Douglas – 2002-2003/2005

Published On 05/01/2017 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana
Santos, 05/01/2017

Nome completo – Douglas Freitas Cardozo Rodrigues
Período – 2002-2003/2005
Posição – Atacante
Nascimento – 16 de março de 1982, em São Paulo
Jogos  63
Gols – 09

Histórico – Revelado na mesma safra de Diego e Robinho, o atacante Douglas subiu ao profissional em 2002, e fez parte da campanha memorável do Título Brasileiro daquele ano.
Na temporada 2002, Douglas atuou em 24 partidas, sendo 7 pelo Campeonato Brasileiro.
Em 2003, permaneceu no elenco santista, e também fez parte das campanhas do Vice-Campeonato da Taça Libertadores e do Campeonato Brasileiro. No ano seguinte, em 2004, foi emprestado ao Goiás, retornando ao Santos no início de 2005.
Mesmo com bons atributos, o atacante Douglas não se firmou na equipe santista, devido a grande concorrência.
Algumas de suas melhores partidas com a camisa do Santos, foram realizadas em 2005. Em sua primeira partida pós-empréstimo, diante do Mogi Mirim, pelo Campeonato Paulista, entrou em campo restando poucos minutos. O placar marcava a igualdade de 2×2, e em dois lances, aos 45 e aos 46 minutos, Douglas assinalou dois gols para o time santista, e decretou a vitória para o Alvinegro. Já pelo Campeonato Brasileiro, contra o Goiás, Douglas formou a dupla de ataque com Basílio, e com dois gols cada, o Santos venceu a equipe goiana em pleno Serra Dourada, por 4×3.
No início de 2006, já sem vínculo com o Alvinegro, transferiu-se para o Widzew Lodz, da Polônia. Passou por outras equipes sem expressão da Europa, até retornar ao Brasil, em 2009, para atuar no Uberaba e Atlético Sorocaba.
Retornou ao exterior em 2010, para atuar na Tailândia, onde se firmou no meio futebolístico. No país asiático, já atuou pelo Buriram United, em 2010, Songkhla United, em 2011, Ratchaburi FC, 2012-2014, PTT Rayong/TAI, em 2015 e seu clube atual é o Bangkok.
Douglas mantém ao máximo suas relações com o time da Vila, e as amizades feitas naquele inesquecível time de 2002, são duradouras até hoje. Praticamente todo final de ano, vem à Santos, e participa de jogos beneficentes realizados por ex-atletas do Santos.

ESTREIA
20/01/2002 – Santos 3 x 0 América-RJ
Gols: Cléber aos 40min, Robert aos 46min, e William aos 48min do segundo tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Torneio Rio-São Paulo
Público: 4.592 pagantes
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Cartões amarelos: Cléber (S), Leonardo e Luciano Gá (A)
Santos: Fábio Costa; Michel (Douglas), Preto, Cléber e Léo, Paulo Almeida, Marcelo Silva, Eduardo Marques (Diego) e Robert; Elano e Thiago (William). Técnico: Celso Roth
América: Marcelo Leite; Leonardo, Edmar, Luciano Gá e Piá; Neto, Luciano Netter, Serginho e Ratinho (Andrei); Fágner e Fábio Araújo. Técnico: Mario Marques
PRIMEIRO GOL
30/03/2002 – Vasco 1 x 1 Santos
Gols: Douglas aos 5min do primeiro tempo; Romário aos 45min do segundo tempo.
Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro.
Competição: Torneio Rio-São Paulo
Árbitro: Leonardo Gaciba (RS)
Cartões Amarelos: Donizete e Euller (V); André Luís, Michel, Odvan, Douglas e Diego (S)
Cartões Vermelhos: Robert (S) e Alex Oliveira (V)
Vasco: Hélton; Leonardo, João Carlos e Alex Oliveira; Jamir (Rodrigo), Donizete Oliveira (Ely Thadeu), André Leone, Léo Lima (André) e Felipe; Euller e Romário. Técnico: Evaristo de Macedo
Santos: Fábio Costa; Odvan, Preto e André Luís; Michel (Esquerdinha), Marcelo Silva, Renato, Diego (Paulo Almeida) e Léo; Douglas (William) e Robert. Técnico: Celso Roth
ULTIMO JOGO
31/08/2005 – Santos 2 (2) x (4) 1 Fluminense
Gols: Edmílson e Geílson; Tuta
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Copa Sul-Americana
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR) e Altemir Hausmann (RS)
Cartões amarelos: Gabriel Santos (F), Rogério (S)
Santos: Saulo; Bóvio (Luciano Henrique), Rogério, Luís Alberto e Wendel; Zé Elias (Edmilson), Fabinho, Léo Lima e Giovanni; Geílson e Douglas (Danilinho). Técnico: Alexandre Gallo
Fluminense: Kleber; Gabriel, Gabriel Santos, Igor e Juan; Romeu, Arouca, Felipe e Preto (Juninho); Leandro (Beto) e Tuta. Técnico: Abel Braga
Pênaltis: Gabriel, Juan, Tuta e Felipe marcaram pelo Fluminense. Beto errou. Giovanni e Wendel fizeram pelo Santos. Luciano Henrique e Edmilson desperdiçaram.

• Jogos e gols:
2002 – 24 jogos e 02 gols;
2003 – 25 jogos e 03 gols;
2005 – 14 jogos e 04 gols;
Total – 63 jogos e 09 gols.

Fontes e Referências:
Almanaque do Santos FC;
Centro de Memória e Estatística do Santos FC;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *