O recital do Santos em Lisboa!

Published On 05/09/2016 | Jogos Históricos
Por Gabriel Santana
Santos, 05/09/2016

Na noite do dia 11 de outubro de 1962, o Santos realizou uma das maiores apresentações de um time de futebol em toda história.
Não deu chances para o Campeão da Europa, o Benfica, e chegou a abrir 5×0 diante dos portugueses, em pleno Estádio da Luz.
Era a 1º conquista Mundial da equipe alvinegra, e certamente, uma noite que se perpetuará para toda a eternidade.  

O JOGO
Após chover boa parte do dia em Lisboa, as equipes entram em campo com o gramado molhado, para disputar o título de melhor equipe do mundo.
Os quadros se perfilam para a execução dos hinos nacionais, de Portugal e Brasil.
O Benfica da inicio ao jogo, e a partida em seus primeiros minutos, é de total equilíbrio. Coutinho teve a primeira grande chance da partida, após cobrança de falta de Pelé. Arrematou diante de três defensores do time português, e a bola passou perto da meta de Costa Pereira.
Instantes depois, é a vez do Benfica levar perigo. Simões inicia a jogada, e lança Coluna dentro da área. Atento ao lance, Mauro desarma o atacante prontamente, e manda a bola para o meio de campo. A bola volta rapidamente para o sistema ofensivo do Benfica, e é a vez de Calvet afastar o perigo.
Aos 17 minutos, o Santos acerta o primeiro golpe. Zito carrega a bola até Pepe, que em velocidade, cruza rasteiro para a grande área, e Pelé, oportunista, de carrinho marca o 1º gol do Santos. Coutinho e Pelé correm para abraçar Pepe, o autor da jogada. Santos 1×0 Benfica, e a Taça estava mais próxima do que nunca.
O clube de Lisboa tenta manter a calma, já que só a vitória interessava, porém, a boa defesa santista tirava as esperanças dos portugueses. Em duas investidas, o Benfica levou perigo, mas nada além disso. Gylmar pratica uma grande defesa, saltando para jogar a bola para escanteio, com as pontas dos dedos.
Aos 26 minutos, Pelé marca um de seus gols mais bonitos em toda carreira. Após passe de Zito, o Rei do futebol passa por três marcadores, e coloca no canto do goleiro português. Santos 2×0 Benfica, e o entusiamo do Benfica começa a diminuir.
A partir do 2º tento, o Santos domina por completo a partida, e ainda perde três chances de ampliar o placar.
Antes de encerrar o primeiro tempo, Pepe recebe dura entrada de Zé Augusto, e o ponta esquerda santista prontamente se levanta, mostrando toda sua concentração e vontade de vencer a partida.
O Santos sai de campo imensamente aplaudido.

Equipe santista saúda a torcida portuguesa! (Foto/Gazeta Esportiva)

O segundo tempo iniciou e o jogo continuou sendo da equipe de Vila Belmiro, e logo aos 3 minutos, Coutinho amplia o placar. Em mais uma linda jogada do time santista, Pelé avança pela direita, passa por dois marcadores, e deixa o camisa 9 em ótimas condições para fazer o 3º gol do Alvinegro. Santos 3×0 Benfica, e a taça já estava na mão.
O Santos vencia e convencia. Os portugueses se rendiam a superioridade alvinegra aos poucos. Os onze santistas estavam em uma noite inspirada.
O Benfica não desistia, e ainda tentava marcar o primeiro gol. Os torcedores portugueses estavam divididos, alguns se contentavam com a superioridade do Santos, outros, protestavam contra a equipe.

A imprensa internacional se rendeu ao Santos, o melhor do mundo! (Foto/Gazeta Esportiva)

Pelé realizava uma das melhores partidas em sua carreira, e realizou uma nova obra prima aos 19 minutos. O camisa 10 portuguese não foi páreo para o 10 santista. O Rei driblou duas vezes Coluna, e ainda passou por Raul e Humberto, que se chocaram ao tentar impedir a passagem de Pelé. O goleiro ainda defende, mas não consegue segurar a bola, e o Rei empurra para anotar o 4º gol santista. Santos 4×0 Benfica, era o show do Alvinegro em Lisboa!
O jogo já estava liquidado, porém, o Benfica tinha o seu orgulho de Campeão da Europa. Tentava de qualquer maneira marcar um tento, e Gylmar e seus zagueiros continuavam em uma noite magistral. O arqueiro santista fez outra bela defesa, esticando-se elasticamente.
Mesmo com a partida definida, o Santos continuou atacando, e foi premiado com mais um gol. O goleiro Costa Pereira falha em frente a Pepe, e deixa a bola escapar em seus pés. Sem dificuldades, o camisa 11 marca o seu gol, e encerra o massacre santista. Santos 5×0 Benfica, em pleno Estádio da Luz.
De tanto insistir, o Benfica consegue marcar dois gols, com Eusébio e Simões, já aos 41 e 44 minutos do segundo tempo.
A partida é encerrada com a bola nos pés de Dorval, e prontamente os aplausos ecoam o estádio, e a torcida enlouquecida, invade o gramado para saudar os Campeões do Mundo.

Delegação do Santos que foi à Portugal:
Convidados:
Prefeito de Santos: José Gomes
Presidente da CBD: João Havelange
Presidente da FPF: João Mendonça Falcão
Diretores: Athié Jorge Coury, Modesto Roma, Vasco José Faé, Carmo Angerami, João Alves Justo e Nicolau Moran.
Jornalistas de “A Tribuna”, de “A Gazeta Esportiva”, “Última Hora” e “O Globo”.
Atletas: Gylmar, Lima, Mauro, Dalmo, Calvet, Zito, Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé, Pepe, Laércio, Olavo, Formiga, Pagão, Zé Carlos e Bé.
Técnico: Lula
Massagista: Macedo
Médico doutor: D’Aló Salermo
Administrador: Ciro Costa
O Santos embarcou no avião da Panair, na noite de domingo, á 00h30, no dia 08/10, em Congonhas. A delegação santista se hospedou no Hotel Príncipe.

Ficha Técnica:
11/10/1962 – Benfica/POR 2 x 5 Santos
Gols: Pelé aos 17min e aos 27min do primeiro tempo; Coutinho aos 3min, Pelé aos 20min, Pepe aos 32min, Eusébio aos 41min e Simões aos 44min do segundo tempo.
Local: Estádio da Luz, em Lisboa, Portugal.
Público: 73.000 aproximadamente
Árbitro: Pierre Schinter (França)
Santos: Gylmar; Olavo, Mauro, Calvet e Dalmo; Zito e Lima; Dorval, Coutinho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
Benfica: Costa Pereira; Humberto, Raul e Cruz; Cavem e Jacinto, José Augusto, Santana, Eusébio, Coluna e Simões. Técnico: Fernando Riera.

Fontes e Referências:
Jornal “A Tribuna”, de Santos;
Jornal “A Gazeta Esportiva”;
Almanaque do Santos FC;
Livro “Donos da Terra”;
Livro “A Década de Ouro”;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *