Goleada no primeiro clássico da saudade

Published On 31/10/2015 | Clássicos e Rivalidades
Por Gabriel Santana
Santos, 31/10/2015
Em 2015, Santos e Palmeiras completam 100 anos de rivalidade. São mais de 300 jogos na história, e com diversas partidas memoráveis.
E tudo começou em 1915, quando o Palmeiras ainda era o Palestra Itália. A primeira partida entre as equipes, ocorreu precisamente no dia 3 de outubro de 1915, no campo Velódromo Paulistano, o primeiro estádio de futebol da história do Brasil.
O Santos tinha 3 anos de fundação, já o Palmeiras, havia completado 1 ano, dois meses antes da partida.
O JOGO
O Palestra Itália queria disputar o Campeonato Paulista de Futebol de 1916, mas a Associação Paulista de Esportes Atléticos (APEA), impôs uma condição: que vencesse um time de ponta de sua escolha. E o escolhido foi o Santos FC, que apesar de não disputar o Paulistão aquele ano, era conhecido e respeitado pelo seu grande futebol.
O amistoso ainda serviu para arrecadar ajuda para as vítimas da Grande “Seca do Nordeste” de 1915.
O Santos também criou muita expectativa para o jogo, afinal, era fato raro o clube disputar uma partida na capital, devido a situação financeira.
Cerca de 250 torcedores santistas subiram a serra pelos vagões da São Paulo Railway. Seria a primeira e única vez que o Santos jogaria no histórico estádio do Velódromo, que ficou lotado.
Antes de iniciar a partida, as senhoritas santistas cantaram hinos em homenagem ao Santos
Apesar de ser disputado em São Paulo, o time santista era o favorito. Os jornais da capital afirmavam que “o eleven do Palestra não tinha training”. Os onze palmeirense era formado na sua maioria, por italianos e descendentes italianos. O Santos não tinha nada a ver com isso, e confirmou o favoritismo dentro de campo.
O Alvinegro não tomou conhecimento de seu recém criado rival. Ary Patusca foi o grande carrasco palmeirense, com 3 tentos marcados. Anacleto Ferramenta anotou mais dois, Aranha e Arnado Silveira fecharam o marcador.
O Palestra quase fechou as portas depois disso, mas resistiu! Graças à expulsão do Scottish Wanderers, clube que foi punido por pagar jogadores num Campeonato Amador. Assim o Palmeiras conseguiu uma vaga para disputar o Paulistão em 1916 e desenvolver suas atividades no futebol bandeirante.
O dia 03/10/1915 entrou para a história. O primeiro embate entre duas das maiores equipes do Brasil. Um dos clássicos mais vitoriosos do mundo. Melhor ainda, pela goleada histórica aplicada pelo Santos Futebol Clube!
Ficha Técnica:
03/10/1915 – Palestra Itália 0 x 7 Santos
Gols: Anacleto Ferramenta [2], Ary Patusca [3], Aranha e Arnaldo Silveira.
Local: Estádio Velódromo Paulistano, em São Paulo.
Competição: Amistoso
Árbitro: Irineu Malta
Palestra: Stillitano; Felice e Fulvio; Police, Fragassi e Imparato; Pastore, Américo Fiaschi, Amílcar, Ferré e Ítalo.
Santos: Ciro Werneck; Américo e Urbano Caldeira; Pereira, Oscar e Ricardo; Aranha, Ary Patusca, Anacleto Ferramenta, Marba e Arnaldo Silveira.
Fontes e Biografias
Almanaque do Santos, de Guilherme Nascimento;
Santos, 100 anos, 100 jogos, 100 ídolos, de Odir Cunha;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *