Arnaldo Silveira – 1912-1921

Published On 23/06/2014 | Ex-Atletas, Ídolos
Por Gabriel Santana
Santos, 23/06/2014
Atualizado, 05/08/2016

Santista de nascença, Arnaldo Patusca da Silveira, foi o primeiro membro da Família Patusca a fazer história no Santos dentro de campo.
Nascido no dia de 6 de agosto de 1894, foi posteriormente considerado um dos 39 fundadores do Santos Futebol Clube, segundo Ata da Fundação da Assembleia, mesmo não tendo participado da histórica reunião do dia 14 de abril de 1912.
Além de construir sua história dentro de campo, Arnaldo também era primordial fora das quatro linhas. Por alguns anos, foi o 2º Secretário da Diretoria Executiva, e participava ativamente das decisões tomadas pelo clube.
Sobrinho do primeiro presidente santista, Sizino Patusca, e primo dos também ídolos, Ary Patusca e Araken Patusca, o ponta esquerda rápido e habilidoso esteve presente em todos os primeiros grandes momentos da vida do Santos. Foi o autor do primeiro gol da história do clube e o artilheiro do time na conquista do primeiro título, o Campeonato Santista de 1913, com 13 gols. Já com seu primo Ary Patusca na equipe, conquistou o Bicampeonato Santista em 1915.
Foi um dos primeiros jogadores do Santos, ao lado de Adolpho Millon e Haroldo Domingues, a serem convocados para a Seleção Brasileira, pela qual jogou 16 partidas consecutivas, sendo 12 oficiais. Conquistou a Copa Roca em 1914, e o Campeonato Sul-Americano, em 1919, quando foi também o capitão da equipe.
Atuou pelo Santos até 1921, em 131 oportunidades, marcando 72 gols, sendo o 31º maior artilheiro da história santista.
Após a aposentadoria, Arnaldo continuou participando ativamente da vida do Santos.
Em sua homenagem, uma rua no bairro do Estuário, em Santos, foi nomeada com o seu nome: “Rua Arnaldo Silveira”.
Morreu em Santos, no dia 24 de junho de 1980, com 85 anos

Gols – 72
Jogos – 131
Títulos no Santos:
1913 – Campeão Santista
1915 – Campeão Santista
Fichas Técnicas:
15/09/1912 – Santos 3 x 2 Santos Athetic Club
Gols: Arnaldo Silveira [2] e Adolpho Millon; Lee [2].
Local: Avenida Ana Costa (Campo do CA Internacional), em Santos.
Competição: Amistoso
Santos: Julien Fauvel; Sidnei e Arantes; Ernani, Oscar e Montenegro; Millon, Hugo, Nilo, Simon e Arnaldo Silveira. (Belmarço jogou)
SAC: Parsons; Kent e Deweck; Wood, Seddon e Lee; Saul, De Saone, Allen, V. Cross e H. Cross.
– Primeiro jogo da história do Santos, e Arnaldo Silveira marca o tento histórico.
22/06/1913 – Corinthians 3 x 6 Santos
Gols: Adolfo Millon [2], Arnaldo Silveira [2], Ambrósio e Ricardo; Cesar Nunes, Fabbi e Peres
Local: Estádio Parque da Antártica Paulista, em São Paulo.
Competição: Campeonato Paulista
Árbitro: Menezes
Santos: Durval Damasceno; Sidney Simonsen e Arantes; José Pereira da Silva, Ambrósio Silva e Ricardo Pinto de Oliveira; Adolfo Millon, Nilo, Urbano Caldeira, Arnaldo Silveira e Harold Cross.
Corinthians: Casemiro do Amaral; Fúlvio e Casemiro González; Policce, Alfredo e Lepre; Rodrigues, César Nunes, Luis Fabbi, Peres e Aristides.
– No primeiro confronto entre Santos e Corinthians, Arnaldo Silveira decidi o jogo.
14/04/1918 – Santos 8 x 2 Botafogo
Gols: Adolpho Millon [2], Ary Patusca [3], Haroldo Domingues, Marba e Arnaldo Silveira; Petiot e Menezes.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Árbitro: Godinho Cerqueira
Santos: Costa e Silva; Américo e Arthur; Pereira, Jarbas e Ricardo; Adolpho Millon, Marba, Ary Patusca, Haroldo Domingues e Arnaldo Silveira. Técnico: Juan Bertoni
Botafogo: Cazuza (Abreu); Americano e Osny; Franco, Adherbal e Pino; Léo, Petiot, Santinho, Menezes e Celso.
– Em um gesto fidalgo, ao cobrar um pênalti, Arnaldo chutou propositalmente para fora. A partida já estava 6×1, e mesmo assim, foi abraçado pelos jogadores do Botafogo
04/12/1921 – Santos 2 x 0 Seleção de Santos
Gols: Arnaldo Silveira e Ary Patusca.
Local: Avenida Pinheiro Machado, em Santos.
Competição: Amistoso (Taça “Revista A Nota”)
Árbitro: Antonio Petrucci
Santos: Randolpho; Cícero e Paulino; Pereira, Gama e Rosas; Jarbas, Chico Massulo, Ary Patusca, Haroldo Domingues e Arnaldo Silveira.
Seleção Santista: Galvão; Euclides e Meirelles; Cabral, Dário e Abelha; Senna, Abílio, Assunção, Morais e Japonês.
– Ultimo gol e ultimo jogo com a camisa santista.

Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatística do Santos;
Almanaque do Santos;
Livro “100 anos, 100 jogos e 100 ídolos”;

One Response to Arnaldo Silveira – 1912-1921

  1. Pingback: Acervo Histórico do Santos FC | As famílias do Santos Futebol Clube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *