Pré-jogo histórico – Santos x Atlético-GO

Published On 22/10/2017 | Pré-Jogo Histórico
Por Antônio Felipe,
Santos, 22/10/2017

Neste domingo, às 17h, na Vila Belmiro, o Santos encara a equipe do Atlético-GO pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017. O Peixe atualmente é o quarto colocado da competição com 50 pontos, enquanto a equipe goiana é lanterna do certame com 26.
O time provável do Alvinegro da Vila para este domingo ainda é uma incógnita. Levir volta a contar com o meio-campista Renatinho. Em compensação, Bruno Henrique segue de fora. Ainda não se sabe se Copete será titular ou se o treinador colocará o time para atuar mais uma vez no 4-5-1 com Serginho na equipe. O time provável para o jogo deve ter Vanderlei; Daniel Guedes, David Braz, Lucas Veríssimo e Zé Carlos; Alison (Matheus Jesus), Renatinho (Matheus Jesus), Serginho (Copete), Lucas Lima e Jean Mota; Ricardo Oliveira.
Após mais um insucesso no meio de semana, a equipe tentará se reerguer em casa diante do último colocado da competição. Um fator que poderia ser favorável ao time do Santos, mas que ultimamente tem sido complicador.Os últimos três jogos foram diante de equipes que figuram na parte de baixo da tabela. Mesmo assim, o Peixe não conseguiu vencer nenhuma das partidas, perdeu a vice-liderança e em seguida a terceira posição, além de se manter distante do Corinthians.
Santos e Atlético-GO já se enfrentaram sete vezes pelo Brasileirão. O Peixe leva uma pequena vantagem nos números com três vitórias, três empates e dois triunfos equipe goiana. No primeiro turno, em partida disputada no estádio Olímpico, em Goiânia, os times empataram por 1×1. Thiago Maia foi o autor do gol santista.

Virada santista em jogo polêmico
Pelo segundo turno do Brasileiro de 2010, o Santos enfrentou a equipe do Atlético-GO no estádio Urbano Caldeira. No primeiro tempo, o Peixe entrou perdido e já aos treze minutos tomou um gol do atacante Josiel. A equipe não conseguiu reagir antes do intervalo. A segunda etapa começou da mesma forma e o Atlético ampliou o marcador com o meia Willian. Aí o Santos resolveu entrar em campo. Um minuto depois, com Edu Dracena, a equipe diminuiu a diferença. Aos 22, Madson empatou o jogo. No final, o Santos pressionou o adversário e conseguiu a virada aos 34 com Alan Patrick. Ainda houve tempo para Marcel fazer de pênalti aos 38 e garantir a boa vitória por 4×2. Durante o segundo tempo, o atacante Neymar foi duramente cobrado pelo treinador Dorival Júnior, que se irritou com a postura do atleta em algumas jogadas. O atacante agiu com certa rebeldia e causou um clima tenso entre as partes. Após a partida, Neymar foi severamente criticado pelo treinador da equipe goiana, René Simões. René falou que o futebol brasileiro estava criando um jogador mimado que estava se transformando em um “monstro”. Abaixo a ficha técnica do confronto:
16/09/2010 – Santos 4 x 2 Atlético-GO
Gols: Josiel aos 13min do primeiro tempo; William aos 5min, Edu Dracena aos 6min, Mádson aos 30min, Alan Patrick aos 35min e Marcel aos 39min do segundo tempo.
Local: Vila Belmiro
Público: 3.873 pagantes
Renda: R$ 99.315,00
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Alexandre Kleiniche (RS) e Carlos Henrique Selbach (RS)
Cartões amarelos: Pituca, William, Victor Ferraz (Atlético-GO), Edu Dracena (Santos)
Santos: Rafael; Pará (Alan Patrick), Edu Dracena, Bruno Aguiar e Léo; Roberto Brum, Danilo, Alex Sandro e Marquinhos (Mádson); Neymar e Keirrison (Marcel). Técnico: Dorival Junior
Atlético Goianiense: Márcio; Victor Ferraz, Daniel Marques, Jairo e Thiago Feltri; Robston, Ramalho, Pituca (Willliam), Diguinho (Juninho) e Elias; Josiel (Diogo Galvão). Técnico: Rene Simões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *