Gallo – 1992-1996

Published On 31/03/2017 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana 
Santos, 31/03/2017

Nome completo – Alexandre Tadeu Gallo
Período – 1992-1996
Posição – Volante
Nascimento – 26 de maio de 1967, em Ribeirão Preto, São Paulo
Jogos – 229
Gols – 11

Histórico – Revelado pelo Botafogo-SP, time da sua cidade natal, aos 19 anos já formava na equipe principal, e começou a ganhar destaque na equipe do interior.
Em 1991, teve uma rápida passagem pelo Vitória, antes de ser contratado pelo Santos.
Na Vila Belmiro, Gallo se firmou de vez no cenário do futebol. Tornou-se capitão da equipe, e além de sua liderança dentro de campo, se destacava também pela sua forte marcação, não dando sossego algum para os adversários.
Era o capitão da grande equipe de 1995, e só não atuou na grande final, devido a suspensão automática do terceiro amarelo.
Infelizmente Gallo não ganhou nenhum título de expressão pelo Santos, porém, fez parte de uma geração inesquecível da história santista.
No 2º semestre de 1996, acertou sua transferência para a Portuguesa. Atuou ainda pelo Guarani (1997), São Paulo (1997-1998), Botafogo-RJ (1999), Atlético-MG (1999-2000) e encerrou sua carreira no Corinthians, em 2001.
Após pendurar as chuteiras, iniciou seu trabalho como treinador. Foi auxiliar técnico de Vanderlei Luxemburgo, em 2004, na grande campanha santista do Octacampeonato Brasileiro. Em 2005, teve a oportunidade de ser o treinador do Santos, e ficou a frente da equipe em 41 jogos.
Em 2013, iniciou um trabalho nas categorias de base da Seleção Brasileira, e foi treinador das categorias sub-15, sub-17 e sub-20.
Suas ultimas equipes foram o Al Quadisyia (Arábia Saudita), Ponte Preta e Náutico.

ESTREIA
18/07/1992 – Santos 3 x 0 Botafogo FC
Gols: Axel, Almir e Índio.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Paulista
Renda: Cr$ 55.608.000
Público: 5.724 pagantes
Árbitro: Dagoberto Teixeira
Expulsos: Sergio Manoel e Almir (SFC); Guina e Leandro Silva (BFC)
SFC: Sergio (Nilton); Índio, Rogério, Luiz Carlos e Marcelo Veiga; Gallo, Axel e Sergio Manoel; Almir, Marcelo Passos (Serginho Fraldinha) e Cilinho. Técnico: Geninho
BFC: Marquito; Leandro Silva, Lucilo, Edson Mariano e Carlos Roberto (Claudinho); Nem, Zé Roberto, Guina e Toninho Cajuru (Joel); Nelson e Paulo Roberto. Técnico: Afrânio Riul
PRIMEIRO GOL
22/04/1993 – Bragantino 1 x 1 Santos
Gols: Ludo aos 11min do primeiro tempo; Gallo aos 47min do segundo tempo.
Local: Estádio Marcelo Stefani, em Bragança Paulista, São Paulo.
Competição: Campeonato Paulista
Renda: Cr$ 182.472.000
Público: 2.567
Árbitro: José Aparecido de Oliveira
SFC: Gomes, Índio, Júnior, Luíz Carlos e Silva; Gallo, Darci e Raniélli; Almir (Marcelo Passos), Neizinho e Cilinho. Técnico: Evaristo de Macedo
CAB: Gabriel; Gil Baiano, Marcão, João Batista (Jandilson) e Ayupe; Donizeti, Da Guia e Carlos Augusto; Ludo, Silvio e João Santos. Técnico: Basílio
ULTIMO JOGO
16/07/1996 – Flamengo 2 x 1 Santos
Gols: Marques aos 21min e Sandro aos 39min do primeiro tempo; Nélio aos 12min do segundo tempo.
Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília, Distrito Federal.
Competição: Torneio dos Campeões Mundiais
Público: 18.143 pagantes
Renda: R$ 215.210,00
Árbitro: Luciano de Almeida
CRF: Roger; Alcir, Fabiano, Ronaldão e Gilberto; Márcio Costa, Djair, Nélio e Iranildo; Romário (Pingo) e Marques (Aloísio). Técnico: Joel Santana
SFC: Edinho; Cláudio, Jean, Sandro e Marcos Adriano; Gallo, Baiano, Batista (Marcelo Passos) e Robert (Vágner); Macedo (Camanducaia) e Jamelli. Técnico: Orlando Lelé

• Jogos e gols:
1992 – 23 jogos e 00 gol;
1993 – 48 jogos e 05 gols;
1994 – 66 jogos e 03 gols;
1995 – 60 jogos e 02 gols;
1996 – 32 jogos e 01 gol;
Total – 229 jogos e 11 gols

Fontes e Referências:
http://alexandregallo.com.br/
Almanaque do Santos FC;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *