Elano – 2001-2005/2011-2012/2015/2016

Published On 08/04/2014 | Ex-Atletas, Ídolos
Por Gabriel Santana
Santos, 08/08/2014
Atualizado, 25/11/2016

Após passar pelas categorias de base do Guarani e da Inter de Limeira, Elano chegou ao Santos em 2001, aos 19 anos de idade.
Nascido em Iracemápolis, no 14 de Junho de 1981, sempre foi discreto e muito modesto. Se destacava pela grande participação no coletivo, e foi ganhando seu espaço aos poucos. Com seu ótimo controle de bola, bom passe, precisão para bater na bola e uma boa marcação, se tornou uma espécie de Curinga da Vila, seguindo os passos do Eterno Lima. Atuou de volante, meio-campo, lateral direito e até mesmo atacante.
Sua primeira partida na equipe profissional do Santos, foi diante de seu ex-clube, o Guarani, ao entrar no lugar do centroavante Deivid.
Foi crucial para as conquistas dos Títulos Brasileiros de 2002 e 2004, fazendo 25 gols juntando as duas campanhas. E desses 25 tentos marcados, dois foram decisivos e determinantes. Um na grande final contra o Corinthians, em 2002, e outro na última rodada de 2004, diante do Vasco.
Deixou o Santos no começo de 2005, para a atuar no Shakhtar Donetsk-UCR. Depois de 2 anos na Ucrânia, foi para a Inglaterra, onde jogou no Manchester City, e por fim, antes de voltar para a Vila Belmiro, atuou ainda no Galatasaray, da Turquia.
Com o seu bom momento na Europa, foi titular da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2010.
Retornou para o Santos no começo de 2011, e teve um início excelente. Tornou-se um dos líderes da equipe, sendo o capitão em diversas vezes. Foi também o artilheiro do Campeonato Paulista de 2011, fato pouco comum em sua carreira.
Conquistou os Títulos Paulistas de 2011 e 2012, e a Taça Libertadores de 2011, com a nova geração de Meninos da Vila. No segundo semestre de 2012, selou sua ida ao Grêmio, envolvido numa troca com o argentino Miralles.
Após passagem por Flamengo e pelo Chennaiyin FC-IND, Elano acertou sua 3º passagem pelo Santos no dia 13 de janeiro de 2015.
No dia 13 de maio, Elano chegou a marca impressionante de 300 jogos com a camisa do Santos, em confronto diante do Maringá, pela Copa do Brasil.
Sendo um dos líderes da equipe, conquistou mais um título pelo Santos, o Campeonato Paulista de 2015.
No 2º semestre da temporada 2015, Elano retornou ao clube indiano Chennaiyin FC, por empréstimo, onde foi novamente campeão.
Como em todas as suas outras passagens, conquistou mais um título, o de Campeão Paulista de 2016, somando agora, 7 títulos com a camisa do Santos!
Voltou para a Vila Belmiro no dia 11 de janeiro de 2016, para exercer sua 4º passagem pelo Santos.

Jogos – 321
Gols68
Títulos no Santos:
2002 – Campeonato Brasileiro
2004 – Campeonato Brasileiro
2011 – Campeonato Paulista e Taça Libertadores
2012 – Campeonato Paulista
2015 – Campeonato Paulista
2016 – Campeonato Paulista
Fichas Técnicas:
21/01/2001 – Santos 1 x 0 Guarani
Gol: Claudiomiro aos 43min do segundo tempo
Local: Vila Belmiro
Competição: Campeonato Paulista
Árbitros: João Luís dos Santos e Romildo Corrêa
Santos: Fabio Costa; André Luis, Galván e Pereira; Michel (Caíco), Renato, Claudiomiro, Robert (Paulo Almeida) e Léo; Deivid (Elano) e Rodrigão. Técnico: Geninho
Guarani: Edervan; Rafael, Ernani, Marcelo Souza e Jorge Luiz; Fausto, Martinez, Luís Fernando e Renato (Lindomar); Fumagalli e Marcinho (Éderson). Técnico: Carlos Alberto Silva
– Primeiro jogo oficial de Elano com a camisa do Santos
28/04/2001 – Mogi Mirim 1 x 5 Santos
Gols: Jó aos 8min e Elano aos 16min do primeiro tempo; Dodô aos 12min, aos 23min e aos 41min e Marcelo Silva aos 33min do segundo tempo.
Local: Estádio Wilson de Barros, em Mogi Mirim-SP
Competição: Campeonato Paulista
Árbitros: Luiz Edmar Remondine e Wilson Luiz Seneme
Mogi Mirim: Mauro; Fábio Paulista, Marcelo Batatais e Zé Luiz; Alcir (Almir), Márcio, Marcelo Lopes (Ênio), Richardson e Everaldo; Jó e Sandro Gaúcho (Dênis).
Técnico: Henrique Stort
Santos: Fabio Costa; Russo, Galván, Claudiomiro (André Luis) e Michel; Paulo Almeida, Rincón, Renato e Elano (Marcelo Silva); Deivid (Caio) e Dodô.
Técnico: Geninho
– Primeiro gol de Elano
29/07/2004 – Santos 4 x 2 Coritiba
Gols: Capixaba aos 9min, Deivid aos 12min, Elano aos 30min, e Basílio aos 43min do primeiro tempo; Elano aos 7min e Aristizábal aos 43min do segundo tempo.
Local: Vila Belmiro
Competição: Campeonato Brasileiro
Público: 7.718 pagantes
Renda: R$ 91.388,00
Árbitro: Fabrício Neves Correa (RS)
Cartões amarelos: Rafinha, André Luís, Vágner, Luís Augusto, Adriano e Bóvio
Cartão vermelho: Miranda
Santos: Tápia; Paulo César, Ávalos, André Luís (Domingos) e Léo; Bóvio, Fabinho, Luís Augusto (Lello) e Elano (Marcinho); Basílio e Deivid.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Coritiba: Fernando; Rafinha, Miranda, Ataliba (Márcio Egídio) e Adriano; Vagner, Roberto Brum, Capixaba e Cléber (Jucemar); Tuta e Alemão (Aristizábal).
Técnico: Antonio Lopes
– Elano marcou duas vezes na vitória do Santos, e teve a honra de vestir a camisa 10.
30/01/2005 – Santos 1 x 1 Portuguesa Santista
Gols: Robinho aos 3min e Rico, aos 36min do segundo tempo.
Local: Estádio Urbano Caldeira, em Santos (SP)
Competição: Campeonato Paulista
Árbitro: Edílson Pereira de Carvalho (SP)
Auxiliares: Evandro Luiz Silveira e Paulo Sérgio Breghiroli Garcia (ambos de SP)
Cartões amarelos: Ricardinho, Cleitão, Fábio Baiano, Robinho e Ronaldo.
Santos: Mauro; Flávio, Domingos, Ávalos e Luís Augusto (Ricardo Bóvio); Fabinho, Fábio Baiano (Tcheco), Ricardinho e Elano (Douglas); Robinho e Deivid.
Técnico: Oswaldo de Oliveira
Portuguesa Santista: Ronaldo; Fabrício, Edinho Baiano (Laécio) e Jéci; Parral, Julio César, Magal, Cleitão (Adriano) e Jailson; Rico e Andradina (Itaparica). Técnico: José Carlos Serrão
– Último jogo, antes de se transferir para a Europa.
19/01/2011 – Santos 3 x 0 Mirassol
Gols: Maikon Leite aos 27min do primeiro tempo; Zé Eduardo aos 2min e aos 30min do segundo tempo.
Local: Estádio Municipal do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Competição: Campeonato Paulista
Público: 12.496 pagantes
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistentes: Márcio Luiz Augusto e Marco Antônio Gonzaga da Silva
Cartões amarelos: Magal e Xuxa (Mirassol)
Santos: Rafael; Jonathan (Rodrigo Possebon), Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Pará, Elano e Róbson (Moisés); Maikon Leite (Keirrison) e Zé Eduardo. Técnico: Adilson Batista
Mirassol: Fernando Leal; Samuel (Otacílio), Gustavo Bastos, Dézinho e Renato Peixe (Diego Corrêa); Magal, Jairo, Esley e Xuxa; Marcelinho (Leandro Almeida) e Wellington Amorim. Técnico: Ivan Baitello
– Reestréia com a camisa do Santos
13/05/2015 – Santos 1 x 0 Maringá-PR
Gol: Ricardo Oliveira aos 46min do segundo tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Copa do Brasil
Público: 4.068 pagantes
Renda: R$ 108.600
Árbitro: Wagner Reway (MT-ASP-FIFA)
Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS-ASP-FIFA) Leandro dos Santos Ruberdo (MS-CBF-1)
Cartões amarelos: Valencia, Werley, Leandrinho (Santos); Eurico (2), Gerônimo, Edinho, Ítalo, Fabiano, Rhuan (Maringá)
Cartão vermelho: Eurico (Maringá)
SANTOS: Vladimir; Cicinho, David Braz, Werley e Victor Ferraz; Valencia (Elano), Leandrinho e Lucas Lima (Gabriel); Geuvânio, Robinho e Ricardo Oliveira. Técnico: Marcelo Fernandes
MARINGÁ: Ednaldo; Gerônimo, Fabiano, Marcelo Xavier e Edinho; Ítalo, Eurico, Rhuan e Max (Alex); Rodrigo Dantas (Serginho Paulista) e Gabriel Barcos (Rafael Santiago). Técnico: Claudemir Sturion
– Elano completou 300 jogos com a camisa do Santos.
Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatística do Santos;
Almanaque do Santos;
Livro “100 anos, 100 jogos e 100 ídolos”;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *