Ary Patusca – 1915-1922

Published On 17/06/2014 | Ex-Atletas, Ídolos
Por Gabriel Santana
Santos, 17/06/2014
Atualizado, 30/12/2015
Foi o primeiro grande atacante e ídolo da história do Santos!
Filho de Sizino Patusca (primeiro presidente do clube), irmão de Araken Patusca (o melhor jogador antes da Era-Pelé) e primo de Arnaldo Silveira (autor do primeiro gol da história do Santos), Ary Patusca consagrou-se no Santos na década de 10 e no começo da década de 20.
Ary era considerado um jogador de excelente técnica, com uma incrível facilidade de marcar gols de cabeça, e não é por acaso que até hoje é considerado um dos maiores cabeceadores da história do futebol.
Enviado por seu pai para estudar contabilidade na Suíça, aproveitou o ensejo e atuou pelo FC Bruhl, equipe local.
Foi um dos primeiros jogadores a fazer sucesso na Europa, primeiramente pela equipe suíça, e depois pela Internazionale de Milão/ITA. Voltou para Santos em 1915, e foi atuar pelo clube do pai.
Estreou pelo time da Vila Belmiro no dia 26 de setembro, contra o Atlético Santista, em jogo válido pelo Campeonato Santista.
É o 17º maior artilheiro da história do Santos, com 108 gols.
Em 1923 foi vítima de pneumonia, e acabou falecendo no dia 4 de dezembro, aos 31 anos.
• Melodia feita pela torcida do Santos, referentes às cabeças de Ary:
Coisa igual não se conhece,
Coisa igual eu nunca vi,
Pois que nada se parece,
Ás cabeçadas do Ary.
Jogos – 85
Gols – 108
Títulos no Santos:
1915 – Campeonato Santista
Fichas Técnicas:
26/09/1915 – Atlético Santista 0 x 4 Santos
Gols: Marba [2], Arnaldo Silveira e Ary Patusca
Local: Estádio na Avenida Conselheiro Nébias, em Santos.
Competição: Campeonato Santista
Árbitro: Eurico Vergueiro
Santos: Ciro Werneck; Américo e Urbano Caldeira; Pereira, Oscar e Ricardo; Adolfo Millon, Aranha, Ary Patusca, Marba e Arnaldo Silveira.
Atlético: Deigham; Herculano e Dodô; Belchara, Belmiro e Délio; Edegard, Florêncio, Cunha, Aldo e Milton.
– Primeira partida e primeiro gol de Ary pelo Santos.
21/11/1915 – São Paulo Railway 0 x 8 Santos
Gols: Ary Patusca [6], Marba e Arnaldo Silveira
Local: Estádio na Avenida Conselheiro Nébias, em Santos.
Competição: Campeonato Santista
Árbitro: Mario Cardim
Santos: Ciro Werneck; Américo e Urbano Caldeira; Pereira, Oscar e Ricardo; Marba, Aranha, Ary Patusca, Anacleto Ferramenta e Arnaldo Silveira.
SPR: Ascânio Bueno; Adriano e Sebastião; Satório, Picurú e Carabôbo; Rabica, Neto, Abílio, Rocha, Pedrinho e Renato.
– O Santos foi campeão por antecipação do campeonato santista, com 6 gols de Ary, 4 de cabeça.
21/04/1917 – Santos 8 x 4 São Cristóvão-RJ
Gols: Ary Patusca [6], Arnaldo Silveira e Adolfo Millon
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso (Taça Antártica)
Árbitro: Antonio Pedroso de Carvalho
Santos: Odorico; Artur e Cícero; Américo, Jarbas e Ricardo; Adolfo Millon, Marba, Ary Patusca, Haroldo Domingues e Arnaldo Silveira.
São Cristóvão: Carnaval; Rubens e Moura; Altair, Villa e Martins; Pederneiras, João Cantuária e Décio; Pinheiro e Sylvio Fontes.
– Ary Patusca marcou os 6 gols de cabeça.
10/12/1922 – Botucatuense 0 x 0 Santos
Local: Estádio Antonio Dalmanto, em Botucatu, São Paulo.
Competição: Amistoso (Taça Doutor Gabriel Guimarães Junior)
Santos: Randolpho; Paulino e Bilu; Gama, Rosa e Renato; Martins, Bonfim, Ary Patusca, Constantino e Floriano.
– Última partida de Ary Patusca pelo Santos
Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatística do Santos;
Almanaque do Santos;
Livro “100 anos, 100 jogos e 100 ídolos”;

2 Responses to Ary Patusca – 1915-1922

  1. Pingback: Acervo Histórico do Santos FC | Arnaldo Silveira – 1912-1921

  2. Pingback: Acervo Histórico do Santos FC | Feitos Históricos – 1912-1954

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *