O Rejuvenescimento do Futebol Arte!

Published On 23/09/2015 | A História das conquistas

Com a nova geração de “Meninos da Vila” comandada por Neymar e PH Ganso, e sob a “tutela” de Robinho e Giovanni, o Santos postulou durante o Campeonato Paulista de 2010 algo presente em seu DNA, um futebol baseado na velocidade e no poder ofensivo, com garotos rápidos e habilidosos e assim, faturou o seu 18º título paulista! Com 72 gols em 23 jogos, o time santista deu uma verdadeira aula de futebol durante todo o Campeonato Estadual!
Depois que a geração de Meninos da Vila de 2002 a 2004 que dominou o futebol brasileiro se encerrou, o Santos entrou num período sem muito brilhantismo, embora tenha conquistado novos títulos e até conseguindo boas campanhas nacionais e internacionais. No entanto, entre 2008/09 o clube passou por momentos difíceis, com campanhas ruins no Brasileiro principalmente e teve que se reformular. A mudança no clube não ocorreu só dentro de campo, primeiro aconteceu fora dele. Em novembro de 2009, Luís Álvaro Ribeiro, o Laor, foi eleito presidente do clube, encerrando a gestão de Marcelo Teixeira que já durava 10 anos.
6a00d8341c565553ef0133ecde2bde970b-500wiA primeira grande intervenção do novo mandatário santista, foi trazer o ídolo Robinho em 2010, por empréstimo do Manchester City/ING. Além dele, chegaram outras peças fundamentais naquele time, casos dos zagueiros Edu Dracena e Durval, o volante Arouca e o meia Marquinhos e os pontas Wesley, Mádson, Zé Eduardo entre outros, para se juntarem aos jovens Felipe, Paulo Henrique Ganso, André e Neymar.
O comando técnico também mudou, o técnico Dorival Júnior (Campeão Brasileiro da série B com o Vasco) foi o encarregado, de montar o Esquadrão que encantaria o futebol brasileiro naquele ano. Formando assim, a nova geração de Meninos da Vila.
Rio Branco x Santos - globo esporteA estreia no estadual, ocorreu dia 17 de janeiro daquele ano e o Santos com uma goleada sobre o Rio Branco por 4 a 0, com dois gols de PH Ganso e dois de Neymar, começou a reger sua orquestra e bailar seu imponente futebol ofensivo, empolgante e irreverente.
Era apenas o início de um time mágico, que durante todo o campeonato mostrou espetáculos, com um futebol alegre e vistoso, com dancinhas e muita molecagem.
Os garotos abusados de Vila Belmiro não apenas venciam, davam show! O peixe teve como marca registrada coreografias (ao marcar os gols e na comemorações) e as goleadas, e essas ocorreram aos montes naquele ano.

Santos x Bragantino [11]
Com destaque para as goleadas sobre o Barueri por 5 a 0 (gols de André, Wesley, Zé Eduardo e dois de Neymar), Bragantino por 6 a 3 (gols de Wesley, dois de Robinho e André e um de Zé Eduardo), contra o Ituano por exorbitantes 9 a 1 (com três gols de André, dois de PH Ganso, dois de Mádson e um de Maikon Leite e Zé Eduardo), sendo esta a maior goleado do Campeonato, e os 5 a 0 no Monte Azul (com dois gols de Marquinhos, dois de PH Ganso e um de André), além é claro das vitórias nos clássicos contra os rivais.
São Paulo x Santos (4)
Santos x Corinthians (26)Primeiro contra o São Paulo por 2 a 1 na Arena Barueri, dia 07 de fevereiro, com gols de Neymar (de pênalti com paradinha humilhando Rogério Ceni) e Robinho (marcando seu primeiro gol no retorno ao clube, e que gol! De letra ajoelhando o veterano goleiro tricolor!). No dia 28 de fevereiro, novamente por 2 a 1 dessa vez contra o Corinthians, com gols de Neymar e André, na mística Vila Belmiro.
A campanha na primeira fase foi avassaladora! O SFC terminou em 1º lugar com o melhor ataque do Campeonato, marcando incríveis 61 gols! Com 15 vitórias e 2 empates em 19 jogos.
Santos x Palmeiras (8)

Santos x São Paulo semifinalNas partidas Semifinais, o time mágico e ofensivo do Santos enfrentou o São Paulo e deu uma aula de futebol no tricolor, que ficou rendido nas duas partidas mata-matas – o SP foi a vítima preferida do SFC naquele campeonato.
No primeiro jogo disputado no Morumbi/SP, uma contundente e importante vitória por 3 a 2 do time santista, com gols de Júnior César, contra, André (que apareceu livre e tocou pro gol, apos o passe de Neymar) e Durval (que marcou de cabeça, depois do cruzamento de Madson).
Santos x São Paulo (30)
São Paulo x Santos (50)Na partida de volta, realizada na Vila Belmiro/SP, a garotada santista, Neymar e Paulo Henrique Ganso, comandaram a vitória por 3 a 0.
Nos dois primeiros gols, brilhou a estrela do camisa 11 santista: no primeiro aos 14 min, apos o cruzamento de Marquinhos, Neymar se joga e escora a bola pro fundo das redes; no segundo gol, ele sofre o pênalti e converte com paradinha, no canto de Rogério Ceni. No terceiro gol santista, Madson faz bela jogada e cruza para P.H. Ganso, que toca com classe pras redes,  e assim, eliminando o time do Morumbi, classificando o Alvinegro para a decisão. Paralelo aos jogos do Campeonato Paulista, o Santos teve compromissos pela Copa do Brasil, competição até então jamais vencida pelo time alvinegro.
São Paulo x Santos (29)

Santo André x Santos [7]O primeiro jogo da decisão do Campeonato Paulista de 2010, ocorreu dia 25 de abril, no estádio do Pacaembu/SP, e o Santos começou o embate decisivo com uma vitória por 3 a 2 contra o surpreendente Santo André, que conseguiu naquele ano, uma campanha eficiente e regular no Paulista, e assim como o Peixe tinha no ataque (com Branquinho, Bruno Cesar, Nunes e Rodriguinho), sua principal arma para tentar vencer.
O Santos apesar de sempre disposto fez um primeiro tempo menos incisivo no ataque, sem levar muito perigo ao gol adversário e o Ramalhão acabou melhor, tanto que terminou a primeira etapa em vantagem. No segundo tempo, porém, a reação não tardou a acontecer, e depois de uma significativa pressão, PH Ganso fez uma bela jogada pela esquerda e cruzou, a bola encontrou a cabeça de André (que entrou na segunda etapa) e o atacante cabeceou profundo das redes, para empatar. Poucos minutos depois, num contra-ataque envolvente de troca de passes entre André, Robinho e Wesley, que avançou em velocidade e chutou firme no canto, fazendo a virada santista! O Peixe passou a dominar o jogo de vez, e novamente numa troca de passes, a bola de Pará achou Wesley, o ponta santista avançou e chutou no canto com força, ampliando a vantagem do Santos. No final do jogo o Santo André diminuiu, mas o SFC conseguiu levar a importante vantagem para o jogo da volta.
Santo André x Santos

Santos x Santo André (49)Na partida da volta, que ocorreu dia 02 de maio, novamente no estádio do Pacaembu/SP, Santos e Santo André proporcionaram um duelo simplesmente sensacional! A partida foi bastante movimentada e emocionante, o Santo André abriu o placar logo no primeiro minuto. Não demorou muito para o Santos reagir e 8 min depois, Robinho tocou de letra para o endiabrado Neymar, o camisa 11 infiltrou-se pelo meio da zaga, driblou o goleiro, escapou de toda a defesa e mandou profundo das redes. Um golaço! Após o empate, a emoção continuou, e o valente time do Santo André conseguiu marcar, aos 19 min, recolocando-se em vantagem. Neymar deixou os jogadores do Santo André nervosos, com isso acabou provocando uma confusão. No tumulto o juiz acabou expulsando um de cada lado, do Santos o lateral Léo deixou o jogo. Aos 31 min, Robinho ganha na dividida com o adversário, avança e toca para PH Ganso, o maestro toca de letra e a bola vai ao encontro de Neymar, que toca no canto deixando o goleiro sem ação, empatando o jogo – outro gol espetacular! Depois do gol de empate, as coisas pareciam se complicar para o peixe aos 37 min, com a expulsão de Marquinhos, deixando a torcida apreensiva. Para piorar ainda mais o desespero santista, num contra-ataque o Santo André consegue o terceiro gol.
Santos x Santo André (15)
Santos x Santo André (20)Na segunda etapa da decisão, o ritmo das equipes acabou diminuindo naturalmente, o Santos passou a se defender e o Ramalhão a ser mais incisivo nos seus ataques – a partida ficou tensa. O Peixe ainda teve mais um jogador expulso, o zagueiro Roberto Brum. Com um jogador a menos, Dorival Junior (técnico do Santos) tentou recompor a parte defensiva, e para isso pensou em retirar Ganso. No entanto, o meia se negou a deixar o gramado mostrando maturidade e personalidade. Ganso foi importantíssimo nos minutos finais, prendeu a bola o quanto pode com toda sua classe, impedindo assim o Santo André de criar novas jogadas. Além de Ganso, o Peixe também contou com a sorte, o time do ABC perdeu boas oportunidades. O Santos com a melhor campanha segurou o resultado, que já lhe bastava e conquistou o 18º Campeonato Paulista de sua história!
Festa do Título (5)
A conquista merecidíssma, premiou a melhor equipe do Campeonato. Um time de futebol plástico, artístico e ofensivo. A campanha santista foi irretocável, em 23 jogos, o Santos venceu 18, empatou dois e perdeu apenas três. O ataque marcou 72 gols. Neymar foi o artilheiro da equipe com 14 gols, seguido de André, com 13, e Ganso, com 11.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *