Pré-jogo histórico – Santos x Flamengo

Published On 27/11/2016 | Pré-Jogo Histórico
Por Antônio Felipe
Santos, 27/11/2016

Neste domingo, às 17h, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, o Santos enfrenta a equipe do Flamengo pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2016. O Peixe atualmente é o vice-líder do certame com 68 pontos, enquanto o rubro-negro carioca detém a terceira posição com um ponto a menos.
O técnico Dorival Júnior contará com o retorno do volante Yuri, que deve mais uma vez atuar na zaga ao lado de David Braz. O argentino Noguera, que foi mal no último jogo, deve perder espaço na equipe titular. O provável time deve ser Vanderlei; Victor Ferraz, Yuri, David Braz e Zé Carlos; Thiago Maia, Renatinho, Lucas Lima e Vitor Bueno; Copete e Ricardo Oliveira.
A partida deste domingo pode definir o vice-campeão brasileiro. Uma vitória garante ao Peixe a segunda colocação no certame. O título hoje é um sonho mais distante. O Alvinegro da Vila precisa vencer os dois jogos restantes e o líder Palmeiras deve perder nas duas últimas rodadas para que o Santos fique com o título. O Empate diante do Cruzeiro, com um gol ilegal sofrido nos minutos finais da partida, foi cruel para as pretensões do Peixe
Santos e Flamengo já se enfrentaram 67 vezes pelo Campeonato Brasileiro. O Peixe venceu em 22 oportunidades, com 21 empates e 23 triunfos da equipe do Rio. No primeiro turno, em partida disputada na Arena Cuiabá, no Mato Grosso do Sul, houve empate por 0x0.
Quem já esteve do lado de cá
Pará (Santos 2008-2012) – O polivalente jogador chegou ao Peixe durante o Campeonato Brasileiro de 2008 após se destacar pelo Santo André. O curinga permaneceu no Peixe até o início de 2012 e se transferiu para o Grêmio. Pará viveu altos e baixos na Vila Belmiro, tem em seu currículo muitos títulos com a camisa do Peixe: três paulistas (2010/2011/2012), uma Copa do Brasil (2010) e a Libertadores (2011). No Santos foram 18 jogos e três gols marcados.
Alan Patrick (Santos 2009-2011) – Revelado na base do Santos, Alan subiu aos profissionais no ano de 2009, quando atuou em algumas ocasiões. Em 2010 era o principal nome da equipe vice-campeã da Copa São Paulo de Juniores. A concorrência no time principal do Santos era muito grande e Alan Patrick teve poucas oportunidades na equipe durante aquele ano. No ano seguinte teve mais chances, principalmente após a grave lesão de Paulo Henrique Lima na primeira final do Campeonato Paulista de 2011. Alan Patrick foi titular na partida decisiva diante do Corinthians e fez um gol importantíssimo pelas quartas de final da Libertadores diante do Once Caldas na Colômbia. O meia deixou o Peixe no final de 2011 após conquistar o Bicampeonato Paulista (2010/2011), a Libertadores em 2011 e a Copa do Brasil de 2010. Pelo Santos totalizou 39 partidas e sete gols marcados.
Leandro Damião (Santos 2014) – Simplesmente a contratação mais cara da história do Santos, Leandro Damião, o “Bigode Grosso” , veio para resolver o problema de gols na Vila Belmiro. No Peixe, porém, os gols minguaram, várias atuações desastrosas e no final de ano o jogador acionou o clube na justiça por vencimentos atrasados.  Pelo Santos, Damião fez 44 jogos e marcou 11 gols.
Diego (Santos 2002-2004) – Revelado na base santista, Diego vestiu a camisa 10 do Peixe com apenas 17 anos e com Robinho formou uma dupla que conquistou o país. O titulo brasileiro em 2002 foi um divisor de águas na história do Santos. Em 2004, o Peixe conquistaria mais um Campeonato Brasileiro e Diego atuaria por algumas partidas no início da competição antes de se transferir para o futebol europeu. Pelo profissional do Santos, Diego fez 133 jogos e marcou 38 gols.
Chiquinho (Santos 2015) – No primeiro semestre de 2015, Chiquinho, que veio do Fluminense, conseguiu a titularidade no Peixe que faturou o Campeonato Paulista. No segundo semestre o jogador teve menos oportunidades após se contundir e demonstrar baixo rendimento. No final do ano trocou o Alvinegro da Vila pelo Flamengo. No total, Chiquinho fez 24 partidas e marcou um gol pelo Peixe.
Peixe engole Fla no Maracanã
No Campeonato Brasileiro de 1995, o Santos enfrentou a equipe do Flamengo no Maracanã. O Peixe mesmo desfalcado de Giovanni e Jamelli conseguiu dominar o jogo. O lateral esquerdo Marcos Adriano foi o grande destaque do jogo e marcou o primeiro gol do Peixe. Camanducaia e Robert, ainda no primeiro tempo, deram números finais ao placar. No segunto tempo, o Alvinegro da Vila apenas administrou o resultado. Abaixo a ficha técnica da partida:
09/11/1995 – Flamengo 0 x 3 Santos
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, RJ.
Público: 10.533
Árbitro: Sidrack Marinho
Gols: Marcos Adriano, Camanducaia e Robert.
Cartão amarelo: Carlinhos (S).
Cartões vermelhos: Vágner (S) e Rodrigo Mendes (F).
FLAMENGO: Paulo César, Luís Carlos Winck (Rodrigo Mendes), Válber, Ronaldão e Alexandre Silva (Marquinhos); Marcio Costa, Pingo (Fabiano), Djair e Nélio; Sávio e Romário. Técnico: Washington Rodrigues
SANTOS: Edinho, Marcelo Silva, Ronaldo Marconato, Narciso (Pintado) e Marcos Adriano; Gallo, Carlinhos, Vágner e Robert (Marcelo Passos); Camanducaia e Whelliton (Macedo). Técnico: Cabralzinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *