Em um jogo difícil, o Santos bate o Coritiba no Couto Pereira!

Published On 04/12/2014 | 10 anos do Octacampeonato!
Por Gabriel Santana
Santos, 04/12/2014
Continuando a trajetória dos últimos oito jogos do Octacampeonato, hoje vamos para o Estádio Couto Pereira, após a fantástica virada diante do Goiás.
A partida foi mais difícil que o Alvinegro esperava. Mas com muita gana e determinação, não deixou o líder Atlético-PR distanciar e segue firme na briga pelo título.
O Santos começou bem melhor na partida, e criou as melhores chances. Logo no começo da partida, Basílio fez boa jogada e cruzou para Deivid, que foi empurrado pela zaga do Coritiba, porém, o árbitro Wagner Tardelli mandou seguir o jogo.
Aos 30 minutos, a intensidade do Santos aumentou, e o gol parecia questão de tempo. Deivid aproveitou cruzamento da direita e pegou de primeira, e a bola acertou em cheio o travessão do goleiro Fernando. Oito minutos depois, foi a vez de Antonio Carlos cabecear perto de gol, e assustar a meta paranaense.
Apesar de toda disposição do time da Vila, o primeiro tempo acabou 0x0, e o jogo ficou muito amarrado ao meio de campo, até mesmo pela semelhança nos esquemas.
No segundo tempo, o Coritiba se acuou ainda mais, e chamou o Santos pra cima. O Técnico Vanderlei Luxemburgo fez alterações, que deram mais opções ao Alvinegro.
Mesmo com o time todo avançado, ainda encontrava dificuldades para vencer a zaga do Coritiba. E justamente essa zaga, que estava dificultando ao máximo o primeiro tento da partida, foi a mesma que se atrapalhou e facilitou para o ataque santista.
Aos 20 minutos de jogo, Ricardinho lançou para a área do Coritiba, e Capixaba cortou mal, arrematando contra sua própria meta, e fazendo o goleiro Fernando fazer ótima defesa, ao se esticar ao máximo. O arqueiro paranaense salvou a primeira, porém, soltou a bola nos pés do atacante Deivid, que com tranquilidade, fez 1×0 para o Santos.
O Coritiba já não criava muito, e depois de levar o gol, para piorar ainda mais, o atacante Aristizábal, que acabara de entrar, discutiu com o árbitro e foi expulso de campo, ficando apenas 11 minutos nas quatro linhas.
O último lance de destaque da partida foi aos 34 minutos, com um chute de fora da área do meio-campista Marcinho, que havia dado uma melhor movimentação ao Santos.
O Santos continua dois pontos atrás do líder Atlético-PR, e na próxima rodada irá enfrentar o Paysandu, em Belém do Pará.
FICHA TÉCNICA
21/11/2004 – Coritiba 0 x 1 Santos
Gols: Deivid, aos 19min do segundo tempo
Local: estádio Couto Pereira, em Curitiba, Paraná.
Público: 9.978 pagantes
Renda: R$ 135.542,50
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (FIFA RJ)
Auxiliares: Aristeu L. Tavares (FIFA RJ) e Hilton M. Rodrigues (FIFA RJ)
Cartões Amarelos: Flávio (S)
Cartão Vermelho: Aristizábal (C)
Coritiba: Fernando; Flávio, Reginaldo Nascimento e Miranda; Capixaba, Roberto Brum, Ataliba (Pepo), Ricardo e Adriano; Laércio (Aristizábal) e Tuta (Jucemar)
Técnico: Antônio Lopes
Santos: Mauro; Ávalos, Antônio Carlos e André Luís; Flávio, Fabinho, Zé Elias (Marcinho), Ricardinho e Léo (Márcio); Basílio (Luís Augusto) e Deivid. Técnico: Vanderlei Luxemburgo
– Referências: 
Jornal “O Estado de São Paulo”
Jornal “Folha de São Paulo”
Jornal “A Tribuna”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *