Os primeiros santistas selecionáveis para o Mundial

Published On 04/08/2016 | Seleção Brasileira
Por Gabriel Santana
Santos, 04/08/2016

Em 1930, ano da realização da primeira Copa do Mundo, disputada no Uruguai, três atletas do Santos estavam entre os principais jogadores brasileiros da época, e eram uma das esperanças do selecionado brasileiro.
A Seleção Brasileira tinha grandes chances de conquistar a competição, porém, uma rixa entre a Liga de São Paulo, a APEA, e a CBD (Confederaçao Brasileira de Desportos), atrapalharam os planos brasileiros.
No dia 06 de maio de 1930, foi encaminhado um ofício da CBD á APEA, comunicando a viagem dos membros da comissão técnica brasileira, sob o comando do Dr. Píndaro de Carvalho, o treinador da Seleção, com o intuito de escolher os atletas paulistas que iriam ao Uruguai. No dia seguinte, o presidente da APEA, o Sr. Elpídio de Paiva, respondeu o ofício concordando com a vinda da comissão, porém, com uma ressalva: solicitava a inclusão de Jorge Caldeira, representante da APEA, na comissão técnica brasileira. A CBD não respondeu a solicitação da APEA, e no início de junho, enviou a convocação dos atletas paulistas, e entre eles, estavam Athié e Araken.
Gazeta Esportiva - Feitiço - Seleção Paulista x Seleção Carioca

Feitiço constantemente era destaque, tanto atuando pelo Santos, como na Seleção Paulista.

Foram 15 atletas de equipes paulistas convocados, e apenas 8 das equipes cariocas, totalizando 23 atletas.
Como não obteve nenhuma resposta, o presidente da APEA ligou para a CBD pedindo algum esclarecimento, e o Sr. Renato Pacheco, afirmou que a comissão técnica já estava completa, com três titulares, e também os três suplentes, todos cariocas. O Sr. Elpídio ainda tentou uma ultima alternativa, alegando que a Liga Paulista estava contribuindo com mais atletas, e por isso merecia a inserção de pelo menos um membro representante.
Com a negação e o “desaforo” da CBD, a APEA foi categórica, e enviou o seguinte comunicado:
“A APEA adotou a única deliberação compatível com o brio e amor próprio, senhores dirigentes da CBD, e informa a esta entidade que, por uma questão de decoro íntimo, se vê na contingência de negar a presença de seus jogadores para o selecionado brasileiro.”
As capas dos jornais de esporte destacavam notoriamente as valorosas participações de Athié, Feitiço e Araken no time santista, e eram cotados constantemente para defender a Seleção Brasileira na disputa da 1º Copa do Mundo.
Athié e Araken foram convocados na lista inicial, e Feitiço não, provavelmente pelo excesso de atletas paulistas já convocados.  Posteriormente, todos os atletas paulistas foram cortados, exceto Araken, que rescindiu seu contrato com o Santos na mesma época e ficou sem contrato, e foi convocado para a Copa do Mundo como jogador da CBD.
Resultado: Com o favorecimento da CBD aos clubes do Rio de Janeiro, o Brasil foi eliminado na primeira fase, com apenas dois jogos disputados. E caso não ocorresse tamanha interferência dos dirigentes, Athié, Araken e Feitiço, teriam disputado a 1º Copa do Mundo, representando o Santos Futebol Clube.

Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatística do Santos;
Almanaque do Santos;
Jornal “A Gazeta Esportiva”;
Jornal “A Tribuna”;
Livro “Seleção Brasileira: 1914-2006”

 

One Response to Os primeiros santistas selecionáveis para o Mundial

  1. Web Hosting says:

    O recorde de um jogador que fez mais gols contra uma mesma equipe no Brasil pertence a Pele, quando jogava no Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *