Paulo Róbson – 1983-1987

Published On 12/08/2016 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana,
Santos, 12/08/2016

Nome completo – Paulo Robson Góes da Silva
Período – 1983-1987
Posição – Lateral Esquerdo
Nascimento – 28 de junho, de 1960, em Belém, Pará.
Jogos – 167
Gols – 04

Histórico – Após realizar boas apresentações pelo Paysandu, clube que o revelou, Paulo Róbson foi contratado pelo Santos em 1983, para formar entre os onze santista.
Nas primeiras partidas, atuou como meio-campista, um autêntico camisa 10. Tinha a concorrência de Gilberto Sorriso pela camisa 3 santista, e nos primeiros anos de clube, revezou-se na titularidade.
Paulo era um lateral muito técnico e aguerrido, e fez parte da campanha vitoriosa do Título Paulista de 1984.
Na temporada de 1986, o técnico Júlio Espinosa, ao observar a categoria de Gilberto Sorriso e Paulo Róbson, preferiu não optar por um dos dois, e sim, pelos dois. Migrou Gilberto para a lateral-direita, e começou a utilizar ambos, um pela ala direita, e outro pela ala esquerda.
Já no início de 1987, Paulo Róbson se transfere para o São Bento, e em seguida, para o Bahia, onde conquista o título de Campeão Brasileiro de 1988 com a equipe baiana. Atuou ainda pelo Vitória e pela Portuguesa Santista, antes de encerrar sua carreira.
Como treinador, dirigiu o Marília, Portuguesa Santista e Rio Branco, e hoje, trabalha nas categorias de base do Santos.

ESTREIA
07/07/1983 – Marília 0 x 0 Santos
Local: Estádio Bento de Abreu Sampaio, em Marília, São Paulo.
Competição: Campeonato Paulista
Renda: Cr$ 9.258.000,00
Público: 11.926
Árbitro: Ulisses Tavares da Silva Filho
SFC: Marolla; Toninho Oliveira, Davi, Toninho Carlos (Fernando) e Gilberto Sorriso; Dema, Paulo Isidoro e Paulo Robson; Careca (Paulinho Batistote), Serginho Secundino e João Paulo. Técnico: Chico Formiga
MAC: Luís Andrade; Valdir, Fernando, Nenê e Carlos; Miro, Serginho e Ademir; Zé Guimarães, Popéia e Cândido. Técnico: Lori Sandri
PRIMEIRO GOL
24/11/1983 – Santos 3 x 1 Ponte Preta
Gols: Serginho Chulapa, João Paulo e Paulo Robson – Edson
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Paulista
Renda: Cr$ 19.295.500,00 – P: 18.351
Árbitro: Luís Carlos Antunes
SFC: Marola; Toninho Oliveira, Márcio Rossini, Toninho Carlos e Paulo Robson; Lino, Pita e Claudinho (Dido); Gersinho, Serginho Chulapa e João Paulo. Técnico: Chico Formiga
AAPP: Carlos; Edson, Osmar, Zarzur e Cláudio Mineiro; Lúcio Flávio, Valmir (Sílvio) e Dicá; Ezequiel, Chicão e Mauro. Técnico: Cilinho
ULTIMO JOGO
08/02/1987 – Uberlândia EC 0 x 0 Santos
Local: Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia, Minas Gerais.
Competição: Amistoso
Renda: Cz$ 206.202
Público: 2.848
Árbitro: Maurício José
SFC: Nilton, Ijuí, Nildo, Davi e Paulo Robson (Claudinho); Marquinhos (Mazinho), Junior e Ribamar (Carlos Alberto Silva); Solano, Dino Furacão e Arizinho (Serginho Secundino). Técnico: Francisco Ferreira de Aguiar, Chico Formiga
UEC: Peixinho; Marcelo, Luiz Gustavo, Carlos Laberto, Fernando, Luiz Cosme, Graldo, Sergio Luiz (Chiquinho), Almir (Luiz Carlos), Claudio Barbosa (Eduardo) e Carlos Henrique.

• Jogos e gols:
1983 – 30 jogos e 01 gol;
1984 – 39 jogos e 02 gols;
1985 – 32 jogos e 00 gol;
1986 – 63 jogos e 01 gol;
1987 – 03 jogos e 00 gol;
Total: 167 jogos e 04 gols.

Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatísticas do Santos FC;
Almanaque do Santos FC;
Jornal A Gazeta Esportiva;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *