Pré-jogo histórico – Santos x Sport

Published On 19/10/2017 | Pré-Jogo Histórico
Por Antônio Felipe,
Santos, 19/10/2017

Nesta quinta-feira, às 21h, na Ilha do Retiro, em Recife, o Santos enfrenta a equipe do Sport pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017. O Peixe atualmente é o terceiro colocado da competição com 49 pontos, enquanto a equipe pernambucana detém a 14ª posição com 34.
O técnico santista Levir Culpi ainda não contará com o retorno de Bruno Henrique. E mais, o volante Alison, suspenso pelo terceiro amarelo, também é ausência garantida. Leandro Donizete, que poderia ser o substituto, não foi relacionado. A tendência é que o treinador opte por um sistema mais ofensivo com Emiliano Vecchio ou Serginho. Yuri é o único volante relacionado além do titular Matheus Jesus. O time provável deve ser Vanderlei; Daniel Guedes, David Braz, Lucas Veríssimo e Zé Carlos; Matheus Jesus, Lucas Lima, Jean Mota e Emiliano Vecchio (Serginho ou Yuri); Copete e Ricardo Oliveira.
Após dois tropeços consecutivos, o Santos viaja para o nordeste a fim de conseguir um resultado importante para a sequência da competição. O time tem sofrido para engrenar uma boa série de vitórias. Na última partida, diante do Vitória, a equipe jogou bem abaixo do que se espera de um time campeão e ainda contou com a sorte para arrancar o empate.  Caso vença, a equipe retoma a vice-liderança da competição e diminui para sete pontos a diferença para o líder do Brasileiro.
Santos e Sport já disputaram 37 partidas pelo Campeonato Brasileiro. O Peixe venceu em 16 ocasiões, com 12 empates e nove vitórias da equipe pernambucana. No primeiro turno deste ano, o Alvinegro da Vila foi derrotado, em plena Vila Belmiro, pelo placar de 1×0.

Quem já esteve do lado de cá
Durval (2010-2013) – Ídolo no Sport Recife, Durval foi trazido ao Peixe no início de 2010. A princípio desacreditado, o xerife conseguiu ganhar seu espaço com muita seriedade e personalidade. Ao lado de Edu Dracena formou a dupla de zaga tricampeã paulista (2010/2011/2012), campeã da Libertadores (2011) e Copa do Brasil (2010), além da Recopa Sul-americana (2012). O zagueiro deixou a equipe santista no final de 2013. Ao todo foram 239 jogos e sete gols pelo Peixe.
Mena (Santos 2013-2014) – O lateral esquerdo chileno jogou no Peixe da metade de 2013 até o final da temporada seguinte. Mena alternou altos e baixos pelo Santos, depois foi atuar no Cruzeiro e hoje defende o São Paulo. O atleta está na seleção chilena e não enfrentará o Santos neste domingo. O chileno atuou 61 vezes pelo Peixe e não marcou gol.
André (Santos 2009-2010/2012-2013) – O centroavante começou a carreira no Peixe ao lado de Neymar. Logo no início não despontou, mas em 2010 ao lado do grande ataque formado com Robinho e Neymar fez muitos gols, se destacou e chegou inclusive à seleção brasileira. Tanto sucesso rendeu ao atleta uma transferência ao futebol europeu. André ainda voltou ao Santos no meio de 2012 e atuou no time de Vila Belmiro até a metade do ano seguinte, contudo não conseguiu demonstrar o mesmo bom futebol da outra passagem. Pelo Santos, André disputou 98 partidas e fez 41 gols, conquistou o Paulista e a Copa do Brasil em 2010.
Vanderlei Luxemburgo (1997/2004/2006-2007/2009) – A primeira passagem de Vanderlei Luxemburgo foi no ano de 1997, quando o Santos conquistou o Torneio Rio-São Paulo em cima do Flamengo no Maracanã. Vanderlei permaneceu no Peixe durante toda a temporada. Após dirigir outras equipes e também a Seleção Brasileira, o treinador voltou ao Peixe durante o Brasileiro de 2004, onde se sagrou campeão.  Logo após mais uma passagem vitoriosa, Vanderlei deixou o Santos para treinar a equipe do Real Madrid, onde não conseguiu deslanchar e acabou por desembarcar em Santos mais uma vez para a temporada de 2006. Na terceira passagem faturou os paulistas de 2006 e 2007. Em dezembro de 2007, o técnico saiu do Peixe para dirigir o Palmeiras. A última passagem pelo Alvinegro da Vila foi em 2009, quando não conseguiu conquistar títulos. Ao todo, dirigiu o Santos em 305 partidas com 120 vitórias, 68 empates e 77 derrotas.

Vitória inspirada em Recife
O Santos foi até o Pernambuco para enfrentar a equipe do Sport pelo Brasileirão de 2001. Com um time ainda instável, o Peixe ainda buscava se firmar na competição. Mesmo fora de casa, a equipe tomou conta do jogo e criou as melhores oportunidades de gol. Aos 29 minutos da primeira etapa, o meia Robert fez um belo com um chute forte no ângulo e abriu o placar para o Santos. Aos 19 minutos do segundo tempo, Viola ampliou e fechou o placar. Santos 2×0 sobre o Sport em plena Ilha do Retiro. Abaixo a ficha técnica do confronto:
19/09/2001 – Sport 0 x 2 Santos
Gols: Robert aos 29min do primeiro tempo; Viola aos 19min do segundo tempo.
Local: Estádio Ilha do Retiro, em Recife, Pernambuco.
Público: 6.658
Árbitro: Antonio Pereira da Silva
SFC: Pitarelli; Russo, Preto, Galván e Léo; Marcelo Silva (Pereira), Renatinho, Elano (Vagner), Robert (Júlio Cesar) e Marcelinho Carioca; Viola. Técnico: Cabralzinho
SCR: Marcelo Moretto; Saulo, Alex Pinho, Erlon e Kiko; Val Pilar (Gaucho), Axel, Ricardinho (Cleber) e Edu Manga; Robinho (Rafael) e Junior Amorim. Técnico: Julio Espinosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *