Marcos Bazílio – 1995/1997-1999

Published On 08/03/2016 | Ex-Atletas
Nome completo – Marcos Roberto Pereira Bazílio
Período – 1997-1999
Posição – Volante
Nascimento – 18 de agosto de 1976, em São Paulo
Jogos – 97
Gols – 00
Histórico – Revelado nas categorias de base do Santos, Marcos Bazílio teve sua primeira oportunidade entre os profissionais em 1995, mas só em 1997 se firmou na equipe principal.
Com a equipe santista, foi Campeão do Torneio Rio-São Paulo de 1997, e principalmente da Copa Conmebol de 1998, onde atuou na grande decisão diante do Rosário/ARG.
No início de 2000, foi emprestado para a Portuguesa Santista, e na sequência, para o Bahia.
Ganhou destaque na equipe do Avaí-SC, entre 2004-2006, e após rodar por alguns clubes do Brasil, se aposentou em 2010.
ESTREIA
11/06/1995 – Santos 4 x 0 XV de Piracicaba
Gols: Marcelo Passos (p), Demétrius (2) e Carlinhos.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Paulista
Renda: R$ 8.473
Árbitro: Alfredo Loebeling
SFC: Edinho (Robson); Ronaldo Marconato, Maurício Copertino, Marcelo Moura (Jean) e Silva; Cerezo, Carlinhos (Marcos Bazílio), Jamelli e Marcelo Passos (Marcos Paulo); Macedo e Demétrius. Técnico: Joãozinho
ECXVN: Marcos; Jaime (Hélio), Luiz Fernando, Nem (Rodnei) e Cabrera (Wagner); Biluca, Alex, Almir e Ivanildo; Carlos Alberto e Celinho.
Técnico: Rubens Minelli
ULTIMO JOGO
17/11/1999 – Santos 0 x 1 Grêmio
Gol: Itaqui.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Seletiva para a Libertadores
Renda: R$ 34.110,00
Público: 6.323
Árbitro: Claudio Cerdeira
SFC: Zetti; Ceará (Marcos Bazílio), Narciso, Andrei (Rodrigão) e Gustavo Nery; Elson, Claudiomiro, Eduardo Marques e Ailton (Lúcio); Deivid e Dodô. Técnico: Paulo Autuori
GFPA: Danrlei; Alex Xavier, Rodrigo Costa, Scheidt e Roger; Anderson (Capitão), Luis Carlos Goaino, Gavião e Itaqui; Cleisson (Zé Alcino) e Agnaldo (Magrão).
Técnico: Cláudio Duarte
• Jogos e gols:
1995 – 02 jogos
1997 – 26 jogos
1998 – 26 jogos
1999 – 43 jogos
Total: 97 jogos
Fontes e Referências:
Almanaque do Santos, de Guilherme Nascimento;
Revista Placar;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *