Negreiros – 1967-1972

Published On 06/08/2015 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana
Santos, 06/08/2015

Nome completo – Valter Ferraz Negreiros
Período – 1967-1972
Posição – Meio-Campista
Nascimento – 06 de agosto de 1946, em Santos, São Paulo.
Jogos – 124
Gols – 12

Histórico – Ao lado de Clodoaldo, Negreiros iniciou sua trajetória no futebol atuando pelo SE Barreiros, um dos principais clubes da várzea santista.
Antes mesmo de atuar pelo time de Vila Belmiro, Negreiros já tinha uma forte ligação com o clube praiano. Seu pai, também conhecido como Negreiros, e seu tio, Fábio, atuaram pelo Santos, nas décadas de 40 e 30 respectivamente.
Em 1965, chegou a Vila Belmiro para atuar nas divisões de base do clube.
Santista de nascimento, teve sua primeira chante no time principal em 1967, tendo a oportunidade de atuar nas grandes equipes do Alvinegro da década de 60.
Sempre demonstrou muita categoria com as bolas nos pés, e em seu primeiro ano no profissional, atuou em 9 jogos e marcou um gol.
Em 1968, se firmou na equipe, e iniciou diversas partidas como titular. Na mesma temporada, conquistou o Campeonato Brasileiro, a Recopa Sul-Americana e a Recopa Mundial.
No ano seguinte, ainda teve grande participação na equipe, que estava entrando em fase de reconstrução.
Seu último ano pelo Santos, foi em 1972, e ainda atuou por Grêmio e Coritiba.

ESTREIA
03/05/1967 – Santos 3 x 0 Ferroviário-PR
Gols: Cecconi (c) aos 17min, Pelé aos 19min e Toninho aos 28min do primeiro tempo.
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo.
Competição: Campeonato Brasileiro de 1967
Público: 1.500 aproximadamente
Renda: NCr$ 2.986,50
Árbitro: Kalil Karan Filho
Santos: Cláudio; Carlos Alberto, Orlando, Joel Camargo e Rildo; Clodoaldo (Negreiros) e Buglê (Lima); Toninho, Ismael, Pelé e Abel (Pepe). Técnico: Antoninho
Ferroviário: Paulista; Kavalis, Cecone, Caçula e Pinheiro; Martins e Renatinho; Pedro Alves (Padreco) (Jaime), Paulo Vecchio, Nilso e Gijo. Técnico: Odilon Silva
PRIMEIRO GOL
17/09/1967 – Bahia 2 x 3 Santos
Gols: Douglas, Negreiros e Toninho; Manezinho [2]
Local: Estádio Fonte Nova, em Salvador, Bahia.
Competição: Amistoso (Campanha de combate ao câncer)
Árbitro: Carmelito Voi
Renda: NCr$ 59.062,00
Bahia: João Adolfo; Breno, Dario, Hildo e Toinho; Ailton e Luís; Manezinho, Péricles (Adelmo), Zé Eduardo e Canhoteiro.
Santos: Cláudio; Lima, Ramos Delgado (Orlando), Joel Camargo e Rildo (Geraldino); Negreiros e Mengálvio; Wilson, Douglas, Toninho (Silva) e Edu (Pepe). Técnico: Antoninho
ÚLTIMO GOL
24/09/1969 – Combinado Sampdoria/Genoa-ITA 1 x 7 Santos
Gols: Pelé [2], Djalma Dias [2], Negreiros, Nenê e Léo Oliveira; Turcão (c).
Local: Comunalle, em Genova, Itália.
Competição: Amistoso
Público: 35.000 aproximadamente
Renda: NCr$ 199.200,00
Árbitro: Picasso
Combinado: Leonardi; Rossetti, Kalcomer, Gruni (Delfino) e Spanio (Colauso); Negrisoli (Rivara) e Peroti (Benevuto); Mascheroni (Quintavalle), Morelli, Benetti (Cristin) e Rogotto (Bittolo). Técnico: Fúlvio Bernardini
Santos: Gilmar (Laércio); Lima (Léo Oliveira), Ramos Delgado, Joel Camargo e Turcão; Djalma Dias e Nenê (Negreiros); Manoel Maria, Edu (Douglas), Pelé (Marçal) e Abel. Técnico: Antoninho

• Jogos e gols marcados:
1967 – 09 jogos e 01 gol;
1968 – 52 jogos e 08 gols;
1969 – 51 jogos e 03 gols;
1970 – 06 jogos e 00 gol;
1971 – 03 jogos e 00 gol;
1972 – 03 jogos e 00 gol;
Total – 124 jogos e 12 gols

Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatística do Santos FC;
Almanaque do Santos FC;

One Response to Negreiros – 1967-1972

  1. Pingback: Acervo Histórico do Santos FC | As famílias do Santos Futebol Clube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *