Pré-jogo histórico – Santos x Internacional

Published On 28/09/2016 | Pré-Jogo Histórico
Por Antônio Felipe
Santos, 28/09/2016

Nesta quarta-feira, às 19h30, na Vila Belmiro, o Peixe recebe a equipe do Internacional pela primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil.O Santos eliminou a equipe do Vasco nas oitavas, enquanto a equipe do Sul derrotou o Fortaleza para avançar na competição.
O Santos está cheio de desfalques. Gustavo Henrique lesionou o joelho e só voltará a atuar no ano que vem. Ricardo Oliveira segue vetado e Vitor Bueno é outro que está de fora por lesão. Além deles, Jean Mota, que já atuou por outra equipe na Copa do Brasil, não pode jogar. David Braz continua na zaga e o argentino Emiliano Vecchio deve atuar no meio. A provável formação deve contar com Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz e Zé Carlos; Thiago Maia, Renatinho, Lucas Lima e Emiliano Vecchio; Copete e Rodrigão.
O Peixe tentará superar o rival gaúcho pela primeira vez no ano. Até agora ocorreram dois confrontos, ambos pelo Brasileirão, e o Santos saiu derrotado nas duas oportunidades. Na Vila inclusive, o Peixe sofreu o primeiro revés no ano sob seu domínio. O último confronto aconteceu recentemente no Beira Rio e deu Inter por 2×1 de virada em partida marcada por muitos problemas de arbitragem.
Santos e Internacional já se enfrentaram quatro vezes pela Copa do Brasil. Em 1997 e 2002, o Peixe foi eliminado pela equipe colorada. Nas duas oportunidades o segundo confronto foi no estádio Beira Rio. Em 1997, o Peixe foi eliminado nos pênaltis. Em 2002, após empate na Vila, o Alvinegro da Vila foi derrotado no Sul por 1×0. Os números totalizam uma vitória para o Peixe, um empate e dois triunfos do Inter.
Quem já esteve do lado de cá
Ceará (Santos 1999-2000) – O lateral chegou ao Peixe no ano de 1999, porém atuou pouco pelos profissionais do time. Em 2000 disputou a Copa São Paulo na campanha em que o Santos foi até a semifinal. Após sair do Peixe rodou por alguns clubes até conseguir se destacar por Internacional onde foi campeão Mundial, passou pelo futebol francês e participou do bicampeonato brasileiro do Cruzeiro. O lateral direito fez sete partidas pelo Santos e não fez  gol.
Celso Roth – (Santos 2002) – Celso foi técnico do Santos no primeiro semestre de 2002 e não conseguiu grandes resultados em sua passagem na Vila. A equipe santista foi eliminada precocemente no torneio Rio-São Paulo e também na Copa do Brasil, além de não conseguir se classificar para a Copa dos Campeões. Contudo, o treinador foi o responsável por lançar as joias da base Robinho e Diego, além de trabalhar com grande parte do grupo de jogadores que seriam campeões brasileiros naquele mesmo ano sob comando do técnico Emerson Leão. Celso Roth dirigiu o Peixe em 20 partidas com sete vitórias, oito empates cinco derrotas.
Peixe se sai bem na Vila
Pela Copa do Brasil de 1997, o Peixe realizou um embate contra a equipe do Inter pela segunda fase do torneio. A partida marcava a inauguração do novo gramado do estádio Urbano Caldeira. O Alvinegro da Vila não fez feio e conseguiu uma boa vantagem com bela vitória pelo placar de 2×0. Contudo, a equipe não conseguiu confirmar a classificação no Sul e acabou eliminada pelo Inter nos pênaltis. Abaixo a ficha do confronto da Vila:
27/03/1997 – Santos 2 x 0 Internacional
Gols: Robert e Macedo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Público: 15.000 pagantes
Renda: R$ 156.970,00
Árbitro: Antonio Pereira
Santos: Zetti; Anderson Lima, Sandro, Ronaldão e Cássio; Narciso, Baiano, Caíco (Alexandre) e Robert; Macedo (João Fumaça) e Alessandro.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Internacional: André; Gustavo, Marcão, Gamarra e Paulo Roberto; Fernando, Enciso, Marcelo (Fabiano Souza), Sandoval; Luiz Gustavo (Alberto) e Christian (Murilo). Técnico: Celso Roth

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *