Leandro da Luz – 2001-2002/2004-2005

Published On 03/01/2017 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana
Santos, 03/01/2017

Nome completo – Leandro de Oliveira da Luz
Período – 2001-2002/2004-2005
Posição – Lateral-esquerdo
Nascimento – 01 de março de 1983, em Cândido Mota, São Paulo
Jogos  10
Gols – 00

Histórico – Revelado nas categorias de base santista, Leandro teve suas primeiras chances na equipe principal em 2001. Atuou em algumas partidas pelo Campeonato Brasileiro, e acabou não se firmando.
Enquanto tinha contrato em vigência com o Santos, foi emprestado ao Paysandu, Saturn/RUS e Brasiliense. Ganhou destaque no Paysandu, e foi convocado para a disputa dos Jogos Pan-americanos de Santo Domingo, em 2003. Disputou 4 partidas pela Seleção Brasileira sub-23, e assinalou um gol.
Na Vila Belmiro, nunca teve uma sequência de jogos, e transferiu-se em definitivo do Santos em 2005. Não desistiu da carreira, e foi fazer sua fama em dois países muito longe do Brasil: Vietña e Tailândia.

Leandro em ação pelo Becamex Bình Dương (Foto/Arquivo Pessoal)

Sua experiência internacional se iniciou em 2008, no Hải Phòng Football Club, do Vietnã. Após três anos na equipe, foi contratado pelo Becamex Bình Dương Football Club, o qual é considerado o principal clube do Vietña. Sagrou-se Bicampeão da BTV Cup, em 2012 e 2013.
Em 2013, rumou para à Tailândia, após ser contratado pelo Port Football Club. Na equipe tailandesa, foi o principal jogador do clube em 2013 e 2014. Destacou-se principalmente pelos seus gols, que o tornaram artilheiro máximo da equipe nas temporadas 2013-2014.  A essa altura de sua carreira, Leandro já não atuava mais de lateral-esquerdo, e sim, de meia-esquerda ou atacante.
Em 2015, foi atuar pelo Bangkok Glass Football Club, outro grande clube da Tailândia.
Durante o período de férias em 2012, cogitou voltar ao Brasil, enquanto mantinha sua forma física no Joinville. O acerto não se concretizou, e Leandro permaneceu no mundo asiático.
Leandro é mais um caso de Menino da Vila que não vingou na equipe santista, porém, teve a capacidade de fazer sua fama longe do Brasil, e tornar-se um dos principais jogadores por onde passou.

ESTREIA
06/10/2001 – Santos 1 x 2 São Caetano
Gols: Viola (p) – Magrão (2).
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Brasileiro
Renda: R$ 136.005
Público: 14.712
Árbitro: Paulo Cesar de Oliveira
SFC: Fábio Costa; Russo, Preto, Cleber e Leandro da Luz (Renato); Marcelo Silva, Paulo Almeida, Elano e Canindé (Weldon); Marcelinho Carioca (Vagner) e Viola. Técnico: Cabralzinho
ADSC: Silvio Luiz; Julio Cesar, Serginho, Dininho e Paulo Cesar; Simão, Marlon, Esquerdinha e Márcio Griggio (Bechara); Anaílson (Edu Salles) e Magrão (Iriney).Técnico: Jair Picerni
ULTIMO JOGO
17/04/2005 – Marília 1 x 1 Santos
Gols: Geílson aos 7min, e Beto aos 11min do primeiro tempo.
Local: Estádio Bento de Abreu, em Marília, São Paulo.
Competição: Campeonato Paulista
Público: 2.893 pagantes
Renda: R$ 26.084,00
Árbitro: Paulo José Danelon
Assistentes: Evandro Luiz Silveira e Osny Antonio Silveira
Cartões Amarelos: Cadu, Marcelão e João Marcos.
Marília: Bruno; Marcelão, Beto e César; Jorginho (Bruno Soares), João Marcos, Umberto, Éder (Ricardinho) e Tidão; Frontini e Wellington Amorim. Técnico: Roberval Davino
Santos: Mauro; Zé Leandro, Preto, Domingos e Leandro da Luz; Beto, Rogério (Welder), Cadu (Edmílson) e Luís Augusto; Douglas (Renatinho) e Geílson. Técnico: Gallo

• Jogos e gols:
2001 – 05 jogos e 00 gol;
2002 – 02 jogos e 00 gol;
2004 – 02 jogos e 00 gol;
2005 – 01 jogo e 00 gol;
Total – 10 jogos e 00 gol

Fontes e Referências:
Almanaque do Santos FC;
Centro de Memória e Estatística do Santos FC;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *