Laércio – 1957-1969

Published On 22/07/2014 | Ex-Atletas, Ídolos
Por Gabriel Santana
Santos, 22/07/2014
Atualizado, 30/12/2015
Nascido em Indaiatuba-SP, no dia 1 de março de 1931, Laércio José Milani, foi contratado pelo Santos em 1957.
Envolvido na negociação que levou o zagueiro Formiga para o Palmeiras, Láercio já era considerado um dos principais goleiros do Brasil.
No início de sua passagem pelo Santos, tinha o goleiro Manga como concorrente direto pela posição. Pouco tempo depois, seu concorrente foi Gylmar dos Santos Neves, um dos melhores goleiros da história do futebol. Virou um reserva de luxo ao longo de quase uma década.
Durante os 12 anos em que atuou no Santos, Laércio foi titular absoluto do gol alvinegro em apenas dois, entre 1959 e 1961. Mesmo assim, conquistou um lugar na história do clube entre os melhores de sua posição.
Com a constante ida de Gylmar para a Seleção Brasileira, Láercio sempre era acionado para atuar na meta santista. Com brilhantes defesas, diversas vezes saiu ovacionado pela torcida.
Mesmo ficando um bom tempo na reserva, Laércio é o terceiro goleiro que mais atuou pelo Santos, e permaneceu na Vila Belmiro por 12 anos, mostrando uma grande admiração ao clube santista.
O grande goleiro Laércio, morreu no dia 29 de agosto de 1985, aos 54 anos, em Santos.
Jogos – 336
Títulos no Santos:
1958 – Campeonato Paulista
1959 – Torneio Rio-São Paulo
1960 – Campeonato Paulista
1961 – Campeonato Paulista e Taça Brasil
1962 – Campeonato Paulista, Taça Brasil, Taça Libertadores e Mundial Interclubes
1963 – Taça Brasil, Taça Libertadores, Mundial Interclubes e Torneio Rio-São Paulo
1964 – Campeonato Paulista, Taça Brasil e Torneio Rio-São Paulo
1965 – Campeonato Paulista e Taça Brasil
1966 – Torneio Rio-São Paulo
1967 – Campeonato Paulista
1968 – Torneio Roberto Gomes Pedrosa, Recopa Sul-Americana, Recopa Mundial e Campeonato Paulista
1969 – Campeonato Paulista
Fichas Técnicas:
19/05/1957 – Londrina-PR 1 x 7 Santos
Gols: Pelé [2], Pepe [2], Álvaro, Breno e Pagão; Alaor.
Local: VGD, em Londrina, Paraná.
Competição: Amistoso
Renda: Cr$ 400.00,00
Árbitro: Walter Galera
Londrina: Inacio; Saporto (Conceição) e Oswaldo; Douglas, Cortes e Gimenes; Alaor, Barras, Zé Carlos, Iube (Chico) e Armandinho.
Santos: Laércio (Barbosinha); Fioti, Getúlio (Gilvandro), Mourão (Ivan) e Brauner; Zito e Jair Rosa Pinto; Dorval (Breno), Álvaro (Pelé), Pagão e Pepe. Técnico: Lula
– Primeiro jogo de Laércio com a camisa santista.
05/01/1960 – Santos 1 x 1 Palmeiras
Gols: Pelé aos 22min e Zequinha aos 34min do primeiro tempo.
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo
Competição: Campeonato Paulista de 1959 (Decisão Extra)
Público: 38.262 pagantes
Renda: Cr$ 3.061.350,35
Árbitro: Stefan Walter Glanz
Santos: Laércio; Feijó, Getúlio e Dalmo; Formiga e Zito; Dorval, Urubatão, Coutinho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
Palmeiras: Valdir; Djalma Santos, Valdemar Carabina, Aldemar e Geraldo Scotto; Zequinha e Chinesinho; Julinho, Américo, Romeiro e Geó. Técnico: Osvaldo Brandão
– No primeiro jogo de 1960, Laércio assume a meta santista por toda temporada.
27/12/1961 – Santos 5 x 1 Bahia
Gols: Pelé aos 25min, aos 30min e aos 31min e Coutinho aos 33min do primeiro tempo; Coutinho aos 15min e Florisvaldo aos 45min do segundo tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Taça Brasil
Público: 18.662 pagantes
Renda: Cr$ 2.177.700,00
Árbitro: Baymonilso Lisboa
Santos: Laércio (Silas); Lima, Mauro (Olavo), Calvet e Dalmo; Zito e Tite; Dorval, Coutinho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
Bahia: Nadinho; Hélio, Henrique, Vicente e Florisvaldo; Pinguéla (Antônio) e Alencar, Nilsinho, Didico, Mário e Marito
– Laércio foi um dos responsáveis pelo título brasileiro de 1961.
27/03/1966 – Corinthians 0 x 0 Santos
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo.
Competição: Torneio Rio-São Paulo
Público: 43.603 pagantes
Renda: Cr$ 64.517.500,00
Árbitro: Ethel Rodrigues
Expulsos: Coutinho e Mengálvio (Santos)
Corinthians: Heitor; Jair Marinho, Ditão, Galhardo e Édson Cegonha; Rivellino e Nair; Garrincha, Flávio (Ney), Tales e Gílson Porto. Técnico: Oswaldo Brandão
Santos: Laércio; Carlos Alberto, Oberdan, Haroldo e Zé Carlos; Zito e Mengálvio; Dorval (Lima), Coutinho, Toninho e Edu (Joel Camargo). Técnico: Lula
– Com dois jogadores a menos, Láercio defende um penâlti aos 44min do segundo tempo, assegurando o título santista!
24/09/1969 – Combinado Sampdoria/Genoa-ITA 1 x 7 Santos
Gols: Pelé [2], Djalma Dias [2], Negreiros, Nenê e Léo Oliveira; Turcão (c).
Local: Comunalle, em Genova, Itália.
Competição: Amistoso
Público: 35.000 aproximadamente
Renda: NCr$ 199.200,00
Árbitro: Picasso
Combinado: Leonardi; Rossetti, Kalcomer, Gruni (Delfino) e Spanio (Colauso); Negrisoli (Rivara) e Peroti (Benevuto); Mascheroni (Quintavalle), Morelli, Benetti (Cristin) e Rogotto (Bittolo). Técnico: Fúlvio Bernardini
Santos: Gilmar (Laércio); Lima (Léo Oliveira), Ramos Delgado, Joel Camargo e Turcão; Djalma Dias e Nenê (Negreiros); Manoel Maria, Edu (Douglas), Pelé (Marçal) e Abel. Técnico: Antoninho
– Em sua ultima partida pelo Alvinegro, o placar foi o mesmo de sua estreia, 7×1 para o Santos.
Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatística do Santos;
Almanaque do Santos;
Livro “100 anos, 100 jogos e 100 ídolos”;

2 Responses to Laércio – 1957-1969

  1. Pingback: Acervo Histórico do Santos FC | Mundial Interclubes – 1962

  2. Pingback: Acervo Histórico do Santos FC | Ismael – 1962-1965

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *