Confrontos – Santos x América

Published On 21/08/2015 | Confrontos Internacionais - Clubes
Santos x América/MEX
14 jogos – 07 vitórias do Santos – 04 empates – 03 vitórias do América
30 gols marcados – 16 gols sofridos – saldo: +14
LISTA DE TODOS OS JOGOS:
12/02/1959 – América 0 x 5 Santos – Cidade do México – Pentagonal do México
22/02/1961 – América 2 x 6 Santos – Guadalajara – Pentagonal de Guadalajara
04/02/1970 – América 0 x 7 Santos – Santiago, Chile – Torneio Hexagonal
11/07/1972 – América 2 x 4 Santos – Los Angeles, EUA – Amistoso
08/10/1977 – América 2 (5) x (7) 2 Santos – León – Torneio Triangular
15/08/1982 – América 4 x 0 Santos – Cidade do México – Amistoso
12/11/1991 – América 2 x 1 Santos – Cidade do México – Amistoso
15/07/2001 – América 1 (4) x (2) 1 Santos – Guadalajara – Copa Nike
16/05/2007 – América 0 x 0 Santos – Cidade do México– Taça Libertadores
23/05/2007 – Santos 2 x 1 América – Vila Belmiro – Taça Libertadores da América
15/05/2008 – América 2 x 0 Santos – Cidade do México– Taça Libertadores
22/05/2008 – Santos 1 x 0 América – Vila Belmiro – Taça Libertadores da América
27/04/2011 – Santos 1 x 0 América – Vila Belmiro – Taça Libertadores da América
03/05/2011 – América 0 x 0 Santos – Querétaro – Taça Libertadores da América
CURIOSIDADE:
O América/MEX é um dos maiores adversários internacionais do Santos, sendo a 5º equipe estrangeira que mais enfrentou o time santista, ficando atrás apenas do Peñarol/URU (22 jogos), Colo-Colo/CHI (16 jogos), River Plate/ARG (15 jogos) e Racing/ARG (14 jogos).
POR LOCALIDADES:
No México – 09 jogos – 02 vitórias – 04 empates – 03 derrotas
No Brasil – 03 jogos – 03 vitórias – 00 empate – 00 derrota
No Chile – 01 jogo – 01 vitória – 00 empate – 00 derrota
Nos Estados Unidos – 01 jogo – 01 vitória – 00 empate – 00 derrota
FICHA TÉCNICAS:
13/02/1959 – América/MEX 0 x 5 Santos
Gols: Pelé aos 31min, Pagão aos 34min, Pepe aos 36min e Dorval aos 38min do primeiro tempo; Pelé aos 27min do segundo tempo.
Local: Estádio Olímpico Universitário, na Cidade do México, México.
Competição: Pentagonal do México
Público: 80.000 aproximadamente
Árbitro: Manolo Alonso
América: Camacho (Huerta); Besco, Ferrai e Lemis; Wedell e Najera (Gomes); Valdez (Selma), Sanchez Garcia (Soto), Palmer, Ochoa (Gutierrez) e Figueroa.
Santos: Manga (Laércio); Hélvio e Dalmo (Feijó); Getúlio, Ramiro (Fioti) e
Zito; Dorval, Álvaro (Afonsinho), Pagão (Coutinho), Pelé e Pepe. Técnico: Lula
22/02/1961 – América/MEX 2 x 6 Santos
Gols: Pepe aos 14min e Dorval aos 37min do primeiro tempo; Mercado aos 16min, Pelé aos 19min e aos 29min, Pavés aos 30min, Zito aos 37min e Coutinho aos 40min do segundo tempo.
Local: Estádio Jalisco, em Guadalajara, México.
Competição: Pentagonal de Guadalajara.
Renda: Cr$ 4.700,000,00
Árbitro: Franco Ramiro Garcia
Auxiliares: Juan Mena e Roberto Jiménez
América: Herta; Bosco, Portugal e Lemus; Schandlein e Najera; Valdés (Mercado), Piña (Gómez), Palmer (Pavés), Jasso (Leaky) e Quintanar.
Santos: Laércio (Lalá); Fioti, Mauro e Dalmo (Zé Carlos); Zito e Calvet (Formiga); Dorval, Ney (Mengálvio), Pagão (Pelé), Coutinho e Pepe. Técnico: Lula
04/02/1970 – América/MEX 0 x 7 Santos
Gols: Pelé aos 14min, aos 23min e aos 39min do primeiro tempo; Coutinho aos 26min, Nenê aos 30min, Rildo aos 35min e Manoel Maria aos 42min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional, em Santiago, Chile.
Competição: Torneio Hexagonal
Público: calculado em 13.000
Árbitro: Jaime Amor
Santos: Joel Mendes (Agnaldo); Carlos Alberto, Ramos Delgado, Joel Camargo e Rildo (Turcão); Lima e Nenê; Manoel Maria, Coutinho (Douglas) Pelé e Abel.
América: Pineda; Ramírez, Veja, Montes e Cuenca; Reinoso e Hernandez; Gomez, Cisneros, Alves e Rodriguez.
08/10/1977 – Santos 2 (5) x (3) 2 América/MEX
Gols: Joãozinho e Juary; Manzo e Kiese
Local: Estádio de Leon (Nou Camp), em Leon, México.
Competição: Torneio Triangular
Público: 10.000 aproximadamente
Árbitro: Mario Rubio
Cartão Amarelo: Joãozinho
Expulsos: Nilton Batata e Oto Gloria (Técnico do Santos)
Pênaltis: Santos: Alfredo, Roberto, Mario, Bianchi e Fernando
Santos: Ernani; Fernando, Joãozinho, Alfredo e Fausto (Neto); Zé Mario, Carlos Roberto e Ailton Lira (Bianchi); Nilton Batata, Juary e Rubens (Bozó).
América: Soto; Martinez, Regis, Cornero e Perez; Garcia, Victorino e Valdez (Reynoso); Kiese, Manzo e Luizinho (Ordaz)
15/07/2001 – América/Mex 1 (4) x (2) 1 Santos
Gol: Weldon; Oviedo
Local: Estádio Jalisco, em Guadalajara, México.
Competição: Copa Nike
Público: 10.000 aproximadamente
Árbitro: Jorge Eduardo Gasso
América: Rios (Pineda); Pardo, Santibañez, Gutiérrez, Davino e Luna; Mendoza, González, Estay, Fabio (Patiño) e Oviedo.
Santos: Fábio Costa; Russo (Michel), Galván, Claudiomiro e Léo; Paulo Almeida, Preto, Weldon e Adiel; Julio Cesar e André Dias.
Pênaltis: Pardo, Oviedo, Patiño e Davino; Galván e Michel.
16/05/2007 – América/MEX 0 x 0 Santos
Local: Estádio Azteca, na Cidade do México, México.
Competição: Taça Libertadores
Árbitro: Roberto Silvera (URU)
Auxiliares: Walter Rial e Pablo Fandiño (ambos do URU)
Cartões amarelos: Marcelo (S), Torres (A), Zé Roberto (S), Cuevas (A) e Domingos (S) e Pedrinho (S)
América: Ochoa; Cervantes, Iñigo (Cabañas) e Baloy; Ricardo Rojas, Pérez (Fernandez), Infante, Torres, Peña e Mosqueda (Blanco); Cuevas. Técnico: Luis Fernando Tena
Santos: Fabio Costa; Ávalos, Marcelo e Domingos; Alessandro, Maldonado, Rodrigo Souto (Rodrigo Tabata), Cléber Santana, Zé Roberto e Kléber; Marcos Aurélio (Pedrinho). Técnico: Vanderlei Luxemburgo
23/05/2007 – Santos 2 x 1 América/MEX
Gols: Bilos aos 32min do primeiro tempo; Jonas aos 20min e Rodrigo Souto aos 26min do segundo tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Taça Libertadores
Árbitro: Oscar Ruiz (COL)
Auxiliares: Abraham Gonzalez e Juan Carlos Bedoya (ambos da COL)
Cartões amarelos: Infante (A) e Zé Roberto (S)
Santos: Fábio Costa; Alessandro (Pedrinho), Adaílton, Ávalos e Kléber; Rodrigo Souto, Maldonado, Cléber Santana (Marcelo) e Zé Roberto; Jonas (Dionísio) e Marcos Aurélio. Técnico: Vanderlei Luxemburgo
América: Navarrete; Cervantes, Baloy e Iñigo (Márquez); Rojas, Torres, Peña, Mosqueda (Pérez) e Infante; Bilos e Cuevas. Técnico: Luis Fernando Tena
22/05/2008 – Santos 1 x 0 América/MEX
Gols: Kléber Pereira aos 17min do segundo tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Taça Libertadores
Árbitro: Jorge Larrionda (URU)
Auxiliares: Carlos Pastorino e Gustavo Siegler (URU)
Cartões amarelos: Silva, Villa, Sebá, Cabãnas (América); Trípodi (Santos)
Santos: Fábio Costa; Marcelo, Betão (Quiñonez), Fabão e Kléber; Rodrigo Souto, Marcinho Guerreiro e Molina; Wesley (Trípodi), Kléber Pereira e Lima. Técnico: Emerson Leão
América: Ochoa, Castro, Sanchez, Sebá Dominguez; Ismael Rodríguez (Iñigo), Oscar Rojas, Germán Villa e Alejandro Argüello (Jesus Sanchez); Juan Carlos Silva, Cabañas e Esqueda (Mosqueda). Técnico: Juan Antonio Luna
27/04/2011 – Santos 1 x 0 América/ME
Gol: Paulo Henrique Ganso, aos 38 minutos do primeiro tempo
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Taça Libertadores
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)
Assistentes: Pablo Fandiño e Miguel Nievas (Uruguai)
Cartões amarelos: Danilo (Santos); Rojas, Mosquera, Layún (América)
Cartão vermelho: Layún (América)
Santos: Rafael; Jonathan, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Danilo, Elano (Adriano) e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Zé Eduardo (Alan Patrick). Técnico: Muricy Ramalho
América: Ochoa; Cervantes (Layún), Mosquera, Valenzuela e Rojas; Rosinei, Reyes, Olivera (Sánchez) e Vuoso (Reyna); Martínez e Marquez
Técnico: Carlos Reinoso
03/05/2011 – América/MEX 0 x 0 Santos
Local: Estádio La Corregidora, em Querétaro, México.
Competição: Taça Libertadores
Horário: 22h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Carlos Vera (Equador)
Assistentes: Luis Alvarado e Marco Muzo (ambos do Equador)
Cartões amarelos: Valenzuela, Sánchez, Reyes e Reyna (América-MEX)
América: Ochoa; Rojas, Mosquera, Valenzuela e Reyes; Treviño, Pardo (Reyna), Rosinei e Montenegro (Gallardo); Vuoso e Sánchez (Esqueda).
Técnico: Carlos Reinoso
Santos: Rafael; Jonathan, Edu Dracena (Alex Sandro), Durval e Léo; Adriano, Arouca (Rodrigo Possebon), Danilo e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Zé Eduardo (Bruno Aguiar). Técnico: Muricy Ramalho
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *