Pré-jogo histórico – Santos x Flamengo

Published On 26/11/2017 | Pré-Jogo Histórico
Por Antônio Felipe,
Santos, 26/11/2017

Neste domingo, às 19h, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro, o Santos enfrenta a equipe do Flamengo pela rodada de número 37 do Campeonato Brasileiro de 2017. O Peixe é atualmente o quarto colocado da competição com 59 pontos, enquanto o Rubro-negro carioca detém a sexta posição com 53.
O técnico santista Elano não contará com o meia Lucas Lima que, além de suspenso, não defenderá mais o Alvinegro da Vila. David Braz contundido também é ausência certa, além de Lucas Veríssimo, que tomou o terceiro amarelo diante do Grêmio. O Peixe deve ir a campo com Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Noguera e Jean Mota; Alison, Renatinho, Brino Henrique e Emiliano Vecchio; Copete e Ricardo Oliveira.
O Alvinegro da Vila tem pela frente um confronto direto pela vaga na fase de grupos da Libertadores 2018. O Flamengo é a única equipe com condições matemáticas de tirar a vaga do Peixe. O Santos precisa de apenas mais um ponto para assegurar a classificação direta.
O confronto deste domingo será o de número 70 entre Santos e Flamengo pelo Campeonato Brasileiro. O Peixe conquistou 23 vitórias, com 22 empates e 24 triunfos da equipe do Rio de Janeiro. No primeiro turno deste ano, em partida realizada no estádio do Pacaembu, em São Paulo, o Santos venceu por 3×2 de virada com gols de Bruno Henrique, Alison e Ricardo Oliveira.

Quem já esteve do lado de cá
Geuvânio (Santos 2011-2012/2013-2015) – Meia-atacante canhoto cria da base santista, Geuvânio se destacou na base atuando como meia e também na lateral esquerda. A primeira vez que foi relacionado na equipe profissional foi no ano de 2011. Contudo, apenas em 2012 fez suas primeiras apresentações. No início de 2013 foi emprestado ao Penapolense e retornou ao Peixe após o Paulistão daquele ano. Com mais chances, Geuvânio conseguiu se destacar e se tornou um dos principais jogadores do time nas temporadas seguintes. Pelo Peixe foram 114 jogos e 24 gols marcados. Pelo Alvinegro Praiano faturou os Paulistas de 2012, 2015 e 2016, além da Recopa Sul-americana de 2012.
Pará (Santos 2008-2012) – O polivalente jogador chegou ao Peixe durante o Campeonato Brasileiro de 2008 após se destacar pelo Santo André. O curinga permaneceu no Peixe até o início de 2012 e se transferiu para o Grêmio. Pará viveu altos e baixos na Vila Belmiro, tem em seu currículo muitos títulos com a camisa do Peixe: três paulistas (2010/2011/2012), uma Copa do Brasil (2010) e a Libertadores (2011). No Santos foram 187 jogos e três gols marcados.
Diego (Santos 2002-2004) – Revelado na base santista, Diego vestiu a camisa 10 do Peixe com apenas 17 anos e com Robinho formou uma dupla que conquistou o país. O titulo brasileiro em 2002 foi um divisor de águas na história do Santos. Em 2004, o Peixe conquistaria mais um Campeonato Brasileiro e Diego atuaria por algumas partidas no início da competição antes de se transferir para o futebol europeu. Pelo profissional do Santos, Diego fez 132 jogos e marcou 38 gols.

Vitória do campeão
Pelo Brasileiro de 1968, o Santos enfrentou a equipe do Flamengo no estádio do Maracanã. Com um time melhor, o Alvinegro da Vila se impôs e conseguiu o placar de 2×0 no Rio de Janeiro. Edu e Toninho Guerreiro Maracanã na vitória do Santos. Abaixo a ficha técnica confronto:
15/09/1968 – Flamengo 0 x 2 Santos
Gols: Edu aos 25min do primeiro tempo; Toninho aos 23min do segundo tempo.
Local: Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.
Público: 59.956 + 18.066 menores (78.022 total)
Renda: NCr$ 159.457,15
Árbitro: Roberto Goicochea
Flamengo: Claudinei (Ubirajara Alcântara); Murilo, Onça, Guilherme e Paulo Henrique; Carlinhos, Liminha e Rodrigues Neto; Zezinho, Silva (Dionísio) e Fio.
Técnico: Valter Miraglia
Santos: Cláudio; Carlos Alberto, Ramos Delgado, Oberdan e Rildo; Clodoaldo e Lima (Negreiros); Toninho, Amauri, Pelé e Edu. Técnico: Antoninho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *