Durval – 2010-2013

Published On 03/03/2017 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana
Santos, 03/03/2017

Nome completo – Severino dos Ramos Durval da Silva
Período – 2010-2013
Posição – Zagueiro
Nascimento – 11 de setembro de 1980, em Cruz do Espírito Santo, Paraíba
Jogos – 249
Gols – 07

Histórico Revelado nas categorias de base do Unibol Pernambuco FC, clube atualmente extinto, Durval começou a aparecer para o cenário futebolístico quando ainda atuava no Botafogo-PB. Campeão Paraibano em 2003, foi contratado pelo Brasiliense-DF no ano seguinte, na época em que o clube de Brasília estava em ascensão. Novamente foi campeão estadual, em 2004.
Em 2005, Durval viveu sua melhor fase até então. Contratado pelo Atlético-PR, chegou a final da Taça Libertadores com o time paranaense, e acabou ficando com o vice-campeonato.
Mas foi no Sport que Durval encontrou “seu lar”. Entre 2006 e 2009, foi Tetracampeão Pernambucano, além de faturar o título da Copa do Brasil de 2008, em cima do Corinthians. Tornou-se um grande ídolo dos torcedores pernambucanos.
No início de 2010, acertou contrato com o time da Vila Belmiro, e encontrou seu grande auge da carreira. Ao lado de Edu Dracena, formou a dupla de zaga que permaneceu como titular em 3 temporadas consecutivas.
Seu jeito firme de atuar, sem fazer qualquer tipo de “brincadeira”, se destacava na equipe santista. Um verdadeiro xerife dentro de campo. Como principal qualidade, tinha o desarme, dando a segurança necessária para o DNA ofensivo do Santos, realizar seu trabalho no ataque.
Com o time santista, conquistou o Tricampeonato Paulista, 2010-2011-2012, a Copa do Brasil de 2010, a Taça Libertadores de 2011 e a Recopa Sul-Americana de 2012.
Ao todo, contando desde seu primeiro título estadual, com o Botafogo-PB, Durval conquistou 10 títulos estaduais consecutivos, entre 2003-2012.
Permaneceu na Vila Belmiro até o fim de 2013, quando acertou sua volta ao Sport, onde é considerado um dos maiores ídolos do clube.

ESTREIA
24/01/2010 – Mogi Mirim 2 x 1 Santos
Gols: Paulo Henrique, aos 30min, e Niel, aos 37min do primeiro tempo; Geovane, aos 36min do segundo tempo
Local: Estádio Papa João Paulo II, em Mogi Mirim, São Paulo.
Competição: Campeonato Paulista
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira
Auxiliares: Alessandro Pitol Arantes e João Edílson de Andrade
Cartões amarelos: Audálio, Ricardo Oliveira e Geovane (Mogi Mirim); Wesley, Bruno Rodrigo, Pará e Rodrigo Mancha (Santos)
MMEC: Alex Alves; Anderson Conceição, Audálio e Fábio Sanches (Jorge Preá) (Everton); Niel, Ricardo Oliveira, Baraka, Marcelo e Raí; Luis Mário (Nando) e Geovane. Técnico: Francisco Diá
SFC: Felipe; Pará, Bruno Rodrigo, Durval e Léo (Marquinhos); Rodrigo Mancha, Roberto Brum (Germano), Wesley e Paulo Henrique Ganso; Neymar e André (Madson). Técnico: Dorival Júnior
PRIMEIRO GOL
11/04/2010 – São Paulo 2 x 3 Santos
Gols: Junior Cesar (contra), aos 25min e André, aos 40min do primeiro tempo; Hernanes, aos 8min, Dagoberto aos 21min e Durval, aos 45min do segundo tempo.
Local: Estádio Morumbi, em São Paulo.
Competição: Campeonato Paulista
Público: 35.695 pagantes
Renda: R$ 1.578.325,25
Árbitro: Marcelo Rogério (SP)
Assistentes: Vicente Romano Neto e David Botelho Barbosa
Cartões amarelos: Cicinho (São Paulo), Neymar, Léo, Robinho, Wesley, Edu Dracena e Paulo Henrique Ganso (Santos)
Cartões vermelhos: Marlos (São Paulo)
SPFC: Rogério Ceni; Jean, Alex Silva, Miranda e Junior Cesar; Rodrigo Souto, Hernanes, Jorge Wagner (Fernandinho) e Marlos; Dagoberto (Marcelinho) e Washington (Cicinho).
Técnico: Ricardo Gomes
SFC: Felipe; Wesley, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Marquinhos (Zé Eduardo) e Paulo Henrique Ganso; Robinho, André (Pará) e Neymar (Madson). Técnico: Dorival Júnior
ULTIMO JOGO
08/12/2013 – Goiás 0 x 3 Santos
Gols: Cícero aos 5min e Montillo aos 44min do primeiro tempo; Montillo aos 31min do segundo tempo.
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia, Goiás.
Competição: Campeonato Brasileiro
Público: 25.238 pagantes
Renda: R$ 354.655
Árbitro: Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Cartões Amarelos: Gustavo Henrique e Durval (Santos)
Cartão Vermelho: Hugo (Goiás)
GEC: Renan, Vítor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Amaral, Dudu Cearense (Ramon), Eduardo Sasha (Roni), Hugo e Renan Oliveira (Wellington Júnior); Walter. Técnico: Enderson Moreira.
SFC: Aranha; Cicinho, Gustavo Henrique, Durval e Mena (Emerson Palmieri); Alison (Alan Santos), Arouca, Cícero e Montillo; Thiago Ribeiro (Everton Costa) e Geuvânio. Técnico: Claudinei Oliveira.

• Jogos e gols:
2010 – 68 jogos e 03 gol;
2011 – 66 jogos e 00 gol;
2012 – 63 jogos e 02 gols;
2013 – 52 jogos e 02 gols;
Total – 249 jogos e 07 gols

Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatística do Santos FC;
Almanaque do Santos FC;
Site do “Sport Recife”;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *