Nicácio – 1949-1955

Published On 07/08/2017 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana e Ronaldo Silva
Santos, 07/08/2017

Nome completo – Nicácio Mario Rodrigues
Período – 1949-1955
Posição – Atacante
Nascimento – 13 de fevereiro de 1927, em Joinville
Jogos – 175
Gols – 62

Histórico – No futebol catarinense, Nicácio atuou pelo Palmeiras EC, de Blumenau, e pelo EC Paula Ramos, de Florianópolis. O primeiro clube, foi o responsável por revelar o atacante.
Destacou-se em Santa Catarina principalmente por sua disposição dentro de campo. Observado por um conselheiro do Santos, foi trazido para a Vila Belmiro no ano de 1949.
Nicácio foi contratado como centroavante, porém, quando necessário, também atuava pela ponta-direita. Era um jogador veloz, com poucos recursos técnicos, mas compensava com a sua vontade dentro de campo.
Destacou-se principalmente na campanha santista do Campeonato Paulista de 1950, quando o Alvinegro na ocasião, realizou uma bela campanha, e terminou na vice-colocação.
Estatisticamente, seu melhor ano com a camisa santista, foi em 1952, quando atuou em 42 jogos e assinalou 15 gols.
Perdeu espaço com a chegada de Álvaro e a vinda de Del Vecchio das categorias de base.
No ano de 1954, foi emprestado para o São Bento, e em 1955 transferiu-se em definitivo para o Jabaquara, onde encerrou sua carreira.
Permaneceu por seis anos no Santos, e ficou perto da marca de 200 jogos pelo clube.

ESTREIA
24/07/1949 – Santos 2 x 1 Corinthians
Gols: Juvenal aos 7min, Cláudio (p) aos 35min e Odair aos 41min do primeiro tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Renda: Cr$ 133.100,00
Público: aproximadamente 11.100
Árbitro: Wilfred Lee
SFC: Chiquinho; Hélvio e Dinho; Nenê, Pascoal e Alfredo; Odair, Antoninho, Nicácio, Paulo e Juvenal. Técnico: Osvaldo Brandão.
SCCP: Bino; Belacosa e Rubens; Helio, Touguinha e Belfare; Cláudio, Edelcio, Baltazar, Nenê e Noronha. Técnico: Jorge de Lima
Obs – Inauguração das novas arquibancadas de Vila Belmiro (pequena ampliação)
PRIMEIRO GOL
07/08/1949 – Santos 4 x 2 Nacional AC
Gols: Odair aos 10min, Paulinho aos 14min, Simões aos 26min, Nicácio aos 36min e Og Moreira aos 44min do primeiro tempo; Pascoal aos 22min do segundo tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Renda: Cr$ 20.575,00
Público: aproximadamente 1.700
Árbitro: Percy Snape
SFC: Chiquinho; Hélvio e Dinho; Nenê, Pascoal e Alfredo; Odair, Arturzinho, Nicácio, Simões e Pinhegas. Tecnico: Osvaldo Brandão.
NAC: Fabio; Dedão e Cruz; Damasaceno, Og Moreira e Carlos; Paulinho, Charuto, Nelson, Neca e Flávio.
ULTIMA PARTIDA
21/08/1955 – EC Corinthians 2 x 1 Santos
Gols: Zinho – Chiquito e Zequinha
Local: Estádio Parque São Jorge, em Presidente Prudente, São Paulo.
Competição: Amistoso
Renda: Cr$ 40.000,00
Árbitro: Casemiro Gomes
SFC: Manga; Wilson e Ivan; Ramiro, Zito e Urubatão; Alfredinho (Carlinhos), Zinho, Otavio, Nicácio e Pepe.
Técnico: Lula
ECP: Anastácio; Primo e Tó; Neno, Robertinho e Siquieres; Santana, Castilho, Roberto, Chiquito e Zequinha.

• Jogos e gols:
1949 – 11 jogos e 06 gols;
1950 – 30 jogos e 13 gols;
1951 – 37 jogos e 15 gols;
1952 – 42 jogos e 15 gols;
1953 – 37 jogos e 10 gols;
1954 – 18 jogos e 03 gols;
1955 – 01 jogo e 00 gol;
Total – 175 jogos e 62 gols

Fontes e Referências:
Jornal “A Gazeta Esportiva”;
Centro de Memória e Estatística do Santos FC;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *