Importância Histórica

Por Kadw Gomes


É imprescindível compreender conceitos de valor no futebol para poder dimensionar o que um clube representa mundialmente e agrega no contexto futebolístico ao longo da história.
A dimensão de um clube no futebol não se resume apenas as conquistas, performances, craques, esquadrões ou façanhas obtidas. Também esta associada a algo distinto e imprescindível: a importância histórica do clube. Essa união de “grandeza e importância” forma os chamados “Méritos Esportivos”.
Afinal, do que adiantaria fazer muito dentro de algo que representa pouco?
A construção da tradição de um país no futebol passa diretamente pelos times que o integram, e é um dos mais notáveis parâmetros de valorização dos aspectos de patamar de um clube, a partir das contribuições ao longo do tempo. Fato demasiadamente retratado em importantes publicações, documentários, sites, livros e jornais da América do Sul e Europa.
– Referencias: L’Equipe, El Gráfico, France Football, Pitch Internacional, D’Filme, Le Monde, Four Four Two, Periódico Fútbol, revista FIFA, Gazzeta Dello Sport, Guerin Sportivo, revista Conmebol, El Gráfico, Mundo Esportivo, Gionarle D’Itália, Word Soccer, Football Total, Gazeta Esportiva, Daily Mail, Daily Mirror, Kirkcer, etc…
Poucos clubes no mundo, porém, agregam colaborações relevantes no desenvolvimento do futebol de seu país e do futebol mundial. Correspondendo aos inúmeros fatores:

 O CLUBE SER UMA BASE DA SELEÇÃO NACIONAL NAS GRANDES CONQUISTAS DO PAÍS.
Exemplos: a Juventus nas quatro Copas do Mundo vencidas pela Itália; o Bayern nas conquistas mundiais e continentais da Alemanha; o Ajax nas grandes performances da Holanda, o River na geração histórica (anos 40) e grandes conquistas da seleção da Argentina, Santos e Botafogo na Era de Ouro do futebol brasileiro (1958-70), entre outros.
FAÇANHAS OU CONQUISTAS INTERNACIONAIS PRIMORDIAIS QUE DIMENSIONARAM PARADIGMA.
Exemplos: o Milan, primeiro italiano campeão europeu em 63; o Manchester United, primeiro inglês campeão europeu em 68 (quando os ingleses desprestigiavam a competição); Real Madrid-ESP (anos 50) e Santos-BRA (anos 60) como primordiais equipes à alavancar grandes títulos internacionais engrandecendo o futebol nacional dos seus respectivos países. No Brasil, o Vasco, primeiro campeão Sul-Americano (1948), e o São Paulo, Bicampeonato da Libertadores (1992-93).
– IDENTIDADE FUTEBOLÍSTICA OU IMPACTO DE EVOLUÇÃO COM FUTEBOL REVOLUCIONÁRIO. 
Exemplos: o Arsenal nos anos 30 com Chapman e a Áustria “Wunderteam” de Meisl; o River Plate, Lá Máquina, nos anos 40 (Argentina); o Honved dos “magiares” nos anos 50 (Hungria), que mudou o paradigma do “soccer”; o Santos com o Futebol Arte nos anos 60 (Brasil); a Inter do “Catenaccio” (Itália), no rígido sistema de marcação de Herrera; o Ajax do futebol total, provavelmente, a mais famosa revolução (Holanda); o Bayern na imposição física-disciplinar nos anos 70 (Alemanha); ou ainda o Barcelona da troca de passes tika-taka (Espanha), etc.
– REPRESENTATIVIDADE FUTEBOLÍSTICA E SÍMBOLO DO FUTEBOL DO PAÍS.
Exemplos: A Juventus de Agnelli na Itália nos anos 30; o Wolverhampton (futebol inglês como melhor do mundo) e o Honved nos anos 50; Benfica de Portugal, a Inter de Herrera na Itália, o Santos abraçado pelo povo no Bicampeonato Mundial, o Manchester de Charlton campeão europeu nos anos 60; o Bayern nos anos 70 e no século XXI; o Ajax na Holanda; o Barcelona no século XXI, etc.
POPULARIZAÇÃO DO FUTEBOL.
Exemplos: além do Santos; o River La Maquina da Argentina, LaU Ballet Azul do Chile e o Nacional base da celeste olímpica do Uruguai; Manchester United do trio Best-Charlton-Law da Inglaterra, Real Madrid das cinco coroas; Juventus Fiat/Agnelli penta-nacional e base da Itália; etc.
CONTRIBUIÇÕES ESTRUTURAIS.
Exemplos: o Real Madrid na Espanha, ou mesmo o Fluminense no Brasil na época Amadora, tanto que ambos foram condecorados com a Taça Olímpica da COI).

A verdade é que boa parte dos clubes, mesmo grandes, são meros coadjuvantes na construção da grandeza de seu país. Alguns, pontualmente, conseguem atribuir aspectos importantes, uns as vezes bem relevantes e fenomenais (como o Honved, numa época). Mas são poucos os que correspondem de forma geral historicamente. Nesse seleto grupo, tomando base artigos internacionais, estão:
o Real Madrid e o Barcelona na Espanha;
a Juventus, o Milan e a Inter na Itália;
o Bayern München na Alemanha;
o Manchester United e o Liverpool na Inglaterra;
o Ajax na Holanda e o Benfica em Portugal;
o River Plate na Argentina; Peñarol e Nacional no Uruguai;
e, claro, o Santos Futebol Clube no Brasil.

O Alvinegro da Vila Belmiro é o único clube no mundo que contribuiu para o futebol torna-se o esporte nº 1 do seu país (o Brasil nos anos 10), foi protagonista na transformação do futebol brasileiro em melhor do mundo (Era de Ouro nos anos 50-60), popularizou – como um autentico Embaixador – o futebol do Brasil e de outros países (anos 60 e 70), além de ser o maior colaborador na valorização da categoria de base, através dos Meninos da Vila, acarretando o primeiro Ouro Olímpico do Brasil (século XXI).
Maior símbolo do futebol brasileiro, o Santos conduziu ao longo da história o Futebol Arte e DNA Ofensivo, carregando de forma genuína um jogo de habilidade, espetáculo e irreverencia no mundo inteiro. Base fundamental nas grandes conquistas do Brasil. Alavancou o maior momento do Brasil com conquistas internacionais. Sendo abraçado pelo povo que via no branco e preto sua identidade no futebol, tornou-se o primeiro time no mundo Bicampeão Continental e Mundial.
Da geração de Arnaldo Silveira, passando pelo cume da geração Pelé, chegando a modernidade com Neymar e os Meninos da Vila, o Santos é o maior responsável pela grandeza e dimensão do futebol brasileiro. Confira:

 Importância Histórica (1913-1931)
– O Grande Clube da Cidade;
– Combatendo e promovendo a Integração Racial no futebol;
– Contribuições no Desenvolvimento do Futebol Brasileiro;
– Base da Conquista de 1919: O Futebol se tornava o esporte Nº 1 do Brasil;
– Dinastia Lendária, Revolução Ofensiva e Feitos Internacionais;
 Importância Histórica (1932-1957)
– Do Amadorismo Olímpico ao Futebol Profissional;
– Conquistando respeito na América Platina;
– Feitos Internacionais e Reabilitando o Futebol Paulista no Brasil;
– Entre os melhores times da América do Sul e o Surgimento do Rei do futebol;
– Alento a moral do futebol nacional;
• Importância Histórica (1958-1970)
– Protagonista da Era de Ouro e base da Seleção Brasileira ao longo do Tricampeonato da Copa do Mundo;
– Melhor Time de Todos os Tempos;
– Conquistas e Façanhas Internacionais;
– Pelé: O melhor jogador de todos os tempos;
– Identidade Futebolística: Revolucionando com o Futebol Arte e o DNA Ofensivo;
– Embaixador do Futebol;
 Importância Histórica (1971-2000)
– Os Globbetrothers do Futebol;
– Status de maior e mais famoso clube do mundo;
– Feitos Internacionais;
– Os Meninos da Vila e o Futebol Discoteca;
– Maior Clube do Século XX FIFA;
• Importância Histórica (2001-2016)
– Os Meninos da Vila II e III, DNA Ofensivo e renovando o Futebol Arte;
– Um dos Maiores Clubes do Mundo;
– Conquistas Internacionais;
– Meninos de Ouro;