Excursão para África e Américas – 1966

Published On 25/06/2014 | Excursões Internacionais
Por Gabriel Santana
Santos, 25/06/2014
Atualizado, 09/01/2016

Logo no início de 1966, o Santos realizou uma excursão onde visitou 6 países.
A primeira parada foi na Costa do Marfim, e da África, o Alvinegro partiu rumo a países das Américas Central e Sul!
A solitária partida no continente africano, ficou marcada por ter sido a última partida do Ataque dos Sonhos, formado por Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe!

• Total de partidas: 12 jogos; 05 vitórias; 04 empates; 03 derrotas; 28 GP; 16 GC
• Países Visitados: Costa do Marfim, Argentina, El Salvador, Venezuela, Peru e Chile.
• Cidades: Abidjan, Tucumán, San Salvador, Caracas, Lima, Arequipa, Santiago, Rosário e Resistência.
• Jogos:
09/01 – Stade d’Abidjan-CM 1 x 7 Santos
13/01 – Combinado San Martin/Atlético Tucumán-ARG 0 x 2 Santos
16/01 – Alianza-ELS 2 x 1 Santos
19/01 – Botafogo 2 x 1 Santos
22/01 – Botafogo 3 x 0 Santos
26/01 – Universitário-PER 2 x 2 Santos
29/01 – Alianza Lima-PER 1 x 4 Santos
06/02 – Melgar-PER 1 x 1 Santos – Gol: Toninho
09/02 – Universidad de Chile-CHI 1 x 6 Santos
11/02 – Rosário Central-ARG 0 x 1 Santos
13/02 – Sarmiento-ARG 1 x 1 Santos
17/02 – Colo-Colo-CHI 2 x 2 Santos
• Artilheiros da excursão:
11 Gols: Pelé
06 Gols: Del Vecchio
04 Gols: Pepe
02 Gols: Coutinho e Lima
01 Gol: Dorval, Salomão e Toninho Guerreiro
• Fichas Técnicas:
09/01/1966 – Stade d’Abidjan-CM 1 x 7 Santos
Gols: Lima aos 10min e Coutinho aos 39min do primeiro tempo; Coutinho aos 18min, Pelé aos 21min e aos 40min, Pepe aos 24min e aos 26min e Mea aos 34min do segundo tempo.
Local: Estádio Houphonet-Boigny, em Abidjan, Costa do Marfim.
Competição: Amistoso
Público: 30.000 aproximadamente
Árbitro: Ba Mohammed
Stade: Silva (Esan); Izoffi, Diago, Zadi (Bazo) e Bilizeri; Iteita (Guy) e Joachin; Doarite, Sissoko (Mea), Syla e Yao.
Santos: Gilmar (Cláudio); Carlos Alberto, Mauro (Oberdan), Orlando e Geraldino; Lima e Mengálvio (Zito); Dorval, Coutinho (Toninho), Pelé e Pepe (Abel). Técnico: Lula
13/01/1966 – Combinado San Martin/Atlético Tucumán-ARG 0 x 2 Santos
Gols: Pepe e Pelé.
Local: Estádio José Fierro, em Tucumán, Argentina.
Competição: Amistoso
Público: 15.000 aproximadamente
Árbitro: J. Spinetto
Combinado: Rodrigues; Arias, Nevas, Mora e Morales; Solorzano e Corvalan; Kairuz, Abregu, Herrera e Cruz.
Santos: Gilmar; Carlos Alberto, Mauro, Orlando (Oberdan) e Geraldino (Zé Carlos); Zito (Salomão) e Lima (Mengálvio); Dorval, Coutinho (Toninho), Pelé e Pepe (Abel). Técnico: Lula
16/01/1966 – Alianza-ELS 2 x 1 Santos
Gol: Pelé; Verón e Sepúlveda.
Local: Estádio Nacional de la Flor Blanca, em San Salvador, El Salvador.
Competição: Amistoso
Público: 45.000 aproximadamente
Árbitro: Ramon Marmol
Alianza: Arana; Rivas, Máriona e Villalta; Ruano e Lesczano (Juarez); Hermosilla (Santiago), Alvarado, Sepúlveda e Veron.
Santos: Gilmar; Carlos Alberto, Mauro e Geraldino; Lima e Orlando (Salomão); Dorval, Mengálvio (Oberdan), Coutinho (Toninho), Pelé (Zé Carlos) e Abel (Pepe). Técnico: Lula
19/01/1966 – Botafogo 2 x 1 Santos
Gol: Pelé; Gérson e Jairzinho.
Local: Estádio Olímpico Universitário de Caracas, em Caracas, Venezuela.
Competição: Torneio Circuito dos Jornalistas
Público: 30.000 aproximadamente
Árbitro: José Varrone
Botafogo: Manga; Joel, Adevaldo, Dimas e Rildo; Élton e Gérson; Jairzinho, Roberto, Bianchini (Sicupira) e Afonsinho. Técnico: Admildo Chirol
Santos: Gilmar; Carlos Alberto, Mauro, Orlando e Geraldino (Zé Carlos); Zito (Salomão) e Mengálvio; Dorval (Lima), Toninho, Pelé e Pepe (Abel). Técnico: Lula
22/01/1966 – Botafogo 3 x 0 Santos
Gols: Roberto e Bianchini [2].
Local: Estádio Olímpico Universitário de Caracas, em Caracas, Venezuela.
Competição: Torneio Circuito dos Jornalistas
Público: 18.000 aproximadamente
Árbitro: Ruy Yanes
Botafogo: Manga; Joel, Adevaldo (Zé Carlos), Dimas e Rildo; Élton e Gérson; Jairzinho, Roberto (Parada), Bianchini e Afonsinho. Técnico: Admildo Chirol
Santos: Cláudio (Gilmar); Carlos Alberto, Oberdan, Orlando e Geraldino; Zito e Lima; Dorval, Toninho, Pelé e Abel. Técnico: Lula
26/01/1966 – Universitário-PER 2 x 2 Santos
Gols: Pelé e Pepe; Lobatón e Rodriguez.
Local: Estádio Nacional de Lima, em Lima, Peru.
Competição: Amistoso
Público: 45.000 aproximadamente
Árbitro: Carlos Rivera
Universitário: Zegarra; De La Fuente, José Fernandez, Chumpitas e Cruzao; Fuewntes e Gusman; Chale, Uribe (Rios), Zaval e Lobatón (Rodriguez).
Santos: Gilmar; Carlos Alberto (Mengálvio), Mauro e Geraldino; Zito e Orlando; Dorval (Del Vecchio), Lima (Zé Carlos), Toninho, Pelé e Abel (Pepe). Técnico: Lula
29/01/1966 – Alianza Lima-PER 1 x 4 Santos
Gols: Del Vecchio [3] e Pelé; Zegarra
Local: Estádio Nacional de Lima, em Lima, no Peru.
Competição: Amistoso
Renda: Cr$ 125.000.000
Árbitro: Henrique Montes
Expulsos: Gilmar e Carlos Alberto (Santos)
Alianza: Bazan; De la Vega, Lavalle e Guzman; Flores (Leyra) e Barreto; Martines, Zegarra, Perico Leon, Rostaing (Sanchez) e Valle (Baylon).
Santos: Gilmar (Cláudio); Carlos Alberto, Mauro, Orlando e Geraldino; Zito (Mengálvio) e Salomão (Lima); Dorval (Zé Carlos), Del Vecchio, Pelé (Toninho) e Abel. Técnico: Lula
– Em um dia de fúria, Gilmar foi expulso após socar por 3 vezes o árbitro da partida, ao marcar um pênalti contra o Santos. Gilmar foi preso ao final da partida, e em seguida liberado.
06/02/1966 – Melgar-PER 1 x 1 Santos
Gols: Toninho; Eduardo Marques.
Local: Estádio Mariano Melgar, em Arequipa, Peru.
Competição: Amistoso (Troféu Humberto Nuñes Borja)
Público: 6.000 aproximadamente
Árbitro: Samuel Vera
Melgar: R. Delgado; H. Delgados, Salinas e Palácios; Viscana e O. Marques; Ávilla, Torres, Eduardo Marques, Lezamon e Paredes.
Santos: Cláudio; Lima, Mauro (Oberdan) e Geraldino; Zito (Zé Carlos) e Orlando; Dorval (Toninho), Salomão, Del Vecchio, Pelé e Pepe (Abel). Técnico: Lula
09/02/1966 – Universidad de Chile-CHI 1 x 6 Santos
Gols: Lima aos 3min, Oleniak aos 13min e Pelé aos 30min do primeiro tempo; Pelé aos 3min e aos 8min, Del Vecchio aos 9min e Dorval aos 16min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Competição: Amistoso
Público: 69.966 pagantes
Renda: 263.639 escudos chilenos
Árbitro: Domingos Massaro
Universidad: Nef Silva; Eyazaguirre, Donoso, Marcos e Villanueva (Valentini); Contreras (Berly) e Reynoso; Oleniak, Beirute, Valdes (Hodge) e Sanches.
Santos: Gilmar; Carlos Alberto, Mauro (Oberdan), Orlando e Geraldino (Zé Carlos); Zito (Salomão) e Lima; Dorval, Del Vecchio, Pelé (Toninho) e Abel (Pepe). Técnico: Lula
11/02/1966 – Rosário Central-ARG 0 x 1 Santos
Gol: Del Vecchio aos 16min do primeiro tempo.
Local: Estádio Lisandro de la Torre, em Rosário, Argentina.
Competição: Amistoso
Público: 50.000 aproximadamente
Árbitro: Aurelio Bossolino
Rosário: Spilingav; Gasena, Manilo, Gonzalez e Ainza (Aranda); Batista e Pulla (Manfredi); Mignami (Poi), Borgono, Palma e Buli.
Santos: Gilmar; Carlos Alberto, Oberdan e Geraldino (Zé Carlos); Zito (Dorval) e Orlando; Toninho, Lima, Del Vecchio, Pelé e Pepe (Abel). Técnico: Lula
13/02/1966 – Sarmiento-ARG 1 x 1 Santos
Gol: Maglioni aos 10min do primeiro tempo; Salomão aos 45min do segundo tempo.
Local: Estádio do Sarmiento, em Resistência, Argentina.
Competição: Amistoso
Público: 10.000 aproximadamente
Árbitro: Guido Guazardi
Sarmiento: Barrionuevo (Hugo); Ramirez, Benitez e Moreyra; Jorge e Panelo (Lutringer); Acosta, Cavalla, Maglioni, Alonso (Altamirano) e Chazarrete.
Santos: Gilmar (Cláudio); Lima, Oberdan (Mauro) e Zé Carlos; Orlando e Mengálvio; Dorval, Toninho, Del Vecchio, Pelé (Salomão) e Abel (Pepe). Técnico: Lula
17/02/1966 – Colo-Colo-CHI 2 x 2 Santos
Gols: Beirute aos 12min, Rojas aos 22min, Pelé aos 23min e Del Vecchio aos 35min do primeiro tempo.
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Competição: Amistoso
Público: 64.420 pagantes
Árbitro: Domingos Massaro (CHI)
Colo-Colo: Moreno; Montalba (Valentini), Shanchez, Gonzalez e Salinas; Moris e Hodge; Mário Moreno, Coll (Ortiz), Beirute (Oleniak) e Rojas (Ramirez).
Santos: Gilmar; Lima, Oberdan e Zé Carlos; Salomão (Carlos Alberto) e Orlando; Dorval, Mengálvio, Del Vecchio (Toninho), Pelé e Abel. Técnico: Lula

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *