Alfredo Ramos – 1945-1949

Published On 05/08/2016 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana,
Santos, 05/08/2016

Nome completo – Alfredo Ramos de Oliveira
Período – 1945-1949
Posição – Lateral-Esquerdo
Nascimento – 27 de outubro de 1924, em Jacareí
Jogos – 107
Gols – 00

Histórico – Nascido em Jacareí, interior de São Paulo, Alfredo se mudou para a capital paulista no início dos anos 30. Seu pai era um lavrador, e precisava de novas oportunidades.
Iniciou sua prática no futebol atuando pelo E.C Cairú do bairro da Mooca, na zona leste de São Paulo. E foi nesse período, que ganhou o famoso apelido de “Polvo”. Nas divididas pelo alto, Alfredo preferia esticar as pernas ao invés de cabeçar, foi quando um torcedor admirado, afirmou que Alfredo parecia um polvo, pela tamanha facilidade em utilizar as pernas.
Em 1945, foi defender outro clube amador, o São Martinho de Tatuí. Destacou-se pela equipe, e foi convidado pelo Linense, para atuar em uma partida amistosa diante do Santos. Aceitou o convite, e Alfredo mudou sua vida. Realizou uma ótima partida, principalmente pela marcação em cima do craque Antoninho. Ao final da partida, foi a vez do Santos o convidar.
Alfredo aceitou a proposta santista, tornou-se profissional, e três dias depois, já estava atuando pelo Santos.
No início, atuou em alguns jogos do “Quadro B”, até finalmente atuar pela equipe principal. Alfredo era um exímio marcador, e tinha como ponto forte a antecipação de jogadas. Destacava-se também pela excelente colocação dentro da área.
Com o Alvinegro, foi Vice-Campeão Paulista no ano de 1948. Na época, os laterais, ou médios-esquerdos, atuavam muito recuados, e Alfredo não teve a honra de marcar ao menos um gol pelo Santos.
No início de 1950, transferiu-se para o São Paulo, onde permaneceu até 1957, ao firmar contrato com o Corinthians.
Foi convocado para a Copa do Mundo de 1954, quando já atuava pelo São Paulo, e portanto, figura entre os atletas revelados pelo Santos que disputaram a Copa.
Em 1960, encerrou sua carreira como jogador, tornando-se em seguida, treinador.
Alfredo Ramos, O Polvo, morreu no dia 31 de julho de 2012, em sua casa, em São Paulo.

ESTREIA NO “QUADRO B”
29/08/1945 – Santos 2 x 1 Portuguesa Santista
Gols: Jorginho (2) – Renato.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Torneio Cidade de Santos
Renda: Cr$ 17.351,00;
Arbitro: João Etzel (FPF)
SFC: Joel; Artigas, Toninho; Nenê, Alfredo, Ayala; Jorginho, Rubinho, Adolfrises, Aveiros e Rubens. Tecnico: Bilu
AAP: Barola; Guilherme, Squarza; Joaquim, Brandãozinho, Anthero; Jadir (Renato), Orlando, Paulo, Olegário e Mario Miranda.
ESTREIA OFICIAL
28/10/1945 – Santos 2 x 3 São Paulo Railway
Gols: Gomes (contra) e Ferreira – Fidel, Sá e Vicente
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Renda: Cr$ 3.532,00
A: Artur Rocha
SFC: Zezinho; Artigas e Toninho; Nenê, Alfredo e Ayala (Tico); Jorginho, Antoninho, Zeca Ferreira, Eunápio (Milton) e Rubens. Técnico: Bilú
SPRFC: Ivo; Rubens e Moacir; Gomes, Celeste e Inglês; Sá, Pestana, Fidel, Passarinho (Campineiro) e Vicente.
ULTIMA PARTIDA
18/12/1949 –  EC Rio Branco de Ibitinga 1 x 5 Santos
Gols: Antoninho (2), Juvenal (2) e Zeferino – Não informado
Local: Em Ibitinga, São Paulo.
Competição: Amistoso
Renda: Cr$ 17.000,00
Árbitro: João Gambeta
SFC: Aldo; Hélvio e Expedito; João Pinto, Angelim (Telesca) e Djalma (Alfredo); Barbuí, Zeferino, Juvenal, Antoninho e Luz.
Tecnico: Osvaldo Brandão.
ECRB: Não informado

• Jogos e gols:
1945 – 05 jogos e 00 gol;
1946 – 09 jogos e 00 gol;
1947 – 24 jogos e 00 gol;
1948 – 33 jogos e 00 gol;
1949 – 36 jogos e 00 gol;
Total: 107 jogos e 00 gol.

Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatísticas do Santos FC;
Almanaque do Santos FC;
Jornal Mundo Esportivo;

Jornal A Gazeta Esportiva;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *