Pré-jogo histórico – Santos x Ponte Preta

Published On 12/10/2017 | Pré-Jogo Histórico
Por Antônio Felipe,
Santos, 12/10/2017

Nesta quinta-feira, às 17h, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, o Santos enfrenta a equipe da Ponte Preta pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017. O Peixe atualmente é o vice-líder da competição com 47 pontos, enquanto a equipe campineira detém a 15ª posição com 31.
Após o pequeno recesso do campeonato devido aos jogos eliminatórios para a Copa do Mundo de 2018, o Peixe volta a campo diante de um adversário indigesto. O técnico Levir Culpi ainda não confirmou a equipe provável. Sabe-se que Lucas Lima retorna, enquanto Renatinho deve continuar de fora. O time provável deve ter Vanderlei; Daniel Guedes, David Braz, Lucas Veríssimo e Zé Carlos; Alison, Matheus Jesus, Lucas Lima (Jean Mota) e Bruno Henrique; Copete e Ricardo Oliveira.
Após a boa vitória diante do Palmeiras, o Peixe luta para se aproximar ainda mais do líder do Corinthians. A distância no momento é de oito pontos. Contudo, não deve ter vida fácil diante do time de Campinas. Ano passado, o Alvinegro da Vila conseguiu vencer no estádio Moisés Lucarelli em uma virada emocionante conquistada no final da partida. Neste ano, o Peixe foi eliminado pela Macaca nas quartas de final do Paulistão.
Pelo Campeonato Brasileiro foram 27 partidas entre o Alvinegro da Vila e a Ponte Preta. O Peixe leva vantagem com 13 vitórias, cinco empates e nove triunfos da Macaca. No primeiro turno deste ano, o Peixe empatou com a equipe pontepretana no estádio do Pacaembu por 0x0.

Quem já esteve do lado de cá
Wendel (Santos 2005-2006) – O curinga jogou em praticamente todas as posições no Santos, inclusive de goleiro numa partida contra o Rio Branco na Vila Belmiro na campanha vitoriosa no Paulistão de 2006. Após deixar o Santos foi atuar no futebol europeu. Wendel atuou em 47 partidas e fez três gols.
Aranha (Santos 2011-2014) – O goleiro chegou ao Peixe no início de 2011 e foi reserva de Rafael até a metade de 2013, quando o titular foi jogar no futebol europeu. Aranha teve boa participação na meta santista durante um bom tempo. No fim de 2014 deixou a equipe para defender o rival Palmeiras. O arqueiro conquistou pelo Santos os Paulistas de 2011 e 2012, a Libertadores de 2011 e a Recopa Sulamericana em 2012. Ao todo foram 125 partidas pelo Alvinegro da Vila e 118 gols tomados. 

Vitória na fé
O Santos enfrentou a equipe da Ponte Preta no segundo turno do Brasileiro do ano passado no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. No primeiro tempo, o Peixe sofreu forte pressão dos donos da casa, que abriu o placar com William Pottker aos 21 minutos do primeiro tempo. O Peixe melhorou na segunda etapa com as entradas de Léo Cittadini e Arthur Gomes. A partida mudou de cenário. O Santos abafou a equipe da casa e empatou aos 21 com gol de Ricardo Oliveira.
Para se manter firme na disputa pelo título, o Alvinegro Praiano precisava da vitória. O time continuou atacando até conseguir a virada aos 43 da segunda etapa com Copete. Vale destacar a fundamental participação do meia Léo Cittadini nos dois gols. Abaixo a ficha técnica do confronto:
06/11/2016 – Ponte Preta 1 x 2 Santos
Gols: William Pottker (p) aos 21min do primeiro tempo; Ricardo Oliveira aos 21min e Copete aos 43min do segundo tempo.
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, São Paulo.
Renda: R$ 103.740
Público: 10.208
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Cartões Amarelos: David Braz (S) – Abuda (PP)
SFC: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Fabián Noguera (Yuri) e Zeca; Renato, Thiago Maia e Jean Mota (Arthur Gomes); Vitor Bueno (Léo Cittadini), Copete e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior
AAPP: Aranha, Nino Paraíba, Antônio Carlos, Douglas Grolli e Reinaldo; João Vitor (Abuda), Wendel (Thiago Galhardo) e Maycon (Elton); Rhayner, Clayson e William Pottker. Técnico: Eduardo Baptista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *