Pré-jogo histórico – Santos x Vasco

Published On 16/07/2017 | Pré-Jogo Histórico
Por Antônio Felipe
Santos, 16/07/2017

Neste domingo, às 16h, o Santos enfrenta a equipe do Vasco no estádio do Engenhão pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017. O Peixe atualmente é o terceiro colocado da competição com 23 pontos, enquanto a equipe carioca detém a oitava posição no certame com 19.
O técnico santista, Levir Culpi, contará com os retornos de Copete e Lucas Lima, que estavam suspensos. Em contrapartida, Victor Ferraz não tem presença garantida e pode seguir de fora assim como Renatinho. Vanderlei, lesionado, ficará de fora. O reserva imediato, Vladimir, se contundiu em treinamento e também não poderá atuar. O jovem João Paulo atuará pela primeira vez atuar como titular. A grande baixa no entanto é Thiago Maia, que acertou sua ida para o Lille da França juntamente com o lateral Caju. O provável time deve ter João Paulo; Daniel Guedes (Victor Ferraz), David Braz, Lucas Veríssimo e Jean Mota; Leandro Donizete, Alison (Yuri), Lucas Lima e Bruno Henrique; Copete e Kayke.
Depois de duas grandes vitórias, o Peixe quer seguir seu caminho entre os líderes da competição. O adversário, Vasco da Gama, também tem sofrido com a irregularidade durante a temporada. Uma vitória deixaria o Alvinegro da Vila em ótimas condições na tabela e nas próximas duas partidas o Santos atuará como mandante.
O confronto deste domingo será o de número 64 na história do Campeonato Brasileiro. Até o momento o Santos leva vantagem com 23 vitórias, 21 empates e 19 triunfos da equipe carioca. O último embate pelo Brasileirão ocorreu pelo segundo turno do campeonato de 2015, no estádio São Januário, com vitória da equipe carioca pelo placar de 1×0.

Quem já esteve do lado de cá
Nenê (Santos 2003) – Meia-atacante chegou ao Peixe para a temporada de 2003 após conseguir se destacar na equipe do Palmeiras. Nenê se tornou o décimo segundo jogador da equipe, um verdadeiro reserva de luxo. Nenê deixou o Peixe na metade do Brasilerão daquele ano. Pelo Santos foram 41 partidas e 12 gols marcados.

Vitória do hexa
O Santos enfrentou o Vasco pela última rodada do quadrangular final do Brasileiro de 1968. Um empate seria suficiente para o Peixe levantar o caneco de campeão nacional pela sexta vez. O Peixe saiu na frente com Toninho Guerreiro e ampliou com Pelé. O clube cruzmaltino ainda descontou com Bianchini. Fim de jogo, Santos 2×1. O Peixe se consagrou hexa campeão Brasileiro. Abaixo a ficha técnica do confronto:
10/12/1968 – Vasco 1 x 2 Santos
Gols: Toninho aos 15min e Pelé aos 38min do primeiro tempo; Bianchini aos 15min do segundo tempo.
Local: Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.
Público: 54.994 pagantes
Renda: NCr$ 144.372,00
Árbitro: Arnaldo César Coelho
Expulsos: Bianchini (Vasco) e Cláudio (Santos)
Vasco: Valdir; Ferreira, Brito, Moacir (Fernando) e Eberval; Benetti, Alcir e Nado; Valfrido, Bianchini e Danilo Menezes (Adílson). Técnico: Paulinho De Almeida
Santos: Cláudio; Carlos Alberto, Ramos Delgado, Marçal e Rildo; Clodoaldo e Lima; Edu, Toninho (Douglas), Pelé e Abel (Laércio). Técnico: Antoninho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *