A última conquista do Santos de Neymar!

Published On 24/06/2015 | A História das conquistas
Por Kadw Gommes
Santos, 24/06/2015
Atualizado, 26/09/2016

O encanto e a magia transbordavam em Vila Belmiro com mais entusiasmo e ênfase desde 2010, e foi assim, até o ano do Centenário do clube em 2012. Pois nesse período, através da nova geração de Meninos da Vila, o Santos FC tinha uma média agradabilíssima, de conquistar sempre dois títulos por ano. Dentre esses títulos, a conquista da Copa Libertadores em 2011, possibilitou o Peixe a classificação para um outro torneio, a Recopa Sul-Americana, onde enfrentou o Campeão da Copa Sul-Americana: Universidade de Chile.
O SFC já havia conquistado um torneio homônimo em 1968, mas com formato completamente diferente. Na época, era um campeonato disputado entre os times Sul-Americanos que já haviam sido Campeões Mundiais (Santos, Racing e Peñarol) – um proposito mais parecido com a Supercopa da Libertadores. Esse novo torneio, de qualquer forma, foi uma conquista inédita para o clube, que consagrou o ultimo lampejo de um Esquadrão que muito encantou e brilhou intensamente, sobretudo com a figura de meninos promissores, habilidosos e abusados.

Duelo de Campeões Continentais!

No primeiro jogo da decisão, o Santos mostrou-se muito forte frente aos chilenos, obtendo boas chances ao longo do jogo, podendo ter saído do estádio Nacional, em Santiago/CHI com a vitória, numa noite bastante fria e chuvosa. Logo nos primeiros momentos Neymar e Ganso desperdiçaram excelentes oportunidades. O SFC ainda teve uma grande oportunidade com Neymar, que sofreu pênalti: ele mesmo cobrou e desperdiçou mandando por cima do gol.
O time da casa também procurava atacar, mais poucas vezes finalizava ao gol de Rafael, a La U só mesmo conseguiu melhor domínio do jogo no começo do segundo tempo, mais com uma pontaria imprecisa, sem sucesso. Nos últimos momentos do jogo, Neymar ainda conseguiu levar perigo aos adversários, mandando uma bola na trave, depois de um bonito lance. O resultado persistiu em 0 a 0 no placar até o fim.

Universidad de Chile x Santos [4]


Campeão da Recopa!

O segundo jogo da grande finalíssima, ocorreu dia 26 de setembro, no estádio do Pacaembu/SP, mesmo palco onde o Santos havia sagrando-se campeão da Copa Libertadores, um ano antes. A partida teve um início truncado por partes das duas equipes. Sem conseguir se estabelecer e obter um domínio pleno no jogo, o Santos acabou sendo pressionado em alguns momentos no primeiro tempo. O Alvinegro dependia exclusivamente do capitão Neymar, para tentar as invertidas ao ataque, que sofria, assim como seus companheiros frente a uma La U bem postada taticamente em campo, mostrando sempre uma grande disposição.
Mas, empurrado pela torcida que compareceu bastante empolgada ao Pacaembu/SP, numa noite fria na capital paulista, o Santos aos 28 minutos, chegou ao gol: Léo driblou o marcador e lançou para Felipe Anderson, que tocou para Neymar, o camisa 11 tabelou com André, recebeu de volta, e então bateu firme no canto do goleiro chileno, abrindo o placar. Mais tranquilo em campo após o gol, o time santista passou a se soltar mais, criando boas oportunidades, mais sem sucesso. No final do primeiro tempo, Neymar conseguiu driblar e foi derrubado dentro da área. Pênalti! Que ele mesmo cobrou, mas, Herrera defendeu a cobrança, frustrando os santistas.
No segundo tempo, o Santos acertou sua marcação e passou a encaixar bons contra-ataques, afim de matar o jogo. Mas, La U voltou com mais força ofensiva após a mexida do técnico Jorge Sampaoli e assim, continuava levando perigo, ao gol de Rafael. Melhor no jogo, porém, o Santos ameaçava a meta chilena, e aos 15 minutos, Felipe Anderson disparou e foi derrubado. Ele mesmo cobrou falta na área, a bola achou Bruno Rodrigues que de cabeça, fez o segundo, aumentando a vantagem santista.
Após o gol, Muricy coloca mais um volante e reforça a marcação, e foi assim até o fim da partida, com o Santos se segurando bem na defesa e ainda arriscando nos contra-ataques, e obtendo boas chances para aumentar ainda mais. O Peixe sustentou o resultado até o fim, para explosão da torcida que compareceu sempre empolgada desde o início, comemorando mais um título Internacional, a nona conquista da história do clube.
Santos x Universidad [22]

No último Título de Neymar no Santos, ele teve a honra de ser o capitão da equipe.


 Fonte/Referencias: FIFA.com; revista Conmebol; globoesporte.com.

One Response to A última conquista do Santos de Neymar!

  1. Pingback: Acervo Histórico do Santos FC | Recopa Sul-Americana – 2012

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *