Paulino – 1921-1923

Published On 13/07/2017 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana e Ronaldo Silva
Santos, 13/07/2017

Nome completo – Paulino Soares
Período – 1921-1923
Posição – Zagueiro
Nascimento – Desconhecido, em São Paulo
Jogos – 45
Gols – 00

Histórico – Iniciou sua prática no futebol no ano de 1913, quando surgiu no Quadro do Operários, clube de Campinas. No ano seguinte, se transferiu para a Ponte Preta, porém, ficou apenas alguns meses no time ponte-pretano, devido a um desentendimento.
Em 1915,  Paulino ainda permanece em Campinas, para atuar pelo Guarani. Com o clube bugrino, foi Campeão da Liga Campineira em 4 oportunidades. No ano de 1916, além de atuar pelo Guarani, atuou em algumas partidas pela AA São Bento, onde disputou o Campeonato Paulista.
Permaneceu no “Bugre” até o ano de 1919, quando foi atuar pelo Paulista. Com a equipe de Jundiaí, Paulino foi campeão do interior.
Chegou a Vila Belmiro em 1921. Seus principais parceiros de zaga, foram Bilu e Cícero Ratto.
Destacou-se na equipe santista, e na mesma temporada, foi convocado para a Seleção Paulista. No Santos, também teve suas primeiras experiências em jogos internacionais.
Estatisticamente, seu melhor ano pelo Santos, foi em 1921, quando atuou em 20 partidas pelo quadro santista.
No 2º semestre de 1923, Paulino retornou para Jundiaí, onde atuou novamente pelo Paulista. Foi Campeão Regional em 1925.
Permaneceu no Paulista até 1927. Nos anos de 1928 e 1929, atuou pelo São Paulo Alpargatas, na APEA. Em 1930-1931, defendeu as cores do Palestra de Jundiaí, e em 1932-1933, vestiu a camisa do Corinthians Jundiaiense.
Encerrou sua carreira no Minas Gerais, em 1934, onde foi Campeão do Campeonato da AJEA.  

ESTREIA
21/04/1921 – Santos 2 x 1 SC Germânia
Gols: Ary Patuska e Constantino – Baungardner
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Renda: R 1:897$000
Árbitro: Herman Friese
SFC: Randolpho; Cícero e Paulino; Pereira, Brasílio e Ricardo; Millon, Constantino, Ary Patuska, Osvaldo Silveira e Arnaldo Silveira.
SCG: Gerger; Friese II e Bartolomeu; Holzer, Hess e Wolf; Louge, Américo, Muller, Baungardner e Ulbricht I.
ULTIMO JOGO
22/07/1923 – Portuguesa 2 x 0 Santos
Gols: Filó e Peres
Local: Estádio Parque da Antártica Paulista, em São Paulo.
Competição: Campeonato Paulista
Árbitro: Manoel de Freitas Pinto Junior
SFC: Randolpho; Paulino e Bilu; Renato, Alfredo e Rosa; Valdomiro, Marba, Altamiro, Constantino e Miller.
APE: Mesquita; Remo e Fonseca; Gaucho, Arô e Canhoto; Filó, Peres, Salerno, Ross e Bassani. 

• Jogos e gols:
1921 – 20 jogos e 00 gol;
1922 – 17 jogos e 00 gol;
1923 – 08 jogos e 00 gol;
Total – 45 jogos e 00 gol

Fontes e Referências:
Jornal “A Gazeta Esportiva”;
Centro de Memória e Estatística do Santos FC;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *