Orlando Amarelo – 1970-1972

Published On 20/06/2017 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana e Ronaldo Silva
Santos, 20/06/2017

Nome completo – Orlando Pereira
Período – 1970-1972
Posição – Lateral-direito
Nascimento – 22 de janeiro de 1949, em Santos
Jogos – 141
Gols – 07

Histórico – Revelado nas categorias de base do Santos, teve suas primeiras chances na equipe principal no ano de 1970. Ainda em fase de adaptação, atuou apenas em 15 jogos na temporada.
No ano seguinte, Orlando foi extremamente útil no elenco santista. Além de atuar em sua posição original, atuou como zagueiro e também lateral-esquerdo.
Eficaz no apoio e considerado um bom marcador, Orlando também ficou marcado pelo seu sério semblante.
Conhecido como “Orlando Lelé” ou “Orlando Amarelo”, teve em 1972 o seu melhor ano com a camisa santista. Com a saída de Lima, tomou conta da lateral-direito, e atuou em 74 partidas na temporada.
Em 1972, acertou sua transferência para o Coritiba. Dois anos depois, estava no América-RJ, e no ano de 1976, foi atuar pelo Vasco, onde encontrou seu melhor momento no futebol.
Convocado para atuar na Seleção Brasileira, foi Campeão do Torneio Bicentenário dos Estados Unidos e da Taça do Atlântico, ambos em 1976.
Seu ultimo ano no Vasco foi em em 1981. Orlando atuou ainda pela Udinese/ITA, Campo Grande-RJ, Jabaquara e Portuguesa Santista, onde encerrou sua carreira.
Ingressou na carreira como treinador, dirigindo diversas equipes do Brasil. Ganhou destaque na direção do Gama, quando simultaneamente atuou como jogador e técnico.
Treinou o Santos no ano de 1996, e ficou no comando santista por 25 jogos, onde obteve 14 vitórias, 3 empates 8 derrotas.
Orlando faleceu no dia 4 de setembro de 1999, na cidade de São Vicente-SP, vitimado por uma embolia pulmonar.

ESTREIA
10/01/1970 – Coritiba 1 x 3 Santos
Gols: Nenê aos 4min e Pelé aos 24min do primeiro tempo; Kruguer aos 15min e Coutinho aos 18min do segundo tempo.
Local: Estádio Belfort Duarte, em Curitiba, Paraná.
Competição: Amistoso
Renda: NCr$ 73.910,00
Árbitro: Eraldo Palmeirini
SFC: Joel Mendes; Haroldo (Orlando Lelé), Ramos Delgado (Paulo), Joel Camargo (Djalma Dias) e Rildo; Clodoaldo e Nenê (Leo Oliveira); Manoel Maria, Coutinho (Picolé), Pelé e Abel (Gaspar). Técnico: Antoninho
CFC: Célio; Marinho (Hermes), Nico, Berto e Nilo; Lucas (Joaquim) e Rinaldo (Bidon); Passarinho, Kosilek (Luiz Werneck), Krieger e Édson (Valdir). Técnico: Filpo Nuñez
PRIMEIRO GOL
14/02/1971 – Alianza-ES 1 x 2 Santos
Gols: Edu e Orlando Lelé; Tanese.
Local: Estádio Flor Blanca, em San Salvador, El Salvador.
Competição: Amistoso
Árbitro: Clemente Rugioro Calles
Alianza: Albert; Angel, Moriona, Guido e Osorio; Virgilio e Franco; Pachin (Rivas), Tanese, Rodarte e Postillo (Flores).
Santos: Cejas; Orlando Lelé, Ramos Delgado (Paulo), Oberdan e Rildo; Léo Oliveira e Lima; Edu, Douglas, Pelé (Picolé) e Abel. Técnico: Antoninho
ULTIMA PARTIDA
18/12/1972 – Botafogo 2 x 1 Santos
Gols: Zequinha aos 44min e Nenê aos 45min do primeiro tempo; Fischer aos 43min do segundo tempo.
Local: Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.
Público: 38.569 pagantes
Renda: Cr$ 312.560,00
Árbitro: Sebastião Rufino
BFR: Wendell; Valtencir, Brito, Osmar e Marinho Perez Chagas; Carlos Roberto e Nei; Zequinha (Ferreti), Jairzinho, Fischer e Ademir (Dorinho). Técnico: Sebastião Leônidas
SFC: Cláudio; Orlando Lelé, Carlos Alberto, Oberdan e Zé Carlos; Clodoaldo e Afonsinho (Léo Oliveira); Jair da Costa (Alcindo), Nenê, Pelé e Edu. Técnico: Pepe

• Jogos e gols:
1970 – 15 jogos e 00 gol;
1971 – 52 jogos e 02 gols;
1972 – 74 jogos e 05 gols;
Total: 141 jogos e 07 gols

Fontes e Referências:
Almanaque do Santos FC;
Jornal “A Tribuna”, de Santos;
Site “Tardes de Pacaembu”;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *