Mengálvio – 1960-1969

Published On 26/04/2014 | Ex-Atletas, Ídolos
Por Gabriel Santana
Santos, 09/03/2014
Atualizado, 02/01/2016
Nascido no dia 17 de outubro de 1938, Mengálvio Pedro Figueiró, foi registrado por seu pai no cartório de sua cidade natal, Laguna, em Santa Catarina, apenas no dia 17 de dezembro 1938. Era o quinto filho do casal Antônio Figueiró e Maria Florisbela Figueiró.
Começou no futebol defendendo o Aimoré, de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul em 1957. Levou a equipe gaúcha ao vice-campeonato de Porto Alegre.
Em 1960, chegou a Seleção Brasileira para disputar o Campeonato Pan-Americano da Costa Rica. Logo após o Pan, desembarcou na Vila Belmiro. Com toda sua elegância e eficiência em campo, entrou para a história do Santos, e formou o ataque dos sonhos, juntamente com Dorval, Coutinho, Pelé e Pepe.
Dono de um futebol clássico, foi campeão Mundial pelo Brasil em 1962, no Chile, e da Copa Rocca em 1963. Mengálvio tinha 1,79 metro e 68 quilos, e por isso era conhecido como um falso lento. Tinha uma categoria e um fôlego privilegiado, que lhe permitia defender e atacar com a mesma eficiência.
No fantástico time do Santos, ele fazia o papel de meia-direita, mas na prática jogava recuado, protegendo a defesa, e era Zito quem apoiava mais o ataque.
Em 1968, foi emprestado ao Grêmio e em 1969, ao Millonarios, da Colômbia, onde chegou a conquistar o Torneio Finalización.
Encerrou sua carreira em 1971, e continuou vivendo em Santos.
Jogos – 371
Gols – 28
Títulos:
1960 – Campeonato Paulista
1961 – Campeonato Paulista e Taça Brasil (Brasileiro)
1962 – Campeonato Paulista, Taça Brasil (Brasileiro), Taça Libertadores e Mundial Interclubes
1963 – Taça Brasil (Brasileiro), Taça Libertadores, Mundial Interclubes e Torneio Rio-São Paulo
1964 – Campeonato Paulista, Taça Brasil (Brasileiro) e Torneio Rio-São Paulo
1965 – Campeonato Paulista e Taça Brasil (Brasileiro)
1966 – Torneio Rio-São Paulo
1967 – Campeonato Paulista
1968 – Campeonato Paulista e Recopa Sul-Americana
1969 – Campeonato Paulista
Fichas Técnicas:
19/04/1960 – Santos 2 x 2 Portuguesa
Gols: Ocimar aos 29min do primeiro tempo; Zito aos 15min, Ney aos 17min e Odorico aos 30min do segundo tempo.
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo.
Competição: Torneio Rio-São Paulo
Renda: Cr$ 49.675,00
Árbitro: Anacleto Pietrobom
Santos: Laércio; Feijó, Mauro e Zé Carlos; Calvet (Formiga) e Zito; Dorval, Ney (Mengálvio), Coutinho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
Portuguesa: Chamorro, Hermínio, Ditão e Nélson; Odorico e Vilela; Hélio (Jair da Costa),Ocimar, Servilio (Zé Carlos), Didi e Babá. Técnico: Oto Vieira
– Estreia de Mengálvio
17/07/1960 – Santos 6 x 3 Ponte Preta
Gols: Mengálvio aos 9min, Pepe aos 13min, Paulinho aos 18min e Dorval aos 43min do primeiro tempo; Pelé aos 15min, Paulinho aos 18min e aos 36min, Darci (c) aos 19min e Pepe aos 34min do segundo tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Paulista
Público: 13.000 aproximadamente
Renda: Cr$ 663.390,00
Árbitro: Olten Ayres de Abreu
Santos: Laércio; Calvet, Mauro e Zé Carlos; Formiga e Zito; Dorval, Mengálvio, Ney, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
Ponte Preta: Valter; Ivan, Darci e Carvalho; Wilse e Esmeraldo; Nivaldo, Paulinho, Paulo,Ascendino (Jair) e Alcides. Técnico: Gentil Cardoso
– Primeiro gol de Mengálvio
11/01/1961 – Santos 10 x 2 Guarani
Gols: Mengálvio [3], Pelé [2], Coutinho [3] e Dorval e Sormani; Benê [2].
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Renda: Cr$ 358.000,00
Árbitro: Mario Nogueira
Santos: Laércio; Mauro (Formiga) e Zé Carlos; Dalmo, Calvet e Zito (Fioti); Dorval (Sormani), Mengálvio, Coutinho (Pagão), Pelé e Pepe (Tite). Técnico: Lula
Guarani: Nicanor (Dimas); Ferrari, Ditinho e Benê II; Heraldo e Valter; Paulo Leão (Dorival),Ilton, Carlini, Cabrita (Milton), Benê e Osvaldo.
– Primeiro e único Hat-Trick de Mengálvio!
18/02/1962 – Deportivo Municipal-BOL 3 x 4 Santos
Gols: Aguillera aos 16min e Lima aos 41min do primeiro tempo; Mengálvio aos 11min, Torres aos 13min, Ruiz aos 17min, Pagão aos 32min e Tite aos 34min do segundo tempo.
Local: Estádio Hernandes Siles Suaso, em La Paz, Bolívia.
Competição: Taça Libertadores de América
Renda: Cr$ 10.000.000,00
Público: 38.000 aproximadamente
Árbitro: Olten Ayres de Abreu
Deportivo Municipal: Solís; Jorge Montes, Vargas e Di Lorenzo; Zenteno, Alcócer e Alberto Torres; Aguirre (Ruiz Díaz), Roberto Caínzo, Julio Torres e Aguillera.
Santos: Laércio; Getulio, Olavo e Zé Carlos; Lima e Calvet; Dorval (Tite), Mengálvio, Pagão, Pele e Oswaldo (Tite).
– Deixou sua marca na primeira partida do Santos na história da Taça Libertadores.
14/11/1963 – Santos 4 x 2 Milan
Gols: Mazzola aos 12min e Mora aos 17min do primeiro tempo; Pepe aos 5min e aos 22min, Mengálvio aos 9min e Lima aos 18min do segundo tempo.
Local: Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.
Competição: Mundial Interclubes
Público: 132.728 pagantes (150.000 pessoas)
Renda: Cr$ 98.065.000,00
Árbitro: Juan Brozzi (Argentina)
Santos: Gilmar; Ismael, Mauro, Haroldo e Dalmo; Lima e Mengálvio; Dorval, Coutinho, Almir e Pepe. Técnico: Lula
Milan: Ghezzi; Davi, Maldini e Trebi; Trapattoni e Pelagalli; Mora, Lodetti, Rivera, Mazzola e Amarildo.Técnico: Luis Carniglia
– Um dos gols mais importantes de Mengálvio em toda sua carreira!
18/05/1969 – São Bento 1 x 1 Santos
Gols: Carlinhos aos 28min e Edu aos 38min do segundo tempo.
Local: Estádio Humberto Reali, em Sorocaba, São Paulo.
Competição: Campeonato Paulista
Renda: Cr$ 20.014,00
Público: 6.921 + 2.738 gratuitos (9.659 total)
Árbitro: Joaquim Campos
São Bento: Élcio; Aranha, Gilberto, Gibe e Dorival; Maranhão e Bazzaninho; Carlinhos, Peri, Mazinho e Batista. Técnico: Silvio Pirillo
Santos: Cláudio; Oberdan, Ramos Delgado, Djalma Dias e Rildo; Clodoaldo e Léo (Mengálvio); Manoel Maria (Douglas), Toninho, Edu e Abel. Técnico: Antoninho
– Última jogo de Mengálvio com a camisa do Santos.
Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatística do Santos;
Almanaque do Santos;
Livro “100 anos, 100 jogos e 100 ídolos”;

One Response to Mengálvio – 1960-1969

  1. Pingback: Acervo Histórico do Santos FC | Mundial Interclubes – 1962

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *