Ayala – 1941-1947/1953

Published On 18/07/2016 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana, 
Santos, 18/07/2016

Nome completo – Diego Ayala
Período – 1941-1947/1953
Posição – Médio-esquerdo (volante)
Nascimento – 02 de novembro de 1914, em Iturbe, Paraguai
Jogos – 113
Gols – 02
Histórico – Ayala teve um início no futebol bastante peculiar. Começou sua carreira atuando por um colégio interno, onde permaneceu até os 20 anos. Em 1935, teve sua primeira grande oportunidade no Cerro Porteño/PAR, e logo no primeiro ano, sagrou-se campeão de seu país.
No ano de 1937, Ayala já era considerado um dos principais médios do Paraguai, e era presença constante na seleção paraguaia. Atuava na posição chamada “médio-esquerdo”, uma espécie de volante/lateral pela ala esquerda. Hoje em dia, seria um exímio volante.
Em 1940, aceitou a proposta do EC Uberaba-MG, e teve sua primeira experiência no Brasil. Permaneceu somente um ano no clube mineiro, e em 1941, assinou seu primeiro contrato com o Santos, válido por dois anos. Tornou-se fundamental para a equipe santista, e criou grande admiração pelo clube.
No fim de 1943, sofreu uma grave contusão, que o deixou fora dos gramados por quase um ano. Retornou em outubro de 1944, e mesmo não estando no auge de sua forma, recuperou sua posição na temporada seguinte.
Na famosa excursão pelo Norte e Nordeste do país, em 1946-1947, Ayala foi o fotógrafo da delegação santista. Tinha a fotografia como um de seus passatempos preferidos.
As suas boas qualidades e seus enormes recursos o fizeram até a presente data em que atuou, o estrangeiro com mais jogos pelo Santos, totalizando 113 partidas. Ao passar dos anos, foi ultrapassado “apenas” por Ramos Delgado, Rodolfo Rodriguez e Cejas, sendo agora o 4º estrangeiro que mais atuou pelo Alvinegro, e o paraguaio mais notório de nossa história.

ESTREIA
19/12/1941 – Santos 7 x 1 São Paulo Railway
Gols: Carabina (4), Zoca (2) e Antoninho – Vicente
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Árbitro: Carlos Rustichelli
SFC: José (Nobre); Neves e Ayala; Figueira, Elesbão e Gradim; Armandinho, Zoca, Carabina, Antoninho (Raul) e Massarão.
Técnico: Dario Letona
SPRAC: Joãozinho (Leopoldo), Escobar e Machado; Damasceno, Mario Ramos e Negreiros; Agostinho, Passarinho, Eduardo, Vicente (Godói) e Moacir.
ÚNICOS GOLS
07/10/1953 – Santos 2 x 0 CA Ypiranga
Gols: Ayala aos 37min do primeiro tempo; Ayala (p) aos 24min do segundo tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Paulista
Renda: Cr$ 73.285,00
Público: calculado em 2.400
Árbitro: Dante Rossi
SFC: Luiz; Gueguê e Zito; Feijó, Formiga e Ayala; Ney, Walter, Álvaro, Orlando e Del Vecchio. Técnico: Antoninho
CAI: Valentino; Belmiro e Mario; Gonçalves, Waldemar e Nino; Zé Carlos, Elso, Runtzer, Geraldo e Paulo.

• Jogos e gols:
1941 – 02 jogos e 00 gol;
1942 – 29 jogos e 00 gol;
1943 – 25 jogos e 00 gol;
1944 – 05 jogos e 00 gol;
1945 – 33 jogos e 00 gol;
1946 – 08 jogos e 00 gol;
1947 – 08 jogos e 00 gol;
1953 – 03 jogos e 02 gols;
Total: 113 jogos e 02 gols

Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatísticas do Santos FC;
Almanaque do Santos FC;
Jornal Mundo Esportivo;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *