Alex – 2002-2004

Published On 19/12/2016 | Ex-Atletas, Ídolos
Por Gabriel Santana
Santos, 19/12/2016

Nascido no dia 17 de junho de 1982, em Niterói-RJ, Alex Rodrigo Dias da Costa, ou apenas Alex, está entre os melhores zagueiros da história do Alvinegro.
Contratado em 2001, quando ainda atuava nas categorias de base do Juventus da Moóca, Alex chegou a Vila Belmiro para resolver o problema da zaga santista.
No início de 2002, o Santos apostou em medalhões, zagueiros conhecidos nacionalmente, como por exemplo Odvan e Cléber. A dupla não deu certo, e como sempre, o time santista achou sua solução nas categorias de base.
Em agosto, ao lado de André Luís e Preto, Alex teve sua primeira oportunidade no time principal. Iniciou a partida diante do Fluminense, no dia 25, em pleno Maracanã. O zagueiro teve uma exímio atuação, e partir deste jogo, virou titular absoluto da zaga do Santos.
Em seus primeiros jogos, o técnico Emerson Leão usou a formação com os três zagueiros, e ao passar do Campeonato, definiu Alex e André Luis como titulares, e devido a estatura de ambos, a dupla ficou conhecida como “As Torres Gêmeas”.
Foi um dos principais nomes na conquista do inesquecível Título Brasileiro de 2002.
Mesmo com medidas elevadas (1,88m e 92kg), Alex sempre impressionou pela tamanha rapidez, agilidade e lealdade. Eram raras as cenas em que o zagueiro tomava cartão amarelo. Sempre na bola, sempre jogando limpo e desarmando com enorme categoria.
O ano de 2003 representou para a Alex a temporada em que mais atuou e marcou gols pelo Alvinegro. Ao todo foram 60 partidas e 15 gols marcados. Nesse mesmo ano, o Santos foi Vice-Campeão Brasileiro e Vice-Campeão da Taça Libertadores da América.
Suas potentes cobranças de faltas de longa distância, e a boa impulsão para o cabeceio, o tornaram o maior artilheiro entre todos os zagueiros da história do Santos. Entre 2002-2004, Alex soma 20 gols com a camisa santista, números que o consolidam em 1º lugar entre os zagueiros-artilheiros.
Em maio de 2004, acertou sua transferência para o PSV/HOL. Na Europa, Alex consolidou sua carreira de sucesso, e só atuou em gigantes do futebol europeu. Além do PSV, o zagueiro fez carreira no Chelsea/ING, PSG/FRA e Milan/ITA.
No ano de 2016, mais precisamente em maio, Alex teve seu contrato rescindido pelo Milan, e retornou ao Brasil. Em recuperação, ficou alguns meses treinando no CT Rei Pelé, e o Santos demonstrou interesse em contratá-lo. Porém, devido a uma grave lesão no joelho, na qual ele precisaria de nova cirurgia no joelho direito, com previsão de recuperação em nove meses, Alex decidiu se aposentar, aos 34 anos de idade.

• Jogos e gols:

2002 – 25 jogos e 03 gols;
2003 –  60 jogos e 15 gols;
2004 – 18 jogos e 02 gol;
Total: 103 jogos e 20 gols
Títulos:
2002 – Campeonato Brasileiro
2004 – Campeonato Brasileiro

Fichas Técnicas:
ESTREIA
25/08/2002 – Fluminense 1 x 1 Santos
Gols: Diego aos 10min e Roni aos 48min do segundo tempo.
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.
Público: 28.064
Renda: R$ 295.462,00
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (RS)
Cartões amarelos: André Luís (S) e Fabinho (F)
Fluminense: Murilo; Flávio, César, Andrei e Marquinhos; Fabinho, Zé Carlos, Yan (Roni) e Fernando Diniz (Carlos Alberto); Magno Alves e Romário. Técnico: Robertinho
Santos: Júlio Sérgio; Alex, André Luís e Preto; Elano (Maurinho), Paulo Almeida, Renato, Diego (Wellington) e Léo; Robinho e Alberto (William). Técnico: Emerson Leão
PRIMEIRO GOL
18/09/2002 – Vasco 1 x 2 Santos
Gols: Elano aos 6min e Souza, aos 17min do primeiro tempo; Alex aos 18min do segundo tempo.
Local: estádio São Januário, no Rio (RJ)
Árbitro: Wilson de Souza Mendonça (PE)
Cartões amarelos: Rogério Pinheiro e Rogério Corrêa (V); Leo e William (S)
Cartão vermelho: Haroldo (V)
Vasco: Fábio; Henrique, Géder, Rogério e Wederson (Rodrigo Souto); Haroldo, Rogério Corrêa, Léo Lima (Ely Tadheu) e Petkovic; Cadu (Siston) e Souza. Técnico: Antônio Lopes
Santos: Rafael; Maurinho (Douglas), Alex, Preto (Pereira) e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano e Diego; Robinho e Alberto (William). Técnico: Emerson Leão
ULTIMA PARTIDA
02/05/2004 – Santos 1 x 3 Cruzeiro
Gols: Cris aos 20min do primeiro tempo; Dudu aos 12min, Diego aos 17min e Dudu aos 47min, do segundo tempo.
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Brasileiro
Público: 10.783 pagantes
Renda: R$ 136.104,00
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Auxiliares: Sérgio Buttes Cordeiro Filho (RS) e Paulo Ricardo Silva Conceição (RS)
Cartões amarelos: Wendell (C), Marco Aurélio (S), Recife (C), Daniel (S), Preto Casagrande (S), Márcio (C)
Santos: Júlio Sérgio; Marco Aurélio (Lopes), Alex (Pereira), André Luís e Léo; Paulo Almeida, Daniel (Preto Casagrande), Renato e Diego; Robinho e Elano. Técnico: Emerson Leão
Cruzeiro: Gomes; Edu Dracena (Schwenk), Cris e Wendell (Martinez); Maicon, Maldonado, Recife (Maurinho), Alex e Leandro; Dudu e Jussiê (Márcio). Técnico: Paulo César Gusmão

Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatísticas do Santos FC;
Almanaque do Santos FC;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *