Pré-jogo histórico – Santos x Botafogo-SP

Published On 25/02/2017 | Pré-Jogo Histórico
Por Antônio Felipe
Santos, 25/02/2017

Neste sábado, às 17h, na Vila Belmiro, o Santos enfrenta o Botafogo de Ribeirão Preto pela sexta rodada do Campeonato Paulista de 2017. O Peixe atualmente é o terceiro colocado do grupo D com sete pontos, enquanto a equipe do interior detém a terceira posição do gruo A e soma a mesma quantidade de pontos que o Alvinegro da Vila.
O técnico santista Dorival Júnior não deve fazer grandes alterações na equipe. Renatinho e Lucas Lima seguem fora e Ricardo Oliveira é o único que pode reaparecer no time. Léo Cittadini, com uma torção no joelho, deve ser desfalque. Bruno Henrique pode fazer sua primeira partida como titular da equipe e na zaga Cléber e Lucas Veríssimo lutam por uma vaga. O provável time titular deve ser Vladimir; Victor Ferraz, Cléber (Lucas Veríssimo), Yuri e Zé Carlos; Leandro Donizete, Thiago Maia, Vitor Bueno e Bruno Henrique; Copete e Ricardo Oliveira.
Após três partidas sem vencer somente um resultado positivo interessa ao Peixe. A última partida, contra o Ituano, foi sofrível tecnicamente com poucas chances de gol da equipe santista.
Santos e Botafogo já disputaram 84 partidas pelo Campeonato Paulista. O Alvinegro da Vila leva um grande vantagem nos números com 53 vitórias, 19 empates e 12 triunfos da equipe do interior. O último embate ocorreu no Paulistão de 2015 com vitória do Peixe pelo placar de 3×0 em partida disputada no estádio Santa Cruz em Ribeirão Preto.

Quem já esteve do lado de cá
Bernardo (Santos 2012) – O meia-atacante chegou ao Santos para o segundo semestre de 2012. Bernardo sempre foi visto como jogador muito promissor, no entanto, no Peixe não conseguiu uma boa sequencia de partidas e acabou dispensado no final da temporada. Ao todo foram 14 jogos e um gol marcado.
Wesley (Santos 2015-2016) – O meia-atacante chegou ao Peixe no meio de 2015 junto com Vitor Bueno. Ambos foram jogar na equipe B, mas somente Vitor conseguiu emplacar e subir. Wesley chegou a jogar improvisado na lateral direita no ano passado pela Copa Paulista. Não atuou pela equipe principal do Peixe.
Fernando Medeiros (Santos 2014-2016) – Volante de boa técnica e bom arremate, Fernando se destacou muito jovem nas equipes de base do Peixe. Em 2014 foi campeão da Copa São Paulo e subiu aos profissionais. No entanto, não conseguiu emplacar e acabou emprestado no início de 2017. Pelo Alvinegro da Vila foram cinco partidas e um gol marcado.





Goleada fenomenal na Vila
Pelo Paulista de 1964, o Santos aplicou no Botafogo de Ribeirão Preto uma de suas maiores goleadas na história. Com oito gols de Pelé e um de Pepe, Coutinho e Toninho Guerreiro o Peixe conseguiu a façanha de golear o adversário por 11×0. Oswaldo Brandão, um dos maiores técnicos da história do futebol brasileiro, era o treinador do Botinha. Desde então, o Peixe nunca mais venceu por uma diferença de tantos gols. Abaixo a ficha técnica do massacre santista de 1964:
21/11/1964 – Santos 11 x 0 Botafogo-SP
Gols: Pelé aos 3min, aos 8min, aos 16min, aos 38min e aos 40min, Pepe aos 19min e Coutinho aos 25min do primeiro tempo; Pelé aos 25min, aos 27min e aos 28min e Toninho Guerreiro aos 45min do segundo tempo.
Local: Vila Belmiro, Santos-SP.
Competição: Campeonato Paulista de 1964
Público: 9.437 pagantes
Árbitro: Carlos Drumond da Costa
SFC: Gilmar; Ismael, Modesto, Haroldo e Geraldino; Mengálvio, Lima e Pelé; Toninho Guerreiro, Coutinho e Pepe. Técnico: Lula
Botafogo: Galdino Machado; Ditinho, Élio Vieira e Tiri; Carlucci, Maciel e Adalberto; Zuino, Alex, Antoninho e Gazze.  Técnico: Oswaldo Brandão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *