu por 3 a 0 com gols de Pelé (2) e Jader. Ainda na Ásia, mais agora na China, dia 28 de maio, em Hong Kong, o Santos enfrenta o Bicampeão Local (1971/72), South China AA e consegue boa vitoria por 4 a 2, com gols de Nenê (3) e novamente Jader. Ainda em Hong Kong, dia 31 de maio, conseguindo mais uma vitoria expressiva, vencendo o Syu Fong por 3 a 1, com três gols de Alcindo. Nesse jogo o Santos recebeu um troféu que fora colocado pelas duas equipes ao vencedor da partida.
O Santos FC continua sua trajetória pela Ásia, dessa vez na Coreia do Sul, dia 2 de junho, ao enfrentar a Seleção da Coréia do Sul, obtendo mais uma vitória, pelo placar de 3 a 0, com gols de Alcindo, Pelé e Léo Oliveira. O clube retorna a Hong Kong, na China, dia 4 de junho, para jogar contra os Ingleses do Newcaslte United, e novamente sai vencedor pelo placar de 4 a 2, com gols de Pelé (3) e Alcindo. Dia 07 de junho, ainda em Hong Kong, enfrenta Caroline Hill, time local, e aplica expressivos 4 a 0, com gols de Pelé (3) e Alcindo, novamente. Continuando sua trajetória de jogos pela Ásia, a representação Santista encaminha-se para os centros das penínsulas de Indochina e Malaia, na Tailândia em Bangcoc, para enfrentar no dia 10 de junho a Seleção da Tailândia, obtendo expressiva vitória por 6 a 1, com gols de Alcindo (3), Pelé (2) e Leo Oliveira. O Santos empata dia 13 de Junho contra o Coventry City da Inglaterra ainda em Bangcoc, com gols de Pelé e Edu.
O Santos FC então, expandi suas fronteiras Internacionais, o clube que mais excursionou no mundo, parte pela primeira vez em sua história para jogar na Oceania dia 17 de junho, na Austrália, em Sydney. Empata com a Seleção da Austrália pelo placar de 2 a 2, com gols de Orlando Lelé e Edu. Da Oceania, o Santos faz rota no maior arquipélago do mundo, a Indonésia, entre o Sudeste Asiático e a Austrália. Dia 21 de junho em Jacarta, o Santos vence a Indonésia por 3 a 2, com gols de Jader, Edu e Pelé. Da Oceania e Indonésia, o clube parte para a América do Norte, nos Estados Unidos em Nova Jersey, nesse jogo consegue a sua vitoria mais expressiva, aplicando 7 a 1 no Catanzaro da Itália. Gols de Orlando Lelé (2), Pelé (2), Edu, Nenê e Adilson. Em Boston, dia 30 de junho, nova vitoria expressiva frente ao Boston Stars pelo placar de 6 a 1. Gols de Pelé (3), Adilson, Alcindo e Nenê.
Nos Estados Unidos o Santos faz mais um jogo, dia 2 de julho, contra os Mexicanos do Universidad del México, em Chicago, e venceu por 2 a 0, com dois gols de Pelé. O Santos vai a Toronto, dia 5 de julho, no Canadá, enfrentar o Toronto Metros, e consegue nova vitoria por 4 a 2, gols de Nenê (2), Pelé e Zé Carlos. Ainda no Canadá, mais agora em Vancouver, o Santos enfrenta o Combinado de Vancouver, dia 7 de julho, e vence pelo placar de 5 a 0, os gols foram marcados por Edu (2), Jader e Afonsinho. De volta aos Estados Unidos, em San Franciso, dia 09 de julho, o Santos reedita seu jogo contra o Universidad del México e consegue nova vitoria, dessa vez pelo placar de 5 a 1 com gols marcados por Alcindo (2), Pelé (2) e Edu. Por fim, o Santos faz seu jogo de despedida da ultima e vitoriosa excursão do ano de 1972. Dia 11 de julho, em Los Angeles, o Santos bate o Bicampeão Mexicano (1971/72), América do México, por 4 a 2, com gols de Pelé (2), Alcindo e Léo Oliveira. O jogo termina sobe forte festa, com a torcida invadindo o estádio e ovacionando os jogadores do Santos, que aquela altura, acabara de escrever mais um capitulo do clube no exterior, dessa vez para ser condecorado com a Fita Azul do Futebol de 1972.
Quanto durou: 26 de maio a 11 de julho de 1972.
A Campanha:
Jogos disputados no Japão, Hong Kong, Coreia do Sul, Tailândia, Austrália, Indonésia, Estados Unidos e Canadá.
17 jogos disputados, 15 vitórias e 2 empates.
Fichas dos Jogos da Campanha Fita Azul do Futebol de 1972.
– Referências:
Almanaque do Santos FC,
Canal de vídeos (omaiordetodosostempos) de Wesley Miranda,
Wikipédia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *