Fernando – 1975-1979

Published On 20/02/2017 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana e Ronaldo Silva,
Santos, 20/02/2017

Nome completo – Fernando Guisini Neto
Período – 1975-1979
Posição – Zagueiro
Nascimento – 08 de março de 1954, em Lençóis Paulista, São Paulo
Jogos – 254
Gols – 02

Histórico – Formado nas categorias de base do Comercial de Ribeirão Preto, Fernando foi contratado pelo Santos em 1975, após se destacar pela equipe do interior.
Nas temporadas seguintes, em 1976 e 1977, Fernando foi titular absoluta da zaga santista. Os números comprovam sua efetividade: Dos 65 jogos disputados pelo Alvinegro em 1976, Fernando atuou em 63. Já em 1977, dos 78 jogos do Santos na temporada, o zagueiro participou de 69.
Fez parte do grupo Campeão Paulista de 1978, ao lado da Geração dos Meninos da Vila, de Juary, João Paulo, Pita, Nilton Batata e companhia.
Está entre os zagueiros que mais disputaram jogos pelo Santos, e também figura na lista dos que mais atuaram, na 50ª posição. Tinha o apelido de “Narigudo”, e ficou conhecido por muitos, como “Fernando Narigudo”.
Permaneceu na equipe santista até o fim do ano de 1979, quando acertou sua transferência para o Londrina-PR.
Na equipe paranaense, Fernando teve grande destaque. Foi o capitão da equipe na conquista dos títulos da Taça de Prata de 1980, e do Título de Campeão Paranaense de 1981.
Após deixar o Londrina-PR, Fernando passou por diversas equipes no Brasil: Náutico, Marília-SP, Guarani, Atlético-PR, União São João-SP, Nacional-SP, GD Sãocarlense-SP, Bandeirante-SP, Paraguaçuense e encerrou sua carreira na Matonense-SP, em 1992.
Após pendurar a chuteiras, iniciou sua carreira de treinador. Dirigiu diversas equipes do interior, como a própria Matonense-SP, o Taquaritinga-SP, o VOCEM, em 1993 e 2001, o Joseense de São José dos Campos, Flamengo de Pirajuí-SP, o Cene do Mato Grosso do Sul, entre outros. Fernando também trabalhou com a revelação de jogadores, e dirigiu o Marília-SP em duas Copas São Paulo em 2011 e 2012. Também trabalhou como treinador do Assisense sub-20, com o intuito de revelar novos atletas.

ESTREIA
06/09/1975 – Santos 2 x 0 CSA-AL
Gols: Clayton aos 25min do primeiro tempo; Toinzinho aos 20min do segundo tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Brasileiro
Árbitro: Neri José Proença
SFC: Willians; Paulinho, Oberdan, Marçal e Fernando; Clodoaldo e Didi; Teodoro, Clayton, Toinzinho e Edu (Mazinho). Técnico: Pepe
CSA: Dida; Natal (Ricardo), Zé Preta, Geraldo e Rogério; Roberto Menezes, Torino e Soareste; Tuca (Helio Sururu), Enio e Ferreti. Técnico: Laerte Dória
PRIMEIRO GOL
08/08/1976 – Marília 1 x 1 Santos
Gols: Fernando – Alfredinho
Local: Estádio Bento Abreu Sampaio Vidal, em Marília, São Paulo.
Competição: Amistoso
Renda: Cr$ 28.455,00
Público: 2.282
Árbitro: Alcirio Valter Ferreira Agostinho
SFC: Wilson Quiqueto; Tuca (Ney), Vicente, Bianchi e Fernando; Carlos Roberto (Toninho Vieira) e Didi; Manuel Maria, Toinzinho (Juary), Totonho e Edu. Técnico: Zé Duarte
MAC: Gaucho; Marcelo, Mariani, Ademir e Luisão; Nedo e Sergio Luiz; Alcir, Wilsinho, Ferreira (Walter) e Alfredinho.
ULTIMA PARTIDA
16/12/1979 – CE Paysandu-SC 2 x 4 Santos
Gols: Cláudio Gaúcho, João Paulo, Washington e Nilton Batata – Luiz e Grilo
Local: Estádio Augusto Bauer, em Brusque, Santa Catarina.
Competição: Amistoso
Competição: Amistoso
Árbitro: Dalmo Bozano
SFC: Mauro; Ailton Luís (Nelsinho Batista), Joãozinho (Fernando), Neto e Washington; Gilberto Costa (Clodoaldo), Cláudio Gaúcho e Carlos Silva; Nilton Batata, Pita (Rached) e João Paulo (Toninho Vieira). Técnico: Pepe
CEP: Vilberto; Danilo, Djalma, Valdir e Magela; Grilo, Luiz e sergio Luiz; Angioleti, Vilmar e Toninho.

• Jogos e gols:
1975 – 24 jogos e 00 gol;
1976 – 63 jogos e 01 gol;
1977 – 69 jogos e 00 gol;
1978 – 47 jogos e 00 gol;
1979 – 51 jogos e 01 gol;
Total – 254 jogos e 02 gols

Fontes e Referências:
Almanaque do Santos FC;
Sessão “Que Fim Levou?”, de Milton Neves;
www.assiscity.com;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *