Com menos idade do que Pepe, Robinho e Neymar, Rodrygo marca seu 1º gol!

Published On 26/01/2018 | Informações
Por Gabriel Santana,
Santos, 26/01/2018

Na noite de ontem, o Santos FC venceu a Ponte Preta de virada, com gols de Eduardo Sasha, e do jovem Rodrygo, oriundo das categorias de base do time santista. Após sair perdendo por 1×0, Sasha empatou o jogo aos 28 minutos, e Rodrygo, assinalou o tento vitorioso aos 46 da etapa complementar.
Ambos os atacantes marcaram pela primeira vez com a camisa santista. Contratado do Internacional, o camisa 27 do Santos atuou apenas pela 2ª pelo Alvinegro, e já deixou sua marca. Já Rodrygo, marcou seu primeiro gol na 4ª vez que foi a campo.

VANTAGEM EM CAMPINAS
Com o triunfo, o Alvinegro aumentou sua vantagem diante da Ponte Preta, no próprio estádio da equipe de Campinas, o Moisés Lucarelli. No total, já foram realizadas 58 partidas entre as equipes no estádio campineiro, e o time santista soma 25 vitórias, contra 21 triunfos da equipe da casa.

PRIMEIRO QUE OS ÍDOLOS
Rodrygo marcou seu primeiro gol pelo profissional com apenas 17 anos e 16 dias de vida. Com isso, deixou sua marca antes do que ídolos históricos, e todos eles, inclusive, também oriundos da melhor base do futebol mundial: Pepe, Robinho e Neymar.
O Canhão da Vila, marcou seu primeiro gol no time principal aos 20 anos, diante do Juventus, na Rua Javari. Já Robinho, assinalou seu primeiro tento diante do Comercial de Ribeirão Preto, quando tinha 18 anos de idade. E o craque Neymar tinha 17 anos, um mês e dez dias, quando marcou diante do Mogi Mirim.

Com passe de Vecchio, Rodrygo marcou seu 1º gol! (Foto/Flickr Santos FC)


Ficha Técnica:
25/01/2018 – Ponte Preta 1 x 2 Santos
Gols: Léo Arthur aos 8min do primeiro tempo; Eduardo Sasha aos 28min e Rodrygo aos 46min do segundo tempo.
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, São Paulo.
Público e renda: 3.032/R$ 51.100,00
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Vitor Carmona Metestaine
AAPP: Ivan, Emerson, Renan Fonseca, Luan Peres e Jeferson; Marciel (Ronaldo), Tiago Real e Léo Artur (Thiaguinho); Silvinho (Marquinhos), Felipe Saraiva e Felippe Cardoso. Técnico: Eduardo Baptista
SFC: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz e Caju; Alison, Matheus Jesus (Jean Mota) e Vecchio; Copete, Arthur Gomes (Rodrygo) e Rodrigão (Eduardo Sasha). Técnico: Jair Ventura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *