Athié Jorge Coury, o Presidente!

Published On 01/08/2016 | Presidentes
Por Gabriel Santana
Santos, 09/12/2014
Atualizado, 01/08/2017

Athié Jorge Coury, o maior presidente da história do Santos Futebol Clube!
HISTÓRICO
Nascido em Itu, no estado de São Paulo, no dia 1 de agosto 1904, Athié chegou ao Santos como goleiro, no ano de 1927, após se desligar do Sírio, da capital.
Ganhou grande destaque jogando com a camisa santista, e foi reconhecido como um dos melhores goleiros da época.
Convocado constantemente para atuar pela Seleção Paulista, tornou-se titular absoluto do selecionado, e era o preferido para ser o camisa 01 da Seleção Brasileira na 1º Copa do Mundo, em 1930. Devido ao conflito entre a Federação de São Paulo e a CBD (Confederação Brasileira de Desportos), nenhum atleta do estado de São Paulo foi convocado, e Athié acabou ficando fora da competição mundial.
Gazeta Esportiva - Athié

Capa de “A Gazeta Esportiva”, destacando novamente Athié.

O camisa 1 santista era um dos grandes personagens esportivos da época, e era figura constante nas capas de jornais de esporte. O Jornal Gazeta Esportiva, sempre fazia questão de destacar o poderio técnico de Athié.
Foi o dono da camisa 1 do Santos por 172 partidas, no período de 1927 até 1934, sendo o 14º goleiro que mais atuou com a camisa do Alvinegro.
Logo após a sua aposentadoria, assumiu a presidência do Santos, em 1945. Ficou no cargo de presidente por 26 anos seguidos, nos anos de 1945 a 1971.
Foi durante o seu grande mandato, que o Santos conquistou suas maiores glórias e se firmou como um gigante do futebol.
Athié começou a montar a máquina santista apostando em jogadores jovens, e por esse pensamento, conseguiu revelar os maiores craques da história do Santos, como Pelé, Coutinho, Pepe, Edu, Clodoaldo, Zito, Joel Camargo, entre outros.
Durante o período em que presidiu o clube, o time santista disputou 1.687 partidas, tendo vencido 1.035, empatado 291 e perdido 361. Ao todo, o time marcou 4.630 gols e sofreu 2.549.
Fora da esfera futebolística, Athié também atuava como político. Exerceu as funções de vereador, deputado estadual e federal. Foi também um excelente corretor de café na cidade de Santos.
Em sua homenagem, o dia 1 de agosto foi instituído como o “Dia Athié Jorge Coury”, e todos os anos, seu legado é lembrado e comemorado.
O saudoso Athié faleceu no dia 01/12/1992, aos 88 anos.

1955 - Campeão Paulista (8)

A primeira grande conquista de Athié como presidente!

TÍTULOS EM SUA GESTÃO:
1948 – Taça Cidade de Santos e Taça das Taças
1949 – Taça Cidade de São Paulo
1951 – Torneio Quadrangular de Belo Horizonte
1952 – Taça Santos
1955 – Campeonato Paulista
1956 – Campeonato Paulista, Torneio Internacional da FPF, Taça San-São e Taça dos Invictos
1958 – Campeonato Paulista
1959 – Torneio Rio-São Paulo, Troféu Teresa Herrera, Torneio de Valência, Torneio Pentagonal do México e Torneio Mario Echandi
1960 – Campeonato Paulista, Torneio de Paris e Troféu Giallorosso
1961 – Taça Brasil, Campeonato Paulista, Torneio Itália, Torneio de Paris, Triangular da Costa Rica e Pentagonal de Guadalajara
1962 – Taça Libertadores da América, Mundial Interclubes, Taça Brasil e Campeonato Paulista
1963 – Taça Libertadores da América, Mundial Interclubes, Taça Brasil e Torneio Rio-São Paulo
1964 – Campeonato Paulista, Taça Brasil e Torneio Rio-São Paulo
1965 – Campeonato Paulista, Taça Brasil, Quadrangular de Buenos Aires, Torneio 4º Centenário de Caracas e Hexagonal do Chile
1966 – Torneio Rio-São Paulo e Torneio de Nova York
1967 – Campeonato Paulista e Torneio Triangular Florença-Roma
1968 – Campeonato Paulista, Torneio Roberto Gomes Pedrosa, Recopa Mundial, Recopa Sul-Americana, Pentagonal de Buenos Aires, Torneio Octogonal Chile e Torneio da Amazônia
1969 – Campeonato Paulista e Torneio de Cuiabá
1970 – Torneio Hexagonal do Chile, Taça Cidade de São Paulo e Torneio Triangular da Guatemala
1971 – Torneio Triangular da Jamaica

FICHAS TÉCNICAS DO GOLEIRO ATHIÉ:
09/10/1927 – Santos 9 x 0 Corinthians-STA/SP
Gols: Feitiço [5], Siriri [3] e Camarão.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Santos: Athié; Bilú e David; Alfredo, Julio e Hugo; Omar, Camarão, Siriri, Feitiço e Passos.
Corinthians-STA/SP: Não Informado
– Athié estreia defendendo um pênalti.
24/04/1929 – Santos 1 x 0 Deportivo Barracas Bolívar-ARG
Gols: Feitiço aos 23min do primeiro tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Árbitro: Chicão
Assistentes: Petronilho e Pedro Thomaz
Santos: Athié; David Pimenta e Aristides; Osvaldo, Julio e Alfredo (Hugo); Siriri, Camarão, Feitiço, Araken e Evangelista.
Deportivo: Diaz; Cherro e Moyano; Clemente, Amadei e Cellico; Simonsini, Rivarola, Landolfi, Marassi e Luna.
– Teve grande atuação na primeira vitória santista contra um time estrangeiro.
25/06/1933 – Corinthians 3 x 3 Santos
Gols: Maroim [2] e Camarão; Zuza [2] e Guimarães.
Local: Estádio Parque São Jorge, em São Paulo.
Competição: Campeonato Paulista e Torneio Rio-São Paulo.
Árbitro: Domingos Olmos
Corinthians: Rede (Gimenez); Jaú e Cruz; Brito, Laurindo e Munhoz; Boulanger, Baianinho, Guimarães, Zuca e Gallet. Técnico: Pedro Mazzulo
Santos: Athié; Arlindo e Garcia; Bisoca, Moacyr e Abreu; Victor Gonçalves, Camarão, Raul, Pedrinho e Maroim. Técnico: Loureiro
– O gol de empate do Corinthians foi irregular. Athié, juntamente do meio-campista Bisoca, foram protestar contra a arbitragem, e logo em seguida, começou uma enorme confusão, com a entrada da cavalaria.
15/04/1934 – Santos 0 x 3 Palestra Itália
Gols: Ary (c), Romeu Pellicciari e Imparato.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Paulista
Árbitro: Virgílio Fredrighi
Santos: Athié; Arlindo e Badu; Ary (Alfredo), Dino e Ramon; Mendes, Camarão, Raul, Logu e Victor Gonçalves.
Palestra: Aymoré; Carnera e Junqueira; Tunga, Najavas e Tuffy (Zezé); Álvaro, Gabardo, Romeu Pellicciari, Carnieri e Imparato.
– Ultima partida de Athié

Fontes e Referências:
Jornal Gazeta Esportiva;
Centro de Memória e Estatística do Santos FC:
Almanaque do Santos FC;
Jornal A Tribuna;

One Response to Athié Jorge Coury, o Presidente!

  1. Pingback: Acervo Histórico do Santos FC | Os primeiros santistas selecionáveis para o Mundial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *