Delso – 1935-1936

Published On 23/09/2016 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana e Ronaldo Silva
Santos, 23/09/2016

Nome completo – Delso Rabelo de Oliveira
Período – 1935-1938
Posição – Atacante (centroavante)
Nascimento – 16 de julho de 1913, em Águas da Prata, São Paulo
Jogos – 16
Gols – 11

Histórico –  Nascido em Águas de Prata, município pertencente a Microrregião de São João da Boa Vista, Delso iniciou sua trajetória no futebol na Associação dos Legionários da Região e da Pátria, o Legionários, de São João da Boa Vista.
Aos 18 anos, em 1931, disputou o Campeonato Sanjoanense, e mesmo com a má campanha de sua equipe, se destacou, e foi contrato pela Esportiva (Sociedade Esportiva Sanjoanense), o principal time da cidade.
De 1932-1934, Delso realizou ótimas partidas, e começou a chamar atenção dos esportistas do município, e “Tampinha”, diretor do Esportiva que era torcedor do Santos, levou o centroavante para a Vila Belmiro, afim de realizar testes.
Delso agradou e permaneceu no clube santista, e ingressou na equipe em 1935. Estreou em uma partida diante do Corinthians, no dia 10 de março.
Com a bola no pé, Delso tinha como principal característica o chute colocado. Poucas vezes chutava forte, sempre preferiu o “jeito”.
Fez parte da conquista do Título Paulista de 1935, onde atuou em 7 partidas das 12 disputadas pelo time santista.
No início de 1936, após sofrer uma grave lesão em amistoso diante do então Palestra Itália, Delso retornou para sua cidade natal, para voltar a atuar pela Esportiva, onde permaneceu até o fim de sua carreira, em 1943.
Já em sua terra, Delso recebeu a visita de Neves, capitão do título de 1935. O zagueiro foi entregar a medalha do titulo a Delso, que se emocionou muito ao receber o presente. .

ESTREIA
10/03/1935 – Santos 3 x 2 Corinthians
Gols: Delso e Mario Seixas (2) – Mamede e Carlito
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Árbitro: José Alexandrino
SFC: Cyro, Neves e Badu; Marteletti, Ferreira e Ramon; Sacy, Moran, Delso, Mário Seixas (Logu) e Paulinho.
SCCP: José; Jaú e Jarbas (Menfon); Brito, Brandão Munhoz; Antoninho, Baiano, Mamede, Carlito (Ovidio) e Mamedico. Técnico: Amílcar Barbuy
ULTIMO JOGO
26/01/1936 – Santos 1 x 3 Palmeiras
Gols: Neves (p) – Mathias III (2) e Tuffy
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Árbitro: Paulo Wenwel
SFC: Cyro, Neves e Agostinho (Meira); Ferreira, Marteletti e Jango; Sacy, Mario Pereira, Raul (Delso), Araken (Victor Gonçalves) e Junqueira. Técnico: Bilú
SEPI: Jurandir; Carnera e Bengliomine; Tufi, Dula e Serafim; Morais, Luizinho, Rolando, Gabriel e Matias. Técnico: Ventura Cambon

• Jogos e gols:
1935 – 15 jogos e 11 gols;
1936 – 01 jogo e 00 gol;
Total: 16 jogos e 11 gols

Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatísticas do Santos FC;
Almanaque do Santos FC;
Jornal “Mundo Esportivo”;
Revista “Delso, um artilheiro entre nós”;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *