A máquina de fazer Gols!

Published On 30/09/2015 | A História das conquistas

58O ano de 1958 certamente é um dos mais importantes do futebol brasileiro. Foi nessa data histórica, que a Seleção Brasileira conquistou pela primeira vez a Copa do Mundo – perdendo assim, o complexo de “vira-latas”. Foi também, nesse ano, que o mundo conheceu com total brilhantismo o maior jogador de todos os tempos: Edson Arantes do Nascimento, o popular Pelé. Naquele Mundial, disputado na Suécia, o Rei do futebol marcou 06 gols em 04 jogos (sendo 2 deles na final contra os donos da casa), e acabou como artilheiro do Selecionado Nacional. Além de Pelé, Zito e Pepe também foram campeões na Suécia. Pelo Santos FC, o trio de campeões mundiais junto de outros craques, conquistaram o estadual de 1958 com total magnificência e muitos gols!
O certame estadual de 1958, iniciou-se no final de maio, mas os times grandes somente tiveram seus primeiros jogos em julho, pois estes haviam cedido jogadores para a Seleção Brasileira em junho, que disputou e venceu o Mundial. A 1ª divisão do Campeonato Paulista daquele ano, foi disputada por 20 times, que jogaram entre si em turno e returno, sendo campeã a equipe que somasse mais pontos ao fim do torneio. Em caso de empate, haveria uma decisão extra. O campeão, garantia também a vaga na primeira Taça Brasil (o Campeonato Brasileiro de 1959). O último colocado seria rebaixado à 2ª divisão do ano seguinte.
Foto-02 (2)
Durante todo o certame estadual daquele ano, o Santos FC mostrou sua superioridade implacável perante aos adversários, com resultados extraordinários e assustadores, números jamais vistos até então, no futebol paulista e brasileiro: 7 a 3 e 6 a 2 no Jabaquara, 6 a 0 e 5 a 0 no XV de Piracicaba, 4 a 0 na Ponte Preta, 5 a 2  no XV de Novembro, 4 a 1 e 8 a 1 no Ypiranga, 10 a 0 no Nacional, sendo está a maior goleada do campeonato, 8 a 1 e 7 a 1 no Guarani, 6 a 1 na Portuguesa Santista, 4 a 0 no Botafogo, 9 a 1 no Comercial, 7 a 1 no Juventus e 6 a 1 no Corinthians. Estes, foram os placares mais elásticos de goleadas santistas na competição.
Os paulistas presenciaram, naquele ano de 1958, um dos times mais extraordinários e fortes da história do estadual. O Santos ganhava, dominava e goleava com ousadia e talento, fomentando seu DNA ofensivo a cada apresentação. O futebol profissional, finalmente estava consolidado, pois assim como dizia o jornalista e pesquisador norte-americano Richard Witzig, autor do livro “The Global Art of Soccer”, a Era Moderna do Futebol começou em 1958. Ao fim daquele paulista, descontando o que acontecera no ano anterior, o Santos terminou o campeonato com quatro pontos de vantagem sobre o São Paulo, vice-campeão.
12071507_906636892761347_110003457_n
Claro que também houve placares mínimos, vitórias apertadas, e nessas partidas, é importante destacar os clássicos: contra o São Paulo (vitória por 1 a 0 na Vila Belmiro), Palmeiras (vitória por 1 a 0 no Parque Antártica e triunfo por 2 a 1 no Urbano Caldeira) e o Corinthians (vitória por 1 a 0 no Pacaembu), que no segundo turno sofreu uma dura goleada. Foram ao todo, com os 3 a 0 no Noroeste e na equipe do Taubaté: 18 goleadas do Peixe na competição! O time era uma máquina, e durante o campeonato, o Santos obteve também, a melhor sequência de vitórias de sua história no estadual: foram 12 partidas consecutivas vencidas, igualando a marca de 1927 no período amador, com também 12 triunfos seguidos. Contudo, ainda terminando invicto nos clássicos, com 5 vitórias e 1 empate.
torcida58Com a extraordinária campanha, o Peixe acabou tornando-se campeão na penúltima rodada. Naquela ocasião, dependia apenas do empate, mais acabou goleando o Guarani por 7 a 1 em campinas, com gols de Pelé (4), Pepe, Dorval e Valdir contra. A supremacia santista é perceptível na tabela ao fim do certame, mais também na quantidade de gols e o futebol praticado pelo melhor time daquele estadual: uma máquina de fazer gols! Um DNA ofensivo tipico das tradições santistas.
A espetacular campanha santista teve: 29 vitórias, com 143 gols marcados e apenas 3 derrotas, em 38 jogos disputados. Números, que comprovam que o Santos FC era, já naquele momento, o melhor time do futebol brasileiro. Foram 3 conquistas estaduais (1955/56/58) em 4 anos. A conquista do certame estadual de 1958, levou a grande família santista a festejar com empolgação mais uma glória do Peixe!
O Santos tinha uma defesa eficiente com Manga, Ramiro, Hélvio, Fiote, Dalmo, Urubatão e Zito, e um ataque avassalador: o que o quarteto Pelé, Pagão, Coutinho e Pepe foram capazes de fazer, é algo inigualável no futebol. Pelé então, naquele ano, tornou-se o jogador que marcou mais gols em uma só edição do Campeonato Paulista: com 59 gols assinalados. O time do Santos de 1958, foi a equipe que mais fez gols na história do Campeonato Paulista (é até hoje, o time que mais fez gols como campeão), sendo superado apenas pelo próprio SFC em 1959 (foram 155 gols), um recorde que permanecerá insuperável!
SAIBA MAIS >
O esquadrão da reconstrução e início do reinado (1955/59);
pra lá

Fontes e Referencias:
Blog do prof. Guilherme Nascimento;
Blog Segredos da Bola;
Gazeta Esportiva;
Jornal Folha de São Paulo;
Almanaque do Santos FC (Guilherme Nascimento);

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *