Pedaladas, Pênalti e o Título!

Published On 27/04/2015 | Promoção - Santos na Área
Continuando a promoção da Loja Oficial do Santos, a Santos na Área, vamos relembrar a grandiosa final do Campeonato Brasileiro de 2002, com Robinho inspirado, tanto no pênalti como nas pedaladas!
Em compras acima de R$ 50,00, você participa do 1º Campeonato de Pênaltis, com inscrições do dia 18/03 à 30/04, podendo ter a sensação de ser um Campeão!
Na última postagem da série sobre as 10 melhores disputas de pênaltis da história do Santos, resgatamos a partida entre Santos e São Paulo, pela primeira fase do Campeonato Paulista de 2010, onde Neymar “desmontou” Rogério Ceni.
3º LUGAR
Era um dos jogos mais importantes dos últimos anos para o Santos. Uma responsabilidade enorme para jovens talentos, como Robinho, Diego, Elano, Renato, etc.
Logo no começo da partida, o camisa 10 sente uma lesão na coxa, e deixa o gramado. Seu amigo, o camisa 07, vê sua responsabilidade aumentar ainda mais.
O Santos inicia bem e jogo, e domina a maioria das ações. Perde algumas chances de gol, como o Corinthians também.
Aos 37 minutos, uma estrela brilha. São oito pedaladas até a área. O lateral Rogério não acompanha Robinho, e o para com falta dentro da área. Sem hesitar, o árbitro marca pênalti. Mostrando toda gana de vencer possível, Robinho pega a bola e se encarrega da cobrança. O menino de 18 anos não sente o peso da responsabilidade, e não titubeia. Marca 1×0 para o Santos. Pênalti batido com autoridade, sem chances para o goleiro corintiano.
O primeiro tempo termina, e o Alvinegro fica em boa vantagem.
Na segunda etapa, o Corinthians tentou estragar a festa, mas essa Taça, já tinha dono. Virou a partida para 2×1, faltando apenas 10 minutos de jogo, mas Robinho queria mais.
Fez mais duas lindas jogadas, e deixou seus companheiros Elano e Léo em boas condições para sacramentarem o Título Brasileiro de 2002! Corinthians 2×3 Santos.
– FICHA TÉCNICA:
15/12/2002 – Corinthians 2 x 3 Santos
Gols: Robinho, aos 37min do primeiro tempo; Deivid, aos 30min, Ânderson, aos 40min, Elano, aos 43min, e Léo, aos 46min do segundo tempo
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo
Público: 74.586
Renda: R$ 1.152.809
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (RS)
Cartões amarelos: Fabinho, Fábio Luciano, Fabrício (C), Maurinho, Fábio Costa (S)
Corinthians: Doni; Rogério, Fábio Luciano, Ânderson e Kléber; Fabinho (Fabrício), Vampeta e Renato (Marcinho); Deivid, Guilherme (Leandro) e Gil. Técnico: Carlos Alberto Parreira
Santos: Fábio Costa; Maurinho, Alex, André Luís e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano e Diego (Robert)(Michel); Robinho e William (Alexandre). Técnico: Émerson Leão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *