Kléber Pereira – 2007-2009

Published On 28/03/2015 | Ex-Atletas
Nome completo – Kléber João Boas Pereira
Nascimento –  13 de Agosto de 1975, em  Peri Mirim, Maranhão.
Posição – Atacante
Período – 2007-2009
Jogos – 153
Gols86
Histórico – Após anos no futebol mexicano, Kléber Pereira acertou a vinda para o Santos em 2007, mais precisamente no 2º semestre. Marcou 16 gols, e mesmo tendo chegado no meio da temporada, foi o vice-artilheiro santista do ano. Em 2008 voltou a ter boas atuações, e foi o Artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2008, com 21 gols, juntamente com Washington e Keirrison. Foi também disparado o maior goleador do Santos no mesmo ano, com 40 gols. Molina foi o vice-artilheiro com 13. Em seu último ano pelo Santos, teve Neymar como companheiro de ataque, e foi o primeiro grande parceiro do craque santista. Marcou 30 gols em 2009, e foi novamente o Artilheiro santista do ano, superando Neymar, com 14.
Kléber Pereira é o 26º maior Artilheiro da história do Santos e o 3º maior Artilheiro santista no Campeonato Brasileiro, com 51 gols, atrás apenas de Neymar e Pelé.
ESTREIA
19/07/2007 – Palmeiras 2 x 2 Santos
Gols: Kléber aos 10min, Nen aos 18min, e Pedrinho aos 46min do primeiro tempo; Rodrigo Souto (contra) aos 47min do segundo tempo.
Local: Estádio Parque Antártica, em São Paulo.
Competição: Campeonato Brasileiro
Árbitro: Sálvio Spinola Fagundes Filho (SP)
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Júnior e Valter José dos Reis (ambos de SP)
Cartões amarelos: Domingos, Valdivia, Rodrigo Souto, Adriano, Edmundo e Vítor Júnior
Palmeiras: Diego Cavalieri; Nen, Gustavo e Dininho (Valmir); Paulo Sérgio (Wendel), Pierre, Martinez, Valdivia e Leandro (Edmundo); Luís e Luiz Henrique. Técnico: Caio Júnior
Santos: Fábio Costa, Adailton, Domingos e Marcelo; Alessandro, Rodrigo Souto, Adriano, Rodrigo Tabata (Kléber Pereira), Pedrinho (Vítor Júnior) e Kléber; Marcos Aurélio (Carlinhos).  Técnico: Vanderlei Luxemburgo
PRIMEIROS GOLS
22/07/2007 – Santos 3 x 1 Figueirense
Gols: Kléber Pereira aos 33min e aos 38min do primeiro tempo; Otacílio Neto aos 10min e Pedrinho aos 39min do segundo tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Brasileiro
Público: 5.176 pagantes
Renda: R$ 53.475,00
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés e Wagner de Almeida Santos (ambos de RJ)
Cartões amarelos: Dionísio e Edson
Cartão Vermelho: Henrique
Santos: Fábio Costa; Alessandro (Dionísio), Domingos, Adaílton e Kléber; Rodrigo Souto, Adriano, Tabata (Carlinhos) e Pedrinho; Marcos Aurélio e Kléber Pereira (Moraes). Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Figueirense: Wilson, Felipe Santana, Edson e Vinicius; Diogo, Henrique, Cleiton Xavier (Ramon), Ruy e André Santos; Otacílio Neto (Vagner) e Alexandre (Victor Simões). Técnico: Mário Sérgio
ÚLTIMO GOL
29/11/2009 – Avaí 2 x 2 Santos
Gols: Cristian aos 3min e aos 6min e Kleber Pereira aos 27min do primeiro tempo; Paulo Henrique Ganso aos 39min do segundo tempo.
Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis, Santa Catarina.
Competição: Campeonato Brasileiro
Árbitro: Léonardo Gaciba da Silva (Fifa-RS)
Auxiliares: Julio Cesar Rodrigues Santos (RS) e Jose Antonio Chaves Franco Filho (RS)
Cartões amarelos: Léo Gago, Anderson (A), Paulo Henrique, Edu Dracena (S)
Cartões vermelhos: Adaílton (S)
Avaí: Eduardo Martini; Rafael, Augusto e Anderson; Luís Ricardo (Léonardo), Ferdinando, Léo Gago, Caio, Eltinho (Uendel); Muriqui e Cristian (Fabinho Capixaba). Técnico: Silas
Santos: Felipe; Pará, Adaílton, Eli Sabiá e Léo; Rodrigo Mancha (Robson), Rodrigo Souto, Madson (Edu Dracena) e Paulo Henrique; Neymar (Felipe Azevedo) e Kléber Pereira. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

One Response to Kléber Pereira – 2007-2009

  1. Rogério Lima says:

    Sou maranhense, e nunca vou esquecer os gols deste grande atacante e tenho orgulho de dizer aqui que também é meu amigo. Lembro muito bem no dia que ele pegou a bola do meio de campo e saiu driblando todo mundo ate o goleiro no pre jogo da seleção brasileira contra a seleção da Iugoslava em 1999 aqui no estadio do castelão. ali começou a sua trajetória no futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *