Peixinho – 1964-1965

Published On 12/01/2016 | Ex-Atletas
Nome completo – Arnaldo Poffo Garcia
Período – 1964-1965
Posição – Atacante (Ponta-Direita)
Nascimento – 2 de setembro de 1940
Jogos – 89
Gols – 39
Histórico – Revelado pelo São Paulo, e após boa passagem pela Ferroviária-SP, Peixinho foi contratado em 1964, para fazer parte do melhor Esquadrão de todos os tempos.
O apelido de “Peixinho” herdou de seu pai, conhecido como “Peixe”, que também atuou pelo Santos na década de 40.
Era um exímio ponta-direita, e por diversas vezes, formou nos 11 titulares do Alvinegro. Em 1964, foram 47 jogos com a camisa santista, e 24 gols anotados. Na temporada seguinte, 1965, foram mais 42 jogos e 15 gols.
Com o time santista, faturou o Bicampeonato Paulista de 1964-1965,  o Torneio Rio-São Paulo de 1964 e o Bicampeonato Brasileiro de 1964-1965.
Em 1966,  deixou a Vila Belmiro, e atuou por: Comercial de Ribeirão Preto, Bangu-RJ, Deportivo Itália/VEZ, Coritiba e First Portuguese/CAN.
Hoje é proprietário da Escola de Futebol Peixinho, em Piracicaba.
ESTREIA
22/02/1964 – Sport Boys/PER 2 x 3 Santos
Gols: Pelé [2] e Toninho; Delgado e Cavagnari
Local: Estádio Nacional de Lima, em Lima, Peru.
Competição: Amistoso
Público: 31.964
Renda: 1.541.090 soles peruanos
Árbitro: Eugênio Cali
Expulsão: Ismael (SFC) expulso
SFC: Gylmar; Ismael, Joel Camargo, Haroldo e Geraldino; Mengálvio e Lima; Dorval, Almir (Toninho), Pelé e Pepe (Peixinho). Técnico: Lula.
SBA: Flores; Milera, Melendez e Soto; Nieri e Gonzalez; Cavagneri, Lanzoninho (Matias), Buzzone (Sans), Mencila e Delgado.
PRIMEIRO GOL
25/02/1964 – Alianza Lima/PER 2 x 3 Santos
Gols: Zegarra aos 18min e aos 42min do primeiro tempo; Mengálvio aos 5min, Peixinho aos 6min e Toninho aos 11min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional de Lima, em Lima, Peru.
Competição: Amistoso
Árbitro: Alberto Tejada (PER)
SFC: Gylmar; Ismael (Lima), Joel Camargo, Haroldo e Geraldino; Mengálvio e Rossi; Peixinho, Toninho, Pelé e Pepe (Dorval). Técnico: Lula.
CAL: Bazan; Rivas, Lavalle e Guzman; Grimaldo e De La Vega; Tenemas, Zegarra, Leon, Flores (Rosteing) e Valle.
ÚLTIMO GOL
25/07/1965 – CRB-AL 0 x 6 Santos
Gols: Pelé [2], Coutinho [2], Toninho e Peixinho
Local: Pajuçara (Estádio Severiano Gomes), em Maceió, Alagoas.
Competição: Amistoso (Inauguração do Estádio)
Público: 8.000 (Recorde no Estádio)
Árbitro: Carmelito Voi
SFC: Gylmar (Laércio); Modesto, Mauro (Olavo), Orlando (Haroldo) e Lima (Geraldino); Zito (Joel Camargo) e Rossi; Peixinho, Coutinho (Toninho), Pelé (Santana) e Abel (Pepe). Técnico: Lula
CRB: Dirceu; Aguiar, Zé Luiz e Evandro; Naldo e Binha; Louri, Jorge (Humaitá), Xavier, Canhoto e Zé Luiz II.
• Jogos e gols marcados:
1964 – 47 jogos e 24 gols
1965 – 42 jogos e 15 gols
Total – 89 jogos e 39 gols
Fontes e Biografias:
Almanaque do Santos, de Guilherme Nascimento;
Jornal “Folha de São Paulo”;
Ayrton Goulart, sobrinho de Peixinho;
Terceiro tempo, de Milton Neves;

One Response to Peixinho – 1964-1965

  1. Pingback: Acervo Histórico do Santos FC | As famílias do Santos Futebol Clube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *