Basílio – 2004-2005

Published On 19/12/2014 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana, 
Santos, 19/12/2014
Atualizado, 14/07/2016

Nome completo – Valdeci Basílio da Silva
Período – 2004-2005
Posição – Atacante
Nascimento – 14 de julho de 1972, em Andradina, São Paulo.
Jogos – 116
Gols – 42
Histórico – Basílio chegou ao Santos em 2004, sob desconfiança, já pela idade um pouco avançada.
Como não era titular absoluto da equipe, sempre que entrava ao decorrer do jogo, correspondia bem, ora marcava gols, ora dava assistência para seus companheiros marcarem.
Foi ganhando seu espaço no Campeonato Paulista e na Taça Libertadores, com as ausências de Robinho, devido as convocações para a Seleção Brasileira. Basílio sempre entrava e substituía bem o camisa 7, e agradava aos torcedores devido ao seu grande empenho dentro de campo. Apelidado de “Vovô” pelos Meninos da Vila, o Basígol foi crucial na campanha do Título do Brasileiro de 2004. Quando o jogo ficava truncado, ou o Santos desfavorecido no placar, o Técnico Vanderlei Luxemburgo colocava o homem da camisa 18 para resolver. E resolvia.
Na reta final da campanha, Robinho se ausentou em 7 jogos, devido a problemas pessoais. Basílio o substituiu nesses compromissos, e seu desempenho ficou a altura do craque. Participou também do último jogo da conquista, diante do Vasco, e comemorou com imensa alegria o título.
Permaneceu no Santos em 2005, e não teve grandes atuações como no ano anterior, mas sempre atuou e honrou com uma gana enorme a camisa Alvinegra.
Em 2006 acertou sua transferência para o Tokyo Verdy-JAP.

ESTREIA
21/01/2004 – Oeste 0 x 1 Santos
Gol: Jerri aos 44min do primeiro tempo.
Local: Estádio Picardão, em Itápolis.
Competição: Campeonato Paulista
Árbitro: Salvio Spíndola Fagundes
Cartões Amarelos: André Luis, Claiton e Beto.
Cartão Vermelho: Paulo César
Oeste: João Paulo; Eliélson (Márcio Richard), Beto, Marcelo e Nei; Silas, Goiano, Matera (Djalminha) e Guim; Paulinho e Daniel. Técnico: Márcio Rossini
Santos: Júlio Sérgio; Paulo César, André Luís Pereira e Léo; Renato, Claiton, Preto Casagrande (Leandro) e Jerri (Daniel); Basílio e Róbson. Técnico: Emerson Leão
PRIMEIRO GOL
25/01/2004 – Santos 1 x 1 São Caetano
Gols: Fabio Santos aos 33min e Basílio aos 34min do primeiro tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Paulista
Público: 3.916 pagantes
Renda: R$ 60.310
Árbitro: Wilson Luiz Seneme
Cartões Amarelos: Claiton, Róbson, Fábio Santos e Marcelo Mattos.
Santos: Júlio Sérgio; Marco Aurélio, André Luís, Pereira, Léo; Claiton, Preto Casagrande (Jerri), Renato, Daniel; Basílio, Róbson (Luisinho). Técnico: Emerson Leão.
São Caetano: Silvio Luiz; Fabio Santos, Gustavo, Thiago e Serginho; Triguinho, Mineiro, Marcelo Mattos (Anderson Lima) e Zé Carlos (Gilberto); Somália (Anailson) e Marcinho e Técnico: Tite

• Jogos e gols:
2004 – 67 jogos e 29 gols;
2005 – 49 jogos e 13 gols;
Total: 116 jogos e 42 gols

Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatísticas do Santos FC;
Almanaque do Santos FC;

One Response to Basílio – 2004-2005

  1. Hosting says:

    O Santos tambem foi o primeiro a ter 23 jogadores diferentes, que ultrapassaram a marca de 100 gols pelo clube. O recorde de um jogador que fez mais gols contra uma mesma equipe no Brasil pertence a Pele, quando jogava no Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *