Campeonato Paulista – 1932

Published On 04/03/2016 | Campeonato Paulista
Por Gabriel Santana
Santos, 04/03/2016

Em 1932, o Campeonato Paulista teve um ano atípico. Devido a Revolução Constitucionalista de 1932 o certame foi suspenso no dia 9 de julho.
Com a paralisação de 3 meses, e uma guerra travada, o Estadual de 32 teve apenas um turno, e o Santos, diferentemente dos outros anos, não realizou uma boa campanha.

TURNO ÚNICO
01/05 – Germânia 2 x 1 Santos – Gol: Camarão; Parque São Jorge
08/05 – Santos 7 x 1 Corinthians – Gols: Feitiço [3], Natinho [2], Logu e Victor Gonçalves; Vila Belmiro
15/05 – Sírio 4 x 2 Santos – Gols: Feitiço e Victor Gonçalves; Parque Antártica
29/05 – São Paulo 4 x 0 Santos; Chácara da Floresta
05/06 – Associação Atlética São Bento 4 x 1 Santos – Gol: Feitiço; Parque São Jorge
19/06 – SC Internacional 0 x 3 Santos – Gols: Camarão [2] e Logu; Cesário Ramalho
26/06 – Juventus 1 x 2 Santos – Gols: Mário Seixas e Victor Gonçalves; Ponte Grande
13/11 – Santos 4 x 2 Atlético Santista – Gols: Logu [2], Catitu e Camarão; Vila Belmiro
20/11 – Ypiranga 3 x 2 Santos – Gols: Mário Seixas e Logu; Campo da Associação Atlética São Bento
04/12 – Portuguesa 2 x 4 Santos – Gols: Catitu, Bompeixe, Victor Gonçalves e Mário Seixas; Campo da Associação Atlética São Bento
11/12 – Palestra Itália 8 x 0 Santos; Ponte Grande
Campanha:
6º Lugar – 11 jogos – 05 vitórias – 06 derrotas – 26 GP – 31 GC
Artilheiros:
05 gols: Feitiço e Logu
04 gols: Victor Gonçalves e Camarão
03 gols: Mário Seixas
02 gols: Natinho e Catitu
01 gol: Bompeixe
Fichas Técnicas:
01/05/1932 – SC Germânia 2 x 1 Santos
Gols: Camarão – Nenê  e Mayrena
Local: Estádio Parque São Jorge, em São Paulo.
Árbitro: Antonio Sotero de Mendonça
SFC: Athiê; Silvio e Meira; Oswaldo, Serrão, Pinheiro; Vitor Gonçalves, Camarão, Feitiço, Mario Seixas e Logu.
SCG: Damião; Moura e Antunes; Cayuba, Carnera e Ferreira; Antoninho, José, Nenê, Mayrena e Patrício.
08/05/1932 – Santos 7 x 1 Corinthians
Gols: Feitiço (3), Logu, Natinho (2) e Vitor Gonçalves – Staffen
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Árbitro: Victório Sylvestre
SFC: Athiê; Silvio e Pinheiro; Floriano, Agostinho e Abreu; Natinho, Camarão, Feitiço, Victor Gonçalves e Logu.
SCCP: Onça; Juvenal e Vallão; Nerino, Guimarães e Parras; Apparício, Geró, Carlito, Zuza e Staffen. Técnico: José de Carlo
15/05/1932 – SC Sírio 4 x 2 Santos
Gols: Feitiço (p) e Vitor Gonçalves – Vicente, Petronilho e Sancho (2)
Local: Estádio Parque Antártica, em São Paulo.
Árbitro: Theóphilio Osses
SFC: Athiê; Silvio e Pinheiro; Osvaldo, Floriano e Abreu; Natinho, Camarão, Feitiço, Victor Gonçalves e Logu.
SCS: Zeca; Chaves e Monteiro; Tuffy, Del Grande e Miguel; Caetano, Sanchez, Petronilho, Chedid, e Vicente.
29/05/1932 – São Paulo 4 x 0 Santos
Gols: Armandinho (2), Araken e Luizinho.
Local: Campo da Floresta, em São Paulo.
Árbitro: Victório Sylvestre
SFC: Athiê; Silvio e Pinheiro; Floriano, Agostinho e Roberto; Natinho, Armandinho, Feitiço, Moran e Logu.
SPFC: Moreno; Caetano e Barthô; Milton, Bino e Orozimbo; Luisinho, Armandinhoi, Friedenreich, Araken e Junqueira. Técnico: Rubens Salles
05/06/1932 – AA São Bento 4 x 1 Santos
Gols: Feitiço – Barrilote (2), Moacyr e Caetano
Local: Estádio Parque São Jorge, em São Paulo.
Árbitro: Eneas Sgarzi
SFC: Athiê; Silvio e Pinheiro; Floriano, Agostinho e Alfredo; Victor Gonçalves, Catitú, Feitiço, Armandinho e Logu.
AASB: Anníbal; Mesquita e Votorantim; Ruiz, Paco e Rubens; Caetano, Moacyr, Barrilotte, Fidé e Waldemar.
19/06/1932 – Santos 3 x 0 SC Internacional
Gols: Logu aos 10min e Camarão aos 29min e aos 35min do segundo tempo.
Local: Rua Cesário Ramalho, em São Paulo.
Árbitro: Antonio Sotero Mendonça
SFC: Athiê; Meira II e Amorim; Floriano, Agostinho e Alfredo; Victor Gonçalves, Camarão, Feitiço, Mario Seixas e Logu.
SCI: Chiquito; Pastore e Agostinho; Rossi, Zanota e Bastos; Joca, Alberto, Mingo, Tito e Vicente.
26/06/1932 – Juventus 1 x 2 Santos
Gols: Mario Seixas e Victor Gonçalves – Hércules
Local: Campo do São Bento, na Ponte Grande, em São Paulo.
Árbitro: Theóphilio Osses
SFC: Athiê; Meira II e Amorim; Floriano, Agostinho e Alfredo; Victor Gonçalves, Camarão, Feitiço, Mario Seixas e Logu.
CAJ: José; Piola e Segalla; Rafa, Brandão e Joãozinho; Vazio, Nico, Orlando, Moacyr e Hércules.
13/11/1932 – Santos 4 x 2 Atlético Santista
Gols: Logu (2), Catitu e Camarão – Dictinho e Baianinho
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Árbitro: Victório Sylvestre
SFC: Athiê; Amorim e Bompeixe; Floriano, Agostinho e Alfredo; Victor Gonçalves, Camarão, Catitu, Mario Seixas e Logu.
CAS: Cardoso; Pintanella e Nenucho; Rogério, Zarzur e Bisoca; David, Baianinho, Nabor, Dictinho e Silésio.
Essa partida deveria ser realizada em 9 de julho, data que eclodiu o movimento constitucionalista de 32 (Início da Revolução de 32).
20/11/1932 – CA Ypiranga 3 x 2 Santos
Gols: Mario Seixas e Logu – Paulinho (p), Nello e Apra
Local: Campo da AA São Bento, em São Paulo.
Árbitro: José Folker
SFC: Athiê; Amorim e Bompeixe; Floriano, Agostinho e Alfredo; Omar, Camarão, Victor Gonçalves, Mario Seixas e Logu.
CAY: Rato; Rovay e Gallet; Nilo, Santos e Américo; Figueiredo, Nello, Apprá, Lalá e Paulinho.
04/12/1932 – Portuguesa 2 x 4 Santos
Gols: Catitu, Bompeixe (p), Victor Gonçalves e Mario Seixas – Paschoalino e Machado (p)
Local: Campo da AA São Bento, em São Paulo.
Árbitro: Antonio Sotero de Mendonça
SFC: Athiê; Amorim e Bompeixe; Floriano, Agostinho e Alfredo; Victor Gonçalves, Camarão, Catitu, Mario Seixas e Logu.
APE: Waldemar; Raposo e Machado; Pixo, Barros e Xaxá; Teixeira, Dimas, Paschoalino, Russinho e Luna.
11/12/1932 – Palestra Itália 8 x 0 Santos
Gols: Romeu Pellicciari (2), Lara, Imparato III (2), Sandro, Avelino e Golliardo
Local: Campo do São Bento, na Ponte Grande – São Paulo (SP)
Árbitro: Álvaro Cardoso de Moura
Contundidos: Athiê e Catitu (SFC); O Santos terminou a partida com 9 em campo
SFC: Athiê (Vitor Gonçalves); Bompeixe e Amorim; Agostinho, Floriano e Alfredo; Vitor Gonçalves, Camarão, Catitu, Mario Seixas e Logu.
SSPI: Nascimento; Loschiavo e Junqueira; Tunga, Gogliardo e Adolpho; Avelino, Sandro, Romeu, Lara e Imparato.
Técnico: Humberto Cabelli
 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *