Excursão para a África – 1969

Published On 21/07/2014 | Excursões Internacionais
Por Gabriel Santana
Santos, 21/07/2014
Atualizado, 10/02/2016

Logo no início de 1969, o Santos embarcou para a África, onde realizou uma primorosa excursão. Visitou 6 países africanos, em 25 dias.
Arrastou multidões para os estádios, foi defendido pelo presidente do Congo, e paralisou momentaneamente duas guerras, no Congo e na Nigéria.

• Países visitados: República Democrática do Congo, Congo, Nigéria, Moçambique, Gana e Argélia.
• Cidades visitadas: Point Noire, Brazzaville, Kinshasa, Lagos, Lourenço Marques, Benin, Acra e Oran.
• Total de partidas: 09 jogos; 05 vitórias; 03 empates; 01 derrota; 19 GP; 11 GC; 08 SG
• Jogos:
17/01 – Seleção de Point Noire-RDC 0 x 3 Santos
19/01 – Seleção do Congo 2 x 3 Santos
21/01 – Seleção República do Congo “B” 0 x 2 Santos
23/01 – Seleção República do Congo 3 x 2 Santos
26/01 – Seleção da Nigéria 2 x 2 Santos
01/02 – FK Austria Wien-AUS 0 x 2 Santos
04/02 – Seleção do Meio Oeste-NIG 1 x 2 Santos
06/02 – Heart Of Oak-GAN 2 x 2 Santos
09/02 – Seleção da Argélia 1 x 1 Santos
• Artilheiros da excursão:
08 Gols: Pelé
05 Gols: Toninho Guerreiro
02 Gols: Manoel Maria e Douglas
01 Gol: Lima e Edu
FICHAS TÉCNICAS:
17/01/1969 – Seleção de Point Noire-RDC 0 x 3 Santos
Gols: Pelé aos 29min do primeiro tempo; Manoel Maria aos 2min e Douglas aos 44min do segundo tempo.
Local: Em Point Noire, República Democrática do Congo.
Competição: Amistoso
Público: 30.000 aproximadamente
Árbitro: Joseph Makesse
Santos: Gilmar (Laércio); Turcão (Oberdan), Ramos Delgado (Paulo), Marçal e Rildo; Joel Camargo (Negreiros) e Lima; Edu (Amauri), Toninho (Douglas), Pelé e Abel (Manoel Maria). Técnico: Antoninho
Seleção: Mambema; Vicas, Jonquet, Ossenguet e Macosso; Feotou e Bikakondi; Yamba, Paty, Ondselet e Delide.
19/01/1969 – Seleção do Congo 2 x 3 Santos
Gols: Euzécio aos 10min e Bikouri aos 42min do primeiro tempo; Pelé (f) aos 5min e aos 20min e Toninho (p) aos 10min do segundo tempo.
Local: Stade de la Revolunción, em Brazzaville, Congo.
Competição: Amistoso
Público: 80.000 aproximadamente
Árbitro: Nkoukou
Santos: Gilmar; Turcão (Oberdan), Ramos Delgado, Marçal e Rildo; Joel Camargo (Negreiros) e Lima; Edu, Toninho (Douglas), Pelé e Abel (Manoel Maria).
Técnico: Antoninho
Congo: Matsima; Ombellet, Nyangou, e N’ Doulou; Akouala e Pilamkembo; Bikouri, Fondou, Mbono, Euzécio e Itsa (Dzabana).
– Ocorrências: Presença do Presidente do Congo, Ngouabi. O árbitro local permitiu grande violência da Seleção em cima dos santistas. O presidente, ao ver essa situação, mandou um recado ao árbitro: “O Santos está aqui para dar um espetáculo e eu quero assistir a este espetáculo. Você tem que apitar direito o segundo tempo, se isso não acontecer você será preso”.
21/01/1969 – Seleção “B” da República do Congo (RDC) 0 x 2 Santos
Gols: Manoel Maria e Toninho.
Local: Estádio Tata Raphael, em Kinshasa, República Democrática do Congo.
Competição: Amistoso
Público: 13.000 aproximadamente
Árbitro: Muamba Kabué
Santos: Gilmar; Turcão, Ramos Delgado, Marçal e Rildo (Oberdan); Joel Camargo e Lima; Edu, Toninho (Douglas), Pelé e Abel (Manoel Maria). Técnico: Antoninho
RDCB: Matumona; Luyeye, Kasangu, Tshimanga e Mange; Tshilumba, Mokili e Makelele; Mayanga, Kembo e Kashale (Docta).
23/01/1969 – Seleção da República do Congo (RDC) 3 x 2 Santos
Gols: Pelé aos 25min e aos 44min e Nyembo aos 28min do primeiro tempo; Kalala aos 5min e aos 15min do segundo tempo.
Local: Estádio Tata Raphael, em Kinshasa, República Democrática do Congo.
Competição: Amistoso
Público: 40.000 aproximadamente
Árbitro: Mahombe
Santos: Gilmar; Turcão (Oberdan), Ramos Delgado, Marçal e Rildo; Joel Camargo (Negreiros) e Lima; Manoel Maria, Toninho (Douglas), Pelé e Edu.
Técnico: Antoninho
RDC: Matumona; Luyeye, Ngoie, Tshimanga e Mange; Makelele e Kobonse; Nyembo, Kimbo, Kalala e Adelar.
– Ocorrências: A República Democrata e o Congo estavam em guerra. Os dois países estavam em conflito diplomático, com o fechamento de fronteiras entre ambos. Para que o Santos saísse de Brazzaville e chegasse a Kinshasa, seria necessária a travessia de barco pelo Rio Congo, que separa as duas capitais. E essa travessia estava suspensa devido à tensão territorial. Foi neste instante que o Alvinegro provocou uma trégua no conflito, pois o Governo de Kinshasa enviou uma embarcação para buscar o Santos, e o Governo de Brazzaville permitiu a atracação e o embarque da delegação santista. Uma guerra suspensa temporariamente, para que o Santos pudesse exibir o seu futebol.
26/01/1969 – Seleção da Nigéria 2 x 2 Santos
Gols: Pelé [2]; Osede e Alli
Local: Taslim Balogun Stadium, em Lagos, Nigéria.
Competição: Amistoso
Árbitro: Gomah
Santos: Gilmar; Turcão, Ramos Delgado, Marçal e Rildo; Joel Camargo (Negreiros) e Lima; Manoel Maria, Toninho (Douglas), Pelé (Amauri) e Edu (Abel). Técnico: Antoninho
Nigéria: Rigogo (Peter); Igne, Mazeli, Andrews e Opens; Olumodeji e Olayombo; Osede, Alli, Lawal e Inge (Mohamed).
01/02/1969 – FK Austria Wien-AUS 0 x 2 Santos
Gols: Lima e Toninho.
Local: Estádio Oliveira Salazar, em Lourenço Marques, Moçambique.
Competição: Amistoso (Taça Banco Standard TOTTA)
Público: 20.000 aproximadamente
Árbitro: Américo Telles
Austria Wien: Schneider; Heinz, Johann, Frank, Karl e Geyer; Dienberger e Parits (Knell); Kuntz, Helmut, Ernst e Reidl (Poindl).
Santos: Laércio; Turcão (Oberdan), Ramos Delgado (Paulo), Joel Camargo (Marçal) e Rildo; Lima e Negreiros (Amauri); Manoel Maria, Toninho (Douglas), Pelé e Edu. Técnico: Antoninho
04/02/1969 – Seleção do Meio Oeste-NIG 1 x 2 Santos
Gols: Edu e Toninho; Okerê.
Local: Ogde Stadium, em Benin, Nigéria.
Público: 25.000 aproximadamente
Árbitro: Anisha
Seleção: Omede; Egbeama, Okerê, Oaigie e Izilein; Okafor e Okore; Atuma, Efosa, Iyaserê e Tobor.
Santos: Gilmar (Laércio); Turcão, Ramos Delgado, Joel Camargo e Rildo (Oberdan); Lima e Negreiros (Marçal); Manoel Maria, Toninho (Douglas), Pelé (Amauri) e Edu (Abel). Técnico: Antoninho
– Ocorrências: Nesta partida, o Santos parou outra guerra. Tratava-se da guerra civil em Biafra, leste da Nigéria. A guerra de Biafra chegou até a cidade de Benin, por sua importância geográfica, política e econômica na região. Durante a presença do Santos, nada ocorreu, e guerra deu uma trégua aos moradores locais.
06/02/1969 – Heart Of Oak-GAN 2 x 2 Santos
Gols: Pelé e Douglas; Abeko e Amissa.
Local: Ohene Djan Stadium, em Acra, Gana.
Competição: Amistoso
Público: 25.000 aproximadamente
Árbitro: George Lamptey
Heart: Addoquaye; Joe Adjei, Joe Dakota, Esirey (Michel) e Amarteifio; Welbeck e Abeko; Robert Foly, Joe Garthey, Amissa e George Alhassan.
Santos: Laércio; Turcão, Ramos Delgado, Joel Camargo e Rildo; Lima (Marçal) e Negreiros (Amauri); Manoel Maria, Toninho (Douglas), Pelé e Edu. Técnico: Antoninho
09/02/1969 – Seleção da Argélia 1 x 1 Santos
Gols: Toninho; Freha
Local: Stade Ahamed Zabana, Oran, Argélia.
Competição: Amistoso
Público: 50.000 aproximadamente
Árbitro: Kaide Slimane
Santos: Laércio; Turcão (Oberdan), Paulo, Joel Camargo e Rildo; Lima e Negreiros; Manoel Maria, Toninho (Douglas), Pelé e Edu. Técnico: Antoninho
Argélia: Abrouk; Kniart (Thamar), Douruba, Hadepy e Atuh; Sheb (Freha) e Seridi; Beroudji, Selni, Achour e Izelein.

One Response to Excursão para a África – 1969

  1. Pingback: Acervo Histórico do Santos FC | Confrontos – Santos x Congo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *