Excursão para o México – 2001

Published On 07/12/2016 | Excursões Internacionais
Por Gabriel Santana
Santos, 07/12/2016

Antes do início do Campeonato Brasileiro de 2001, o Santos excursionou para o México, para disputar a chamada “Copa Nike“, ou Torneio Internacional do México.
Em reformulação, a equipe santista não teve um bom desempenho diante de duas das principais equipes mexicanas.

País visitado: México
• Cidade visitada:
Guadalajara
Jogos:
13/07/2001 – Atlas/MEX 2 x 0 Santos
15/07/2001 – América/Mex 1 (4) x (2) 1 Santos
Total de partidas: 02 jogos – 00 vitória – 01 empate – 01 derrota – 01 GP – 03 GC
Artilheiros:
01 gol: Weldon

Fichas Técnicas:
13/07/2001 – Atlas/MEX 2 x 0 Santos
Gols: Lavallén aos 16min do primeiro tempo; Calderón aos 16min do segundo tempo.
Local: Estádio Jalisco, em Guadalajara, México.
Público: 18.000 aproximadamente
Árbitro: Germán Arredondo
Expulsos: Fábio Costa, Paulo Almeida e Claudiomiro (SFC); Bustos e González (ATL)
Atlas: Cabuto; Méndez; Lavallén, Flores (González), Briseño (Pulido), Santiago (De la Cruz), Torres, Salazar, Bustos, Castillo (Urteaga) e Calderón (Garcia). Técnico: Eduardo Solari
Santos: Fábio Costa; Preto, Galván e Claudiomiro; Russo, Renato (Michel), Paulo Almeida, Elano (Pereira) e Léo; Júlio César (Weldon) e André Dias (Pitarelli).
Técnico: Geninho
15/07/2001 – América/Mex 1 (4) x (2) 1 Santos
Gol: Weldon aos 43min e Oviedo aos 44min do segundo tempo.
Local: Estádio Jalisco, em Guadalajara, México.
Público: 10.000 aproximadamente
Árbitro: Jorge Eduardo Gasso
Expulsos: Orestes (SFC) e Gonzaléz (CFA)
América: Rios (Piñeda); Pardo, Santibanez, Gutierrez, Davino e Luna, Jesus Mendonza (Leonardo Fabio), Gonzalez, Estay (Garcia); Zamorano (Christian) e Oviedo. Técnico: Alfio Basile
Santos: Fábio Costa; Preto, Galván e Orestes; Russo (Michel), Renato (Claudiomiro), Paulo Almeida (Marcelo Silva) e Léo; Elano (Adiel), Júlio César e André Luis (Weldon). Técnico: Geninho
Decisão por pênaltis: Galvan e Michel converteram; Claudiomiro e Adiel perderam (SFC); Pardo, Oviedo, Christian Patiño e Davino converteram (CFA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *