Cássio – 1952-1957

Published On 05/10/2017 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana,
Santos, 27/09/2017

Nome completo – Cássio Nogueira
Período – 1952-1957
Posição – Zagueiro
Nascimento – 12 de abril de 1935, em Mirassol, São Paulo
Jogos – 119
Gols – 00

Histórico – Contratado junto ao Taubaté EC, ainda no amador, Cássio teve grande atuações pela Seleção do Exército, enquanto servia o quartel de Caçapava. Seu desempenho fez com o que então treinador santista, Aimoré Moreira, pedisse sua contratação.
Destacava-se pela sua polivalência e dedicação dentro de campo. Era um zagueiro extremamente sério dentro das quatro linhas, e não considerava nenhuma bola perdida. Na Vila Belmiro, nunca foi titular absoluto, porém, quando convocado, defendia com honra a camisa santista.
Estatisticamente, sua melhor temporada pelo Santos, foi no ano de 1954, quando o zagueiro atuou em 37 oportunidades. Fez parte do elenco Bicampeão Paulista em 1955-1956.
Em 1957 seguiu para o acertou com o Corinthians, onde atuou por dois anos. De lá foi para o Comercial-SP, onde atuou até os 25 anos, quando teve que operar os dois joelhos.
Ao se aposentar, tornou-se construtor imobiliário por quase 30 anos, com forte atuação em Santos e Praia Grande.
No ano de 1984, Cássio ocupou o cargo de diretor de futebol do Santos, figurando como um dos grandes responsáveis pela conquista do Campeonato Paulista daquele ano.
Faleceu no dia 5 de junho de 2014, aos 79 anos.

ESTREIA
13/04/1952 – Santos 4 x 3 Seleção Carioca Amadores
Gols: Nando (3) e Aires – Larry , Milton e Humberto.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Renda: Cr$ 7.265,00
Árbitro: Mario Gardelli
SFC: Leonídio (Luis); Atílio (Charré) e Expedito; Diogo (Cássio), Formiga e Ivan (Dedé); Alemãozinho, Barbui, Alemão (Aires), Odair (Ademar) e Nando. Técnico: Aymoré Moreira
FMF: Carlos Alberto; Ismael e Mauro; Zózimo, Adésio e Adílson (Benê); Milton, Humberto, Larry, Vassil e Borges (Nilo)
ULTIMO JOGO
14/04/1957 – Santos 6 x 1 Guarani
Gols: Pagão (2), Pelé (2), Dorval e Tite – Vilalobos
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Renda: Cr$ 70.160,00
Árbitro: Abilio Ramos
SFC: Manga (Barbosinha); Cássio e Ivan; Fiote, Ramiro e Urubatão; Dorval, Álvaro, Pagão (Zinho), Pelé e Tite. Técnico: Lula
GFC: Nicanor; Valdir I e Valdir II; Dalmo, Joel e Benê; Fifi, Vilalobos, Romero (Sessa), Friaça (Edgard) e Jansen.

• Jogos e gols:
1952 – 05 jogos;
1953 – 31 jogos;
1954 – 37 jogos;
1955 – 12 jogos;
1956 – 23 jogos;
1957 – 11 jogos;
Total – 119 jogos e 00 gol

Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatística do Santos FC;
Sessão “Que Fim Levou”, de Milton Neves;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *